Perguntar
Fechar

Anticoncepcional

Minha menstruação está atrasada. Tenho que esperar descer para voltar a tomar o anticoncepcional?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Se a sua menstruação está atrasada não é preciso esperá-la descer para voltar a tomar o anticoncepcional, mas você tem que ter a certeza de que não está grávida. A única forma de confirmar isso é através da menstruação ou de um exame de gravidez. Se o teste de gravidez vier negativo, pode-se reiniciar o anticoncepcional imediatamente, já que uma mulher pode começar a tomar a pilula sempre que tiver certeza que não está grávida.

Atrasos na menstruação de até 7 dias são frequentes e nem sempre são sinais de que a mulher está grávida. O próprio uso prolongado do anticoncepcional pode levar a um atraso da menstruação ou a uma certa irregularidade menstrual após pará-lo. A ausência da menstruação após parar o uso do anticoncepcional oral é chamada de amenorreia-pós pilula, pode durar até dois meses após cessar a pílula. 

Além da gravidez, existem diversas causas de atraso da menstruação, como:

  • Uso contínuo de anticoncepcionais hormonais;
  • Estresse e ansiedade;
  • Medicamentos;
  • Excesso de atividade física.
  • Problemas na tireoide;
  • Síndrome dos ovários policísticos;
  • Doenças e infecções;

Veja também: Quantos dias de atraso são considerados como atraso menstrual?

 Em caso de dúvidas ou suspeita de gravidez, fale com o seu médico de família ou ginecologista antes de voltar a tomar o anticoncepcional.

Estando grávida a menstruação desce na pausa do anticoncepcional?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Caso a mulher esteja tomando anticoncepcional e esteja grávida, em geral, não haverá menstruação na pausa da cartela.

Porém, é comum no início da gestação ocorrer sangramento no período em que a menstruação era esperada. Esse sangramento costuma ter um aspecto diferente da menstruação, sendo em menor quantidade e, em geral, com coloração mais perto do marrom do que do vermelho vivo.

A mulher que por algum motivo pode ter falhado no uso da pílula anticoncepcional e que há possibilidade de gravidez deve procurar o serviço de saúde para uma consulta de avaliação. Com essa avaliação, haverá a comprovação ou descarte da gravidez e a mulher deixará de tomar a pílula anticoncepcional ou continuará o uso devidamente orientada.

Não é indicado o uso de anticoncepcional durante a gravidez, portanto, a mulher precisa dessa comprovação para continuar o uso da medicação sem efeitos adversos.

Tive relações sem camisinha depois de 3 dias de tomar anticoncepcional injetável. É possível engravidar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Se você usa o anticoncepcional injetável regularmente e há alguns meses, a chance de engravidar é mínima tendo relações sexuais desprotegidas 3 dias após aplicar a injeção. O anticoncepcional injetável atua de forma contínua prevenindo a gestação.

Se você aplicou a primeira dose do anticoncepcional dessa vez, a chance aumenta a depender de que período do ciclo menstrual você se encontra. Estando no período fértil essa chance é bem grande.

De qualquer forma é recomendável aguardar a próxima menstruação e, durante esse período, usar a camisinha em todas as relações sexuais. Se houver atraso menstrual, convém realizar um teste de gravidez antes de continuar a próxima injeção.

O anticoncepcional injetável evita a gravidez mas não previne de doenças sexualmente transmissíveis. Por isso, mesmo usando esse tipo de anticoncepcional, é indicado o uso de preservativo (masculino ou feminino) em todas as relações sexuais.

Muitas dúvidas sobre a primeira cartela do anticoncepcional
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Em teoria a primeira cartela já regula a menstruação e ela deve menstruar durante a pausa do anticoncepcional. A primeira cartela deve ser iniciada no primeiro dia da menstruação e a segunda cartela deve ser iniciada conforme as orientações do médico (varia dependendo do anticoncepcional, entre 4 a 7 dias é a pausa das pílulas, algumas não tem pausa). Durante o uso da primeira cartela deve-se ter cuidado, a mulher somente está totalmente protegida de gravidez a partir da segunda cartela.

Quanto dias depois de tomar o anticoncepcional injetável posso ter relação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher pode ter relações sexuais quando ela desejar, desde que de forma protegida. Caso ela queira evitar uma gravidez e estiver iniciando o uso do anticoncepcional injetável, é recomendado usar outro método adicional de apoio, como o preservativo, durante as relações sexuais no primeiro mês após a primeira injeção

O anticoncepcional injetável não previne doenças sexualmente transmissíveis (DST). Por isso, é aconselhável o uso de preservativos durante todas as relações sexuais para prevenir as DSTs. 

Após o primeiro mês de uso do anticoncepcional injetável, a medicação já produz o efeito contraceptivo.

