Anticoncepcional

Tenho 46 anos e com alguns sintomas, posso estar grávida?

Enquanto houver ovulação sempre existe o risco de engravidar, mas se está tomando o anticoncepcional bem certinho não precisa ter medo que não vai engravidar.

Antibióticos cortam o efeito do anticoncepcional?

O único antibiótico que de fato corta o efeito do anticoncepcional é a rifampicina utilizada no tratamento da tuberculose, hanseníase e meningite, seja o anticoncepcional injetável, em pílula ou adesivo.

Outros tipos de antibióticos, não demonstraram comprovação científica em limitar a eficácia do anticoncepcional.

Se a mulher precisar tomar qualquer tipo de antibiótico, ela deve informar ao/a médico/a de que usa anticoncepcional, para que o médico possa avaliar a associação de algum método de barreira com o anticoncepcional que ela já está tomando.​

Como proceder para mudar a data da minha menstruação?

A maneira mais fácil é parar de tomar a cartela no vigésimo comprimido e dar a pausa de 4 dias e recomeçar a nova cartela, pode acontecer da menstruação não vir, ou vir muito pouco ou vir quando você reiniciar a nova cartela, mas não dê nenhuma importância para sua menstruação, faça isso que vai regular sua menstruação para o meio da semana.

Vomitei a pílula que já havia tomado...

Fazer a pausa normalmente como se fosse o último comprimido e voltar a tomar a próxima cartela no 8° dia de pausa é a melhor opção, sua menstruação vai vir antes e não corre risco de gravidez.

Tomar anticoncepcional durante muito tempo faz mal?

Não, tomar anticoncepcional durante muito tempo não faz mal à saúde. Se a mulher estiver bem adaptada à pílula, não sofrer efeitos colaterais e tomar o anticoncepcional com acompanhamento do ginecologista, ela pode usar o medicamento continuamente, pelo tempo que quiser e sem necessidade de trocar de pílula.

Porém, apesar do anticoncepcional ser seguro, o seu uso por tempo prolongado produz um pequeno aumento da pressão arterial, que volta ao normal com a suspensão do medicamento.

Por essa razão, recomenda-se que mulheres hipertensas utilizem um método contraceptivo não-hormonal, pois mesmo um pequeno aumento da pressão arterial pode ser prejudicial para quem tem hipertensão.

Também já se sabe que o risco de trombose em usuárias de anticoncepcionais orais é quatro vezes maior quando comparadas com mulheres que não tomam a pílula.

Leia também: Todas as mulheres podem tomar anticoncepcional?

Apesar de alguns riscos, que são avaliados pelo médico ginecologista de acordo com a história clínica de cada paciente, o anticoncepcional traz diversos benefícios para a saúde da mulher, tais como:

  • Prevenção de câncer de ovário e de útero;
  • Prevenção da anemia;
  • Diminuição do fluxo menstrual, das cólicas e da TPM.
Tomar anticoncepcional por muito tempo dificulta a gravidez?

Não, o uso contínuo de anticoncepcional não dificulta a gravidez. O anticoncepcional na verdade protege a fertilidade da mulher, pois reduz o risco de cistos e endometriose, além de diminuir a ocorrência de infecções, pólipos e miomas.

A ideia de que tomar anticoncepcional por muito tempo seguido pode causar infertilidade está associada à chamada síndrome pós-pílula, que ocorre quando a mulher deixa de tomar e a menstruação não desce.

Como ela não menstrua, acha que deixou de ovular e ficou infértil por causa do anticoncepcional. Contudo, na grande maioria dos casos, esse problema se resolve espontaneamente em até 6 meses.

A síndrome pós-pílula também não está relacionada com o tempo que a mulher tomou a pílula, mas sim com o comportamento do seu organismo em relação ao medicamento.

Veja também: A menstruação vai continuar regulada se eu parar de tomar anticoncepcional?

Para maiores esclarecimentos sobre os benefícios e os eventuais riscos quanto ao uso de anticoncepcional oral, consulte um médico ginecologista.

A pílula ciclo 21 é boa?

Sim. É um bom anticoncepcional, barato e eficiente, tem poucos efeitos colaterais e a maioria das pacientes se adaptam bem. Não está entre os melhores, mas é boa.

Tem algum problema trocar de anticoncepcional?

