Perguntar
Fechar

Quais os riscos de uma transfusão de sangue?

Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As transfusões de sangue que ocorrem atualmente são muito seguras e o receptor apresenta riscos mínimos de adquirir alguma infecção.

Mas como todo procedimento médico, a transfusão de sangue pode apresentar algumas complicações de imediato e no futuro, entre elas:

  • Reação febril;
  • Reação alérgica;
  • Contaminação bacteriana;
  • Incompatibilidade de tipo sanguíneo;
  • Hipotermia;
  • Alteração eletrolítica (hiper ou hipocalemia, hipocalcemia);
  • Doenças infecciosas.

Em geral, essas complicações são manejadas de imediato ou no acompanhamento realizado pelo/a paciente.

Leia também:

Existem tipos de sangue incompatíveis?

Tipos de sangue.

A partir de que idade se pode doar sangue?

Em 31/05/2015, o Ministério da Saúde lançou uma plataforma digital para monitorar com mais precisão os procedimentos de transfusão de sangue e garantir a melhoria do processo de vigilância nos centros de hemoderivados.

Os vírus e bactérias conhecidos atualmente são barrados durante o processamento do sangue e antes da transfusão. Sabemos que novos vírus e micro-organismos podem surgir, por isso, a transfusão de sangue é indicada nos casos de real necessidade para salvar a vida da pessoa.