Em geral, quando a mulher vai iniciar o método anticoncepcional injetável, é recomendado ela aplicar a primeira injeção nos primeiros dias da menstruação. Isso é indicado para assegurar que a mulher não está grávida e pode assim começar um método anticoncepcional. 

Quando a mulher já faz uso regular de outro tipo de método anticoncepcional e irá trocar para o injetável, ela pode aplicar a injeção sete dias antes de parar o contraceptivo antigo. 

No início do uso do anticoncepcional injetável (primeira injeção), um método contraceptivo adicional (camisinha) deve ser utilizado, especialmente no primeiro mês e principalmente nos casos em que a injeção foi aplicada após os sete primeiros dias da menstruação. 

Parei de tomar o anticoncepcional injetável e deixei de menstruar normalmente. O que fazer?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O anticoncepcional injetável pode causar irregularidade menstrual e é provavelmente por isso que você deixou de menstruar normalmente.

Outra reação comum dos anticoncepcionais injetáveis trimestrais é a ocorrência de sangramentos irregulares, o que pode explicar as "borras" que você referiu.

Além disso, o anticoncepcional injetável trimestral provoca uma importante atrofia do endométrio (camada interna do útero), que pode causar ausência de menstruação (amenorreia), sendo esse o seu principal efeito colateral.

Os efeitos do anticoncepcional injetável trimestral demoram de 6 a 8 meses para desaparecer depois da última injeção. Em mulheres com excesso de peso esse desaparecimento é ainda mais lento.

Cerca de 50% das mulheres que deixam de usar o anticoncepcional injetável trimestral voltam a menstruar normalmente 6 meses depois da última injeção.

Porém, em cerca de 25% dessas mulheres que interromperam o uso, o restabelecimento do ciclo menstrual normal pode demorar até 1 ano.

Portanto, só o tempo fará a sua menstruação descer novamente, pois o seu corpo precisa de um período para se recuperar e retomar o controle.

Como você parou de usar a injeção de anticoncepcional, é importante fazer uso de algum outro método contraceptivo nesse período, como, por exemplo, o preservativo. Além disso, marcar uma consulta com o/a seu/sua médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para reavaliarem o uso de um método mais adequado para você.

Leia também:

Tomei anticoncepcional injetável e continua descendo. É normal?

Dúvidas sobre Anticoncepcional Injetável

Anticoncepcional injetável tem efeitos colaterais?

Tomei meu anticoncepcional bem certinho e não desceu...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Tomou a pílula certinho não pode estar grávida e a menstruação não desceu porque não iria descer mesmo (efeito do anticoncepcional) ou não desceu porque você não deixou (pílula do dia seguinte).

Não quero engordar, qual pílula anticoncepcional tomar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As pílulas anticoncepcionais indicadas para quem não quer engordar são aquelas que possuem baixas doses de hormônios, pois estão associadas a menos efeitos colaterais, como a retenção de líquido, por exemplo.

Sabe-se que o aumento de peso que pode ocorrer ao tomar pílula anticoncepcional está relacionado com a retenção de líquido causada pelos hormônios presentes no medicamento.

Assim, o máximo que o ginecologista pode fazer é receitar um anticoncepcional com baixos níveis hormonais, pois, em geral, quanto menos hormônio, menor a retenção de líquido.

No entanto, é preciso deixar bem claro que o que funciona para uma paciente, pode não ser adequado para outra.

Os efeitos colaterais variam para cada mulher e nem todas ganham peso com o uso da pílula. Algumas podem até emagrecer, tomando o mesmo medicamento. Tudo depende do organismo e do estilo de vida de cada uma.

Veja também os artigos:

Anticoncepcional engorda?

Anticoncepcional injetável engorda?

Quais os remédios que engordam e emagrecem?

É fundamental consultar o/a médico/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral antes de começar a tomar qualquer pílula anticoncepcional para que uma avaliação inicial seja feita e a indicação da medicação seja mais apropriada ao seu caso.

5 Coisas que Podem Cortar o Efeito do Anticoncepcional
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O que pode diminuir a eficácia ou cortar o efeito do anticoncepcional injetável, adesivo ou em pílula são basicamente alguns remédios e anabolizantes, tais como:

  1. Antibióticos: A rifampicina e a rifabutina, usadas para tratar tuberculose, hanseníase e meningite, parecem ser os únicos antibióticos que comprovadamente anulam o efeito dos anticoncepcionais;
  2. Anticonvulsivantes: Remédios usados no tratamento da epilepsia, como topiramato, primidona, fenobarbital, fenitoína, carbamazepina, oxcarbazepina;
  3. Barbitúricos: São usados como antiepiléticos, calmantes e sedativos. Alguns exemplos: fenobarbital, tiopental, pentobarbital, tiamilal, barbital, entre outros;
  4. Antirretrovirais: Alguns antirretrovirais usados no tratamento do vírus HIV, como efavirenz, nevirapina, nelfinavir e ritonavir podem diminuir ou anular o efeito do anticoncepcional;
  5. Anabolizantes: Podem cortar o efeito do anticoncepcional por serem hormônios (masculinos), interferindo na metabolização dos hormônios femininos presentes no anticoncepcional, o que anula o seu efeito.