Anticoncepcional pode ser trocado independente da marca e da dosagem (porque todos são eficazes), o importante é que essa troca seja feita com orientação e a toma seja feita no mesmo dia que faria a do anticoncepcional anterior.

Tenho um mioma e quero engravidar o que fazer?

Um mioma só atrapalha a gestação se ele estiver no miométrio (camada interna do útero), caso ele seja intramural ou externo não há necessidade de fazer nada. Muitas mulheres engravidam e tem seus filhos sem nenhum problema mesmo tendo vários miomas.

Você não pode ficar o mês inteiro sangrando, então precisa mudar ou parar de tomar esse remédio ou mudar o tratamento (cirurgia, se for realmente necessário).

O anticoncepcional adesivo é seguro?

O adesivo anticoncepcional é seguro, tem uma probabilidade de contracepção de 99%, mas não é tão eficaz contra outros métodos como o método combinado (camisinha + anticoncepcional oral), DIU, laqueadura, entre muitos outros.

Atua como a pílula tradicional, com a diferença que os hormônios, neste caso, são absorvidos pela pele. Ele é comercializado com o nome de "Evra".

Para utilizar o anticoncepcional adesivo é só colá-lo na pele no 1º dia da menstruação e deixá-lo no local por 7 dias. Após esse período, é necessário trocar o adesivo. Além disso, é preciso fazer um intervalo de 7 dias após o uso de 3 adesivos consecutivos.

O adesivo fica bem colado na pele e geralmente não se solta com facilidade, mesmo no banho. 

Os melhores locais para se colar o adesivo são nos braços, nas costas, no abdômen ou nas nádegas. A região das mamas​ deve ser evitada na hora de colar o produto. 

É importante deixar o adesivo bem visível para que seja fácil verificar a sua integridade diariamente.

Os efeitos colaterais do adesivo anticoncepcional são os mesmos da pílula, mas com menor intensidade e menos comuns. São eles:

  • Irritação na pele;
  • Sangramento vaginal;
  • Retenção de líquidos;
  • Elevação da pressão arterial;
  • Manchas escuras na pele (especialmente no rosto);
  • Enjoo e vômito;
  • Dor nas mamas;
  • Cólicas e dor abdominal;
  • Nervosismo;
  • Alterações do apetite.

Vantagens: Redução dos efeitos colaterais causados pela pílula oral, já que em contato com a pele os hormônios são absorvidos diretamente pela circulação, imediatamente reversível (fertilidade retorna em apenas um mês após cessação do uso).

Veja aqui as vantagens e desvantagens do anticoncepcional adesivo.

Caso deseje realizar esse método contraceptivo, consulte seu ginecologista. Ele poderá tirar todas as suas dúvidas.

Tenho sangramento de escape, posso engravidar?

O sangramento de escape é comum em quem usa o anticoncepcional hormonal como Diane 35. Ao fazer o uso regular do anticoncepcional, sem esquecimento de pílulas e sem falhas, ele terá seu efeito garantido mesmo havendo esses escapes.

Sangramento de escape é a perda mínima de sangue que pode ocorrer ao longo do ciclo menstrual. Esse sangramento é diferente do sangramento da menstruação pois tem uma coloração de sangue menos vivo, não é prolongado, costuma durar alguns dias ou mesmo apenas 1 dia, é percebido na calcinha manchada e às vezes a mulher não sente necessidade do uso de absorvente.

O risco de gravidez em quem usa anticoncepcional é reduzido, em torno de 1%. Ou seja, quem faz uso regular da medicação, mesmo apresentando o sangramento de escape, tem um baixo risco de engravidar.

Caso você tenha alguma dúvida, consulte o/a médico/a de família, ginecologista ou clínico/a geral para uma avaliação.

Eu tomo anticoncepcional há 5 meses e há 15 dias tive...

Se não houve relação com penetração sem proteção não há motivo para preocupação,além de que, mesmo que vocês tivessem relação, você está protegida porque toma o anticoncepcional. Não há motivo para você ficar preocupada.

Usando Contracep vou continuar mestruando normalmente?

Duas coisas podem acontecer, você simplesmente pode menstruar como sempre menstruou sem nenhuma alteração, como pode ter irregularidade menstrual (menstruar duas vezes em um mesmo mês ou ficar um tempo sem menstruação), é claro que após parar de usar o Contracep, há uma tendência de retorno a normalidade que pode já ser no primeiro mês como pode levar alguns meses para a menstruação voltar ao normal.