Perguntar
Fechar

Quais os sintomas da síndrome da bexiga dolorosa?

Os sinais e sintomas da síndrome da bexiga dolorosa incluem dor pélvica com duração superior a 6 meses, vontade urgente de urinar e aumento da frequência urinária durante o dia e a noite.

A dor ou desconforto normalmente está associada ao enchimento da bexiga e costuma aliviar após a eliminação da urina, embora possa continuar durante e após a micção.

Vale ressaltar que a urgência urinária é decorrente da dor associada à bexiga cheia e não ao risco de perder urina.

A pessoa pode apresentar ou sentir ainda dor ou pressão na região do púbis, sensação de espasmos na bexiga e presença de sangue na urina.

Contudo, os sinais e sintomas da síndrome da bexiga dolorosa podem variar muito, podendo ser semelhantes a doenças mais comuns, como infecção urinária, por exemplo.

Lembrando que em grande parte dos casos de síndrome da bexiga dolorosa os sintomas se agravam com a ingestão de certos alimentos e bebidas.

Mulheres

A dor pélvica pode ser constante ou ir e vir ao longo do dia, podendo piorar durante o período menstrual e as relações sexuais, podendo ser confundida com uma doença ginecológica.

De fato, há um número bastante considerável de mulheres com dor pélvica crônica que pode desenvolver síndrome da bexiga dolorosa.

Homens

Nos homens, a dor pode afetar o pênis, os testículos, o saco escrotal e a região entre o ânus e a base do pênis (períneo). A ejaculação também pode ser dolorosa.

Assim como ocorre com as mulheres, esses sintomas também são confundidos com inflamações e infecções da próstata (prostatites).

O médico urologista é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento da síndrome da bexiga dolorosa.

Saiba mais em:

Qual o tratamento para síndrome da bexiga dolorosa?

Quais as causas da síndrome da bexiga dolorosa?

Quais os sintomas da cistite intersticial?