Veja aqui os medicamentos que cortam e não cortam o efeito do anticoncepcional.

Vomitar corta o efeito do anticoncepcional?

Sim, vomitar pode cortar o efeito da pílula anticoncepcional, se o vômito ocorrer em até 2 horas após tomar o medicamento. Nesses casos, deve-se tomar outra pílula para manter a eficácia do anticoncepcional.

Uma vez que foi necessário tomar um comprimido extra, para continuar a cartela a mulher deve comprar outra e tomar todas as pílulas sem pular nenhuma.

Saiba mais sobre o assunto em: Vômito e Diarreia Podem Cortar o Efeito do Anticoncepcional?

Sempre que for necessário tomar algum dos medicamentos citados ou mesmo outros remédios, fale com o seu médico ginecologista para esclarecer as possíveis interações medicamentosas que podem ocorrer com o anticoncepcional.

Leia também:

Drogas podem cortar o efeito do anticoncepcional?

Um remédio pode deixar de fazer efeito depois de tomar muitos anos?

Terminei a cartela do anticoncepcional, quando a menstruação deve vir?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Em geral, a menstruação vem entre 3 a 7 dias após terminar a cartela do anticoncepcional. 

As pílulas anticoncepcionais podem ter 21, 24 ou 28 comprimidos em cada cartela.  

Na cartela com 21 comprimidos, a mulher faz uma pausa de 7 dias entre um cartela e outra e, durante essa pausa, ela apresentará a menstruação. 

Na cartela contendo 24 comprimidos, a pausa entre as cartelas deve ser de 4 dias e, nesse período haverá a menstruação.  

Nas medicações com 28 comprimidos, a mulher menstrua quando está nos últimos 4 comprimidos da cartela. 

Para uma melhor eficácia do anticoncepcional, a mulher deve fazer o uso contínuo da pílula, realizando apenas os intervalos programados entre uma cartela e outra, evitando pausas além dessas. 

Algumas pílulas de baixa dosagem e o uso direto sem intervalos entre cartelas fazem a mulher não menstruar. Isso não significa que o efeito anticoncepcional não esteja ativo. 

Em caso de dúvidas quanto ao uso do anticoncepcional, bem como na ausência de menstruação, procure um serviço de saúde para uma avaliação. 

Tomo anticoncepcional todo mês e a menstruação não veio. O que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Em geral, a mulher que usa anticoncepcional apresenta o sangramento mensal reduzido ou mesmo ausência de menstruação. Isso é uma situação normal e não há necessidade de maiores preocupações se você faz uso adequado do anticoncepcional.

Essa ausência de menstruação ou redução do fluxo menstrual acontece pois o hormônio dos anticoncepcionais tenta imitar o ciclo menstrual da mulher, porém de uma maneira que não ocorra a ovulação e, por consequência, a gravidez. Dessa forma, a camada interna do útero (endométrio) fica constantemente fina e muitas vezes não há o que descamar e nesses casos não ocorre a menstruação.

Se você toma anticoncepcional corretamente e não houve nenhuma falha no método, como esquecimento de comprimido ou atraso para tomar a injeção, pode continuar com o anticoncepcional. Se houve alguma falha no uso nesse período, é importante aguardar algumas semanas e realizar um teste de gravidez.

Leia também:

Tomo anticoncepcional e a menstruação não veio posso estar grávida?

Tomar duas pílulas diminui a eficácia do anticoncepcional?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Tomar duas pílulas juntas não diminui a eficácia do anticoncepcional, porém não há necessidade de tomar mais de uma pílula por dia.

As pílulas anticoncepcionais foram planejadas para serem tomadas 1 a cada dia e de preferência no mesmo horário todos os dias.

Essa situação de tomar 2 pílulas no mesmo dia pode acontecer quando a mulher esquece de tomar uma pílula, e então ela deve tomar a pílula esquecida o mais breve possível. Quando o esquecimento ocorre, alguma falha pode acontecer e é recomendado o uso de outro método anticoncepcional em conjunto como o preservativo masculino ou feminino para garantir a proteção.

Caso a mulher tome duas pílulas no mesmo dia, no dia seguinte ela deve continuar a tomar a medicação normalmente tomando um comprimido por dia. Dessa forma, ela terminará a cartela um dia antes do previsto. Mesmo assim, deve fazer a pausa prevista de acordo com o anticoncepcional (alguns 7 dias e outros 4 dias) e começar a nova cartela como habitualmente.