Perguntar
Fechar

Anticoncepcional

2 pílulas de anticoncepcional tem o mesmo efeito da pílula do dia seguinte?

Não, tomar duas pílulas de anticoncepcional não faz o mesmo efeito da pílula do dia seguinte e por isso não serve como método anticoncepcional de emergência. A ideia de que duas pílulas anticoncepcionais podem substituir a pílula do dia seguinte está relacionada com o fato de que ambas as pílulas possuem os mesmos hormônios em suas composições. Contudo, as doses hormonais em cada uma delas são muito diferentes.

A quantidade de hormônios presente na pílula do dia seguinte é bastante superior àquela encontrada na pílula da cartela. Para se ter uma ideia, uma pílula do dia seguinte corresponde a cerca de metade da cartela do anticoncepcional convencional. São doses muito elevadas de hormônios, que podem inclusive causar diversos efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, dor de cabeça e dor nas mamas.

Por isso a pílula do dia seguinte só deve ser usada em situações de emergência e não regularmente. O seu uso frequente pode desequilibrar os níveis hormonais da mulher. 

Portanto, se teve relação sexual sem proteção durante o período fértil, se a camisinha estourou ou você se esqueceu de tomar a pílula convencional e pretende evitar uma gravidez, deve tomar a pílula do dia seguinte, que é feita especificamente para essas situações. Como foi visto, tomar duas pílulas de anticoncepcional não produz de forma alguma o mesmo efeito.

Consulte um médico ginecologista, clínico geral ou médico de família para receber indicações e orientações sobre um método contraceptivo que seja adequado para você.

Também podem ser do seu interesse:

Faz mal tomar a pílula do dia seguinte tomando anticoncepcional?

Tomar junto as 2 pílulas do dia seguinte faz mal? Corta efeito?

Tomar duas pílulas de anticoncepcional faz mal?

Tomo o anticoncepcional YAZ e tive uma relação sem preservativo...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Eventualmente a menstruação pode não vir, principalmente por ter tomado a pílula do dia seguinte, recomece a nova cartela no dia certo independente de sua menstruação. Se toma anticoncepcional não precisa ter medo, não faz sentido usar a pílula do dia seguinte.

Comecei a tomar anticoncepcional há dois meses...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Se está tomando o anticoncepcional bem certinho o risco de engravidar é muito baixo, próximo de zero. Com relação a TPM, isso realmente é um problema, alguns anticoncepcionais podem ser usados com esse fim e eventualmente outros remédios podem aliviar os sintomas, mas eliminar a TPM de vez é difícil.

Posso engravidar logo depois de parar de tomar o anticoncepcional?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, você pode engravidar a qualquer momento após parar de tomar anticoncepcional.

O anticoncepcional é uma medicação que faz efeito durante o tempo de utilização. Ao parar de tomar, a mulher volta a ovular normalmente e, portanto, ela pode engravidar.

A mulher que para de tomar o anticoncepcional e não deseja engravidar deve usar outro método contraceptivo para evitar gravidez indesejada.

No caso dos anticoncepcionais injetáveis, isso pode ser um pouco diferente.

Os efeitos do anticoncepcional injetável trimestral podem demorar de 6 a 8 meses para desaparecer depois da última injeção. Em mulheres com excesso de peso esse desaparecimento é ainda mais lento.

Após parar de tomar a injeção ocorrerá uma adaptação hormonal capaz de reordenar os hormônios e recomeçar os novos ciclos menstruais. Essa readaptação pode demorar um pouco de tempo a depender de cada mulher.

Nesses casos, pode haver uma demora maior para engravidar após parar de usar o anticoncepcional.

Se você deseja parar o uso do anticoncepcional, é importante marcar uma consulta com o/a médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para avaliarem o uso de um método mais adequado para você ou iniciarem um planejamento familiar.

Moça virgem tomar anticoncepcional? Por que motivo?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Os anticoncepcionais são usados em medicina para o tratamento de um grande número de problemas de saúde, além de protegerem de gravidez. E está liberado para uso para as virgens e não virgens...

A menstruação vai continuar regulada se eu parar de tomar anticoncepcional?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Nem sempre a menstruação continua regulada quando a mulher para de tomar anticoncepcional.

