Antibióticos

Porque médico me passou 14 dias de antibiótico e não 7 dias?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Na verdade não existe um número fixo de dias que as pessoas devem tomar os antibióticos, o médico pode mudar isso conforme a doença e a gravidade do problema. O ideal é respeitar a receita do seu médico e tomar conforme ele indicou, ele deve ter motivos para ter feito isso. Precisa confiar no médico que você procurou.

Minha filha teve pneumonia e continua com barulho no peito, tem perigo da infecção ter continuado?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O ideal é você basear-se no estado geral dela, se está ativa, comportando-se dentro do seu jeito normal de ser, ausência de febre e se alimentando bem. Se algum ou mais dos fatores anteriores estiver alterado, volte ao Pediatra. O fato de continuar com um barulho de catarro no peito significa que ela está com muita secreção ainda, não necessariamente essa secreção significa pneumonia ou broncopneumoia.

Tomei Cloridrato de Ciprofloxacino antes do 3º mês de gravidez, quais os riscos para o bebê?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Apesar de ser contra indicado seu uso antes do terceiro mês de gravidez, não há evidências de que o cloridrato de ciprofloxacino cause malformações no bebê.

Grávida de 7 meses e teve que tomar benzetacil...
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não por causa da Benzetacil. A injeção de Benzetacil é segura para ser usada na gestação. Ela em si não acarreta risco ao bebê. Por vezes, a infecção ou patologia que ela está tratando pode acarretar risco ao bebê a depender da evolução, do tempo de diagnóstico, tempo de tratamento e outras situações clínicas da paciente.

Benzetacil é um antibiótico da família da penicilina bastante usado no combate a algumas doenças, como amigdalite bacteriana comunitária (dor de garganta adquirida fora do ambiente hospitalar), infecções respiratórias e de pele, sífilis, tratamento de longo prazo para prevenção da febre reumática, entre outras.

A Benzetacil pode ser usada na gravidez, desde que tenha a devida indicação do/a médico/a e receita médica adequada. O medicamento não faz mal para o bebê e não causa abortos. Sabe-se que as penicilinas atravessam rapidamente a placenta, embora não sejam conhecidos os efeitos para o feto, caso existam.

Apesar de ser considerada segura para o uso durante a gravidez, a Benzetacil deve ser utilizada apenas quando for necessária, segundo o devido critério médico.

Leia também:

A benzetacil leva quantos dias para fazer efeito?

Tudo sobre a benzetacil?

Estou tentando engravidar e tomando ciprofloxacino...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Se existe a possibilidade de você estar grávida, não deveria tomar esse remédio, se você fosse minha paciente eu mandaria você parar de tomar imediatamente.

Meu filho tomou benzetacil e está com muito sono?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Este não é um efeito colateral habitual desse remédio, talvez esse sintoma tenha outra causa, esteja atenta a outros possíveis sinais e sintomas e se a sonolência for intensa e persistir consulte um pediatra ou médico de família para avaliação.

Cabe lembrar que crianças com febre ou doenças infecciosas podem apresentar sonolência e apatia, ao se tratar o quadro inicial esses sintomas tendem a melhorar.

Benzetacil

Benzetacil é o nome comercial da penicilina G Benzatina, um antibiótico do grupo das penicilinas, que está indicado para o tratamento de algumas doenças como infecções estreptocóccicas, sífilis e profilaxia da febre reumática e da glomerulonefrite.

Quais são os efeitos adversos da benzetacil?

Os efeitos adversos mais frequente da benzetacil incluem náuseas, vômitos, diarreia, cefaleia e monilíase oral ou vaginal.

Também é relativamente frequente a ocorrência de reações alérgicas no grupo das penicilinas que podem causar sintomas como erupções cutâneas, urticária e prurido. As reações de hipersensibilidade podem ainda causar edema de laringite ou reação anafilática.

Efeitos locais da aplicação da injeção de benzetacil também podem ocorrer, como inchaço, tumoração e dor no local da aplicação.

Um efeito possível, embora raro da penicilina é a encefalopatia cerebral que ocorre geralmente quando são administradas altas doses do medicamento ou em pessoas com insuficiência renal grave.

Outras reações possíveis decorrentes de altas doses da penicilina benzatina podem incluir anemia hemolítica, leucopenia, trombocitopenia, neuropatia e nefropatia.

Caso apresente sintomas sugestivos de efeitos adversos de antibióticos, como a penicilina benzatina, consulte um médico para uma avaliação e mais orientações.

