Perguntar
Fechar

Qual o tratamento para insuficiência renal?

O tratamento da insuficiência renal deverá ser direcionado para a doença de base que levou à insuficiência. Sendo assim, o melhor modo de se evitar ou retardar a progressão da insuficiência renal é controlar a doença de base, fazendo uso adequado das medicações para o controle da glomerulonefrite, do diabetes, da pressão alta e das infecções. É fundamental seguir à risca as dietas e as orientações alimentares que lhe forem recomendadas.

Os rins tem diversas funções no organismo, que ficam prejudicadas com a insuficiência dos mesmos. São elas: filtração do sangue, remoção das substâncias tóxicas, eliminação dos líquidos em excesso e produção de hormônios.

Nos casos de insuficiência, pode ser necessário "substituir" as funções dos rins, através da diálise (hemodiálise e diálise peritoneal). É importante frisar que a diálise não cura a insuficiência renal, apenas substitui a função de filtração do sangue.

Nos casos de insuficiência renal aguda, o quadro muitas vezes é reversível, a depender da doença de base que levou à insuficiência e da rapidez no diagnóstico e tratamento adequados. Nos casos crônicos, usualmente não é possível reverter a função renal perdida.

Veja também: Para que serve a hemodiálise?

Não há tratamento específico, devendo este ser direcionado ao controle da doença de base, que pode ser o diabetes mellitus, a hipertensão, inflamações nos rins (glomerulonefrite), infecção crônica (pielonefrite) e doenças hereditárias (como rins policísticos).

O objetivo é impedir ou retardar a progressão para insuficiência renal terminal, quando será necessária a realização da diálise ou do transplante renal.

O tratamento da insuficiência renal deverá ser orientado pelo médico nefrologista. Também é importante consultar um médico endocrinologista, se você tiver diabetes, e cardiologista, se você tiver hipertensão.