Perguntar
Fechar

Quais os sintomas da insuficiência mitral?

Os sinais e sintomas da insuficiência mitral podem incluir falta de ar, cansaço ao realizar esforço físico, sopro cardíaco (turbulência no fluxo sanguíneo), palpitações, inchaço nos tornozelos ou pés, perda de consciência e até mesmo a morte.

Contudo, nem todas as pessoas com insuficiência mitral manifestam sintomas, que dependem da velocidade de evolução e da gravidade do problema.

A insuficiência mitral é a doença mais comum que afeta as válvulas cardíacas. Normalmente, os casos evoluem lentamente e a pessoa pode ficar vários anos sem manifestar sinais e sintomas.

Por outro lato, sabe-se que pessoas com insuficiência mitral em estágio avançado têm má evolução do quadro com o passar do tempo.

Coração e pulmões

Nos casos mais graves de insuficiência mitral, o coração pode ficar todo dilatado e os pulmões entram em sobrecarga.

A dilatação do coração ocorre pelo acúmulo de sangue nas suas câmaras, já que o defeito da válvula mitral provoca um regurgitamento de sangue para o átrio, invertendo o fluxo sanguíneo normal.

Uma vez que o coração está sempre cheio, o sangue que deveria chegar dos pulmões também se acumula nesses órgãos, que entram em sobrecarga.

A insuficiência ou regurgitação mitral, como também é conhecida, é provocada por um defeito que impede o fechamento completo da válvula mitral. Como resultado, ocorre um regurgitamento de sangue para dentro do coração no momento em que ele deveria ser bombeado para o resto do corpo.

O tratamento da insuficiência mitral pode ser feito com medicamentos ou cirurgia, de acordo com a gravidade de cada caso.

O médico cardiologista é o especialista responsável pelo diagnóstico da insuficiência mitral.

Saiba mais em:

Quais as causas da insuficiência mitral?

Insuficiência mitral pode matar? Existe tratamento?