Tomei benzetacil e dois dias depois "broxei"?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Provavelmente não, a Benzetacil é um antibiótico composto pela penicilina benzatina e não há efeitos relatados ou associados com disfunção sexual. Contudo, por ser uma medicação aplicada através de uma injeção intramuscular muito dolorosa a dor e o desconforto podem prejudicar o desempenho sexual. 

Vale ressaltar que qualquer homem pode apresentar esporadicamente episódios de impotência sexual ou perca de desejo sexual. Se não for algo recorrente que esteja acontecendo mais do que 75% das relações sexuais não há com o que se preocupar. No entanto, caso a impotência sexual ou diminuição da libido estejam constantes vale a pena procurar ajuda de um médico para uma avaliação.

Em muitos casos situações da vida cotidiana como estresse, dificuldades financeiras, problemas no relacionamento, desemprego podem prejudicar a vida sexual masculina e levar a disfunções sexuais como a impotência. Algumas doenças também podem levar a esse tipo de condição, como doenças cardiovasculares, diabetes mellitus ou mesmo o tabagismo, por isso se faz necessária uma avaliação médica. 

Caso os problemas relatados persistam procure o seu médico de família ou clínico geral para uma avaliação inicial.

Leia mais sobre o assunto em: Quais as causas das impotência sexual?

Tomei amoxicilina e fiquei com incomodo na garganta!
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Eventualmente isso pode ocorrer, além da garganta, o estômago também pode sofrer com o uso de medicamentos. Só importante é notar se não existe nenhum sinal de alergia, se houver precisa suspender o remédio.

Eu estava na pausa da pílula Minulet e tive que tomar...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Fique tranquila que esse antibiótico não reduziu a eficácia da sua pílula anticoncepcional, poucos são os antibióticos que de fato interferem na eficácia dos anticoncepcionais, entre eles destaca-se a rifampicina, antibiótico comumente utilizado no tratamento de doenças como a tuberculose.

Antibiótico corta o efeito do anticoncepcional?

Nem todos os antibióticos cortam o efeito do anticoncepcional. As pesquisas realizadas até o momento comprovaram que apenas a rifampicina e o seu derivado chamado de rifabutina são os únicos antibióticos que reduzem o efeito das pílulas contraceptivas. Portanto, pode fazer uso de qualquer outro antibiótico, desde que não seja a rifampicina ou a rifabutina, que continuará segura contra a gravidez.

Medicamentos antibióticos comumente utilizados como a amoxicilina, a benzetacil e azitromicina, entre outros não interferem no efeito do antibiótico.

Pílula e antibiótico

É importante destacar que outros fatores como esquecimento de tomar a pílula, ocorrência de vômitos ou diarreia, que podem ocorrer durante o uso do anticoncepcional, podem reduzir a eficácia da pílula significativamente, muito mais do que o uso de outros antibióticos.

É possível que mulheres que estão com uma doença infecciosa e necessitem tomar antibióticos apresentem vômitos ou diarreia, sendo esses sintomas a causa da perda da eficácia da pílula e não propriamente o uso do antibiótico, por isso, muitas mulheres costumam relatar que engravidaram durante o uso de antibiótico, mas é possível que a falha se deva a presença desses sintomas e não do antibiótico.

O uso incorreto da pílula, como esquecimentos e mudanças no horário de tomada, também podem ocorrer paralelamente ao quadro infeccioso e antibioticoterapia, influenciando assim a eficácia da pílula.

Para mais esclarecimentos consulte um médico de família ou ginecologista.

Leia também:

5 coisas que podem cortar o efeito do anticoncepcional

Tomar antibiótico engorda?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, tomar antibiótico não engorda.

Em geral, o uso de antibiótico é feito por um tempo curto e determinado e, nesse período, não há aumento de peso em decorrência do uso.

Por vezes, o antibiótico melhora o bem estar da pessoa e a disposição para melhor se alimentar, o que fará a pessoa se nutrir melhor e haver algum ganho de peso nesse processo. Porém, diretamente, o antibiótico não interfere na elevação do peso.

O antibiótico deve ser tomado devidamente segundo a orientação médica, seguindo os horários recomendados e deve ser usado pelo tempo total indicado. 

Sempre tenho inflamação na garganta e ouvidos. Quando sei que tenho que partir pro antibiótico?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Somente use antibióticos quando seu médico prescrever. Existe uma série de fatores que devem ser levados em consideração na hora de se optar ou não pelo uso de antibiótico, muito da subjetividade e experiência do médico contam nessa hora, além do nível de ansiedade do paciente.

Medicamento Bactrim aumenta a glicose?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O antibiótico Bactrim, provavelmente não causa aumento da glicose, porém a infecção para a qual está se usando o remédio pode causar o aumento da glicose.