O uso do anticoncepcional regula o sangramento mensal devido à supressão da ovulação. A alteração hormonal causada pelo anticoncepcional provoca um afinamento da camada interna do útero (endométrio) e um sangramento provocado por privação hormonal. Ou seja, na pausa entre as cartelas do anticoncepcional, em que não há ingestão do hormônio, a redução de hormônios disponíveis na corrente sanguínea induz o sangramento do útero (menstruação).

Com o uso adequado e sem falhas do anticoncepcional, a menstruação tende a ficar regulada, vindo no período de pausa entre as cartelas.

Quando a mulher para de tomar anticoncepcional, seus hormônios terão papel ativo na regulação da ovulação e, consequentemente, da menstruação.O ciclo menstrual pode, então, variar a cada mês. A duração entre uma menstruação e outra poderá ser de 28 a 35 dias. E cada ciclo poderá ter uma duração diferente. Por isso, a mulher tem a sensação de que a menstruação está desregulada, já que ela nem sempre virá em dias fixos como acontece com o uso do anticoncepcional.

O importante é manter atenta sobre seu corpo e acompanhar os novos ciclos menstruais, observando os novos formatos que a menstruação assume sem o uso do anticoncepcional, prevenindo-se das doenças sexualmente transmissíveis e adotando outras medidas contraceptivas.      

Leia também:

Quantos dias tem um ciclo menstrual normal?

Tomar anticoncepcional durante muito tempo faz mal?

Anticoncepcional perde o efeito com o tempo?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, anticoncepcional não perde o efeito com o tempo.

O anticoncepcional é uma medicação hormonal que reordena o ciclo menstrual da mulher.

Os primeiros três meses do uso da pílula anticoncepcional são de adaptação hormonal à nova medicação bem como a adequação da mulher aos horários da tomada. Sendo assim, pode haver alguma falha nesse processo, resultando em gravidez indesejada. É indicado o uso de outro método anticoncepcional nesse período de adaptação como, por exemplo, o preservativo feminino ou masculino. 

A pílula anticoncepcional deve ser usada corretamente e não é indicado realizar interrupções frequentes como usar por alguns dias, parar de tomar e voltar a usar. Dessa forma, ela não terá uma eficácia adequada e não fará seu efeito contraceptivo esperado.

Mesmo usando o anticoncepcional por muito tempo, ele não perde o efeito contraceptivo. A mulher pode continuar tomando corretamente a medicação e ela continuará fazendo efeito.

Quais são as vantagens da minipílula anticoncepcional?

A principal vantagem da minipílula anticoncepcional é o fato de ser composta apenas por um hormônio: a progesterona. Isso permite que a minipílula seja usada durante a amamentação e em outras situações em que o hormônio estrógeno é contraindicado.

As pílulas anticoncepcionais convencionais (combinadas) possuem 2 hormônios: estrógeno e progesterona. A minipílula é especialmente indicada durante a amamentação, já que não inibe a produção de leite. O seu uso pode ter início na 6ª semana após o parto.

Outras situações em que a minipílula é preferível:

  • Enxaqueca;
  • Mulheres com mais de 35 anos, fumantes ou obesas;
  • História de trombose;
  • Pressão alta ou doenças cardiovasculares;
  • Lúpus Eritematoso Sistêmico com doença vascular;
  • Triglicerídeos elevados;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Doença vascular cerebral.

A minipílula possui doses muito baixas de progestogênio, mas ainda assim é eficaz para prevenir a gravidez, com uma taxa de falha de apenas 1%.

Além da contracepção, a minipílula previne doenças benignas de mama, câncer de endométrio ou de ovário e ainda doença inflamatória pélvica.

O médico ginecologista ou o médico de família poderá dar maiores informações e orientar quanto à pílula anticoncepcional mais indicada em cada caso.

Também podem lhe interessar:

Dúvidas sobre Anticoncepcional

Todas as mulheres podem tomar anticoncepcional?

Transei sem camisinha e esqueci de tomar o anticoncepcional?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode continuar tomando, mas isso não altera o risco de gravidez do que já aconteceu (esquecer dois dias de tomar os comprimidos).

Porque preciso ter receita para tomar injeção anticoncepcional?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Porque não deve tomar nenhum remédio sem receita médica, a auto medicação pode levar a sérios danos a saúde.

Fiz uso de anticoncepcional injetável trimestral por 2 vezes...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A troca ou o próprio injetável (ainda pode ser efeito).

Quantos dias depois de esquecer a pílula estou novamente protegida?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

7 dias após o esquecimento já estará novamente protegida.