Perguntar
Fechar

Senti uma dor muito forte com queimação no estômago...

Senti uma dor muito forte com queimação no estômago, depois senti um calor na região da barriga e meu intestino começou a fazer barulhos estranhos, fiquei com gases presos e dores no estômago e barriga, perdi muito peso aproximadamente 5 kilos e agora estou sentindo fraqueza. Fiz endoscopia e deu: pangastrite enantematosa leve;
Todos estes sintomas podem ser desta pangastrite? Meu intestino ficou muito desregulado. Quando aperto a barriga parece que tem muitos gases e faz um barulho estranho.
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

O resultado do seu exame é compatível com alguns dos seus sintomas como a sensação de queimação e empachamento provocado por gases, porém a causa da perda de peso e peristaltismo aumentado precisam ser melhor avaliados, somente seu médico pode fazer esse diagnóstico e definir o melhor tratamento para o seu caso.

O que é uma pangastrite?

Pangastrite é o termo utilizado para caracterizar uma inflamação de toda a mucosa do estômago. Pode ser desencadeada por agentes agressores externos como uso de álcool, medicamentos anti-inflamatórios, como aspirina, ibuprofeno, diclofenaco entre outros, ou presença da bactéria Helicobacter Pylori.

A gastrite pode ainda ser decorrentes de reações auto-imunes, Doença de Crohn, anemia perniciosa, doenças infecciosas graves, consumo de álcool ou outras drogas, entre outras causas.

Quais são os principais sintomas da pangastrite?

A pangastrite é caracterizadas por sintomas como azia, dor epigástrica, náuseas, vômitos, sensação de empachamento e queimação na região do estômago.

Qual o tratamento da pangastrite?

O tratamento da pangastrite consiste na adoção de mudanças em hábitos alimentares e uso de medicamentos como os inibidores de bomba de prótons (omeprazol, pantoprazol, etc). Quando a bactéria H. Pylori está presente na mucosa gástrica o tratamento também inclui antibióticos. Entre as medidas relacionadas a alimentação destacam-se:

  • Comer com maior frequência pequenas quantidades de alimentos;
  • Evitar alimentos irritantes para o estomago (alimentos ácidos, picantes ou gordurosos);
  • Evitar café e bebidas que contém cafeína;
  • Evitar estresse emocional;
  • Evitar consumir bebida alcoólica.

Para mais informações consulte o seu médico clínico geral ou médico de família.