Qual o tratamento para MRSA?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O tratamento para MRSA (Staphylococcus Aureus Resistente à Meticilina) se baseia no cuidado adequado da área infectada (se houver ferida), uso de antibióticos sensíveis à bactéria e mais raramente, cirurgia.

Apesar de ainda não haver uma diretriz única para o tratamento de infecção por MRSA, uma vez que a bactéria é sensível a uma ampla variedade de antibióticos, existem diferentes opções terapêuticas. Cabe à equipe médica definir melhor protocolo para cada caso.

Cuidados com a área infectada

Nos casos de infecção por MRSA na pele causando feridas, os cuidados são fundamentais para a cicatrização e eliminação da bactéria na região, assim como limpeza e curativos adequados. As recomendações que devem ser seguidas são:

  1. Lavar as mãos com sabão antes de começar o curativo;
  2. Limpar a área infectada com gaze estéril e soro fisiológico a 0,9% ou solução de limpeza orientada pela equipe médica;
  3. Secar a área;
  4. Aplicar o curativo recomendado (pomada, creme ou placa de curativo);
  5. Fechar com gaze estéril e esparadrapo ou atadura;
  6. Trocar o curativo conforme orientação, dependendo da ferida e eliminação de secreção, pode ser necessário a troca mais de uma vez. Entretanto existem curativos que só devem ser retirados após 3 ou 4 dias, como as placas de alginato. Siga as orientações médicas;
  7. Descartar sempre os curativos usados, nunca reutilize para que evitar continuidade ou reinfecção.

Antibióticos

Existem situações em que a equipe médica observa sinais ou critérios de maior risco, iniciando portanto antibioticoterpia. Como por exemplo situações de infecção pulmonar, ou feridas extensas, entre outras.

Alguns dos antibióticos prescritos são: vancomicina®, linezolida®, quinupristina/dalfopristina® e ou daptomicina®, os quais normalmente são administrados via intravenosa.

Contudo, pode ser realizado coleta de material da região infectada para análise de laboratório e confirmação, tanto da bactéria quanto do antibiótico mais indicado para aquele caso.

Cirurgia

Mais raramente, nos casos mais graves ou que apresentem abscessos e/ou coleções de grandes volumes, podem ser indicados procedimentos cirúrgicos para drenagem e assim possibilitar a ação mais eficaz dos antibióticos.

O tratamento das infecções causadas por MRSA deve ser prescrito e acompanhado, preferencialmente, por um/a médico/a infectologista.

Leia também: O que é MRSA e quais os sintomas?