Perguntar
Fechar

Cabeça

Bati com a cabeça na parede ontem e agora dor de cabeça?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A maior preocupação quando existe um trauma na cabeça é uma hemorragia intracraniana, mas geralmente seus sinais ocorrem nas primeiras horas após  trauma (desmaio, vômito, cefaleia intensa, sonolência e coma - dormir e não acordar mais), dor de cabeça fraca é perfeitamente esperado para alguém que bateu a cabeça e sobreviveu.

Fortes dores de cabeça, perda de visão e tonturas...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Diversas situações e doenças podem causar os sintomas de dores de cabeça, alteração visual e tonturas, dentre elas a mais comum é a enxaqueca.

Uma crise de enxaqueca pode se apresentar de várias formas, e dentro desse universo de sinais e sintomas de crises de enxaqueca, temos a enxaqueca oftálmica, a qual se caracteriza pela presença de dor de cabeça intensa, associada a perda visual momentânea além de tontura, náuseas e ou vômitos. Exatamente os sintomas relatados.

Falta agora ser avaliado e pesquisar se preenche todos os critérios para um quadro de enxaqueca. O que poderá ser feito pelo médico especialista, nesse caso, o neurologista.

Leia também: O que é enxaqueca com aura e quais os sintomas?

Contudo, a presença desses sintomas exige que outras causas sejam investigadas, especialmente se o tipo de dor for sempre na mesma localização. As outras causas podem ser:

  • Pico hipertensivo (elevação súbita da pressão arterial),
  • Lesões isquêmicas, como o AIT (acidente isquêmico transitório) ou AVC (acidente vascular cerebral),
  • Lesões tumorais (por exemplo: meningioma),
  • Distúrbios vestibulares (labirintite), entre outros.

Durante a consulta e o exame médico minucioso, o médico pode ser capaz de definir o diagnóstico em 70% das vezes, mesmo assim, devem ser solicitados alguns exames complementares para confirmação da suspeita diagnóstica.

Um dos exames mais solicitados nesse caso, é a tomografia computadorizada de crânio, entretanto, dependendo da sua avaliação, pode ainda ser necessário mais exames. Cabe ao médico avaliar e orientar caso a caso.

Recomendamos agendar uma consulta com médico clínico geral, médico de família, ou o neurologista.

Pode lhe interessar também: Qual é o tratamento da enxaqueca?

Medo, vontade de chorar, calor na cabeça e rosto vermelho?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pela sua descrição parece ser uma crise de ansiedade ou pânico (pode estar associado com problemas emocionais como estresse, ansiedade, depressão ou até síndrome de pânico), precisa ir a um médico para fazer o diagnóstico e tratamento.

Hoje a tarde levei uma pancada na cabeça...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A princípio não. Somente se no momento do trauma, ou até 6 horas após, houver sinais de alerta ou de gravidade, como:

  • Perda de consciência,
  • Vômitos,
  • Dor de cabeça intensa e refratária a medicações,
  • Sonolência em horário não habitual,
  • Alteração de força ou sensibilidade ou
  • Confusão mental.

Ou em caso de fatores de risco, como:

  • Pacientes idosos ou
  • Uso regular de anticoagulantes.

Nesses casos está sim indicada uma avaliação no serviço de emergência, aonde caberá ao médico avaliar a necessidade ou não de realizar um exame de imagem.

O exame de imagem indicado para casos de trauma, é a tomografia computadorizada de crânio, com o objetivo de descartar hemorragias intracranianas. Como é um exame que emite carga elevada de raio-x, não deve ser indicado regularmente, mas nos casos de sinal de alerta ou alto risco de lesão, deverá ser submetido.

Leia também: Tomografia de crânio: como é feita e para que serve?

Nos casos de pessoas saudáveis ou sem fatores de risco, a ocorrência de hemorragia ou contusão cerebral determinam alterações clínicas evidentes, como episódios de vômitos, cefaleia intensa e perda da consciência. Na ausência desses sintomas está indicada apenas a observação.

As primeiras seis horas são fundamentais para manter o acompanhamento, uma vez que aconteça algum dos sintomas citados, procure uma emergência imediatamente.

Tenho sentido muita tontura, sono, muita dor de cabeça...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Acredito que pode começar com um clínico geral ou um médico que você tenha mais contato e confiança, é somente uma suposição, porém se quer ir direto ao especialista talvez deva ir a um psiquiatra.

Tenho dor de cabeça constante, o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A dor de cabeça constante está entre as causas mais comuns de atendimento médico, especialmente em consultórios e ambulatórios de neurologia. Entretanto, existem diversas causas para esse sintoma, que nem sempre são de origem neurológica.

Entre as mais frequentes se destacam:

  • Hipertensão arterial
  • Enxaqueca
  • Cefaleia tensional
  • Problemas oftalmológicos
  • Problemas respiratórios
  • Tumor cerebral
  • Ansiedade e estresse

Outras causas de dores de cabeça incluem: anemia, gravidez, cefaleia por uso abusivo de analgésicos, distúrbios do sono e até alguns distúrbios endocrinológicos.

Hipertensão arterial

A hipertensão arterial muitas vezes é diagnosticada por médicos não cardiologistas, devido a queixa inicial se apresentar por dores de cabeça, ou sangramento nasal. Por isso, é mandatório no exame clínico e neurológico, a avaliação da pressão arterial do paciente.

O tratamento desse tipo de dor de cabeça é o uso de um anti-hipertensivo.

Enxaqueca

A enxaqueca é um tipo específico de dor de cabeça, que se caracteriza por dor tipo pulsátil, de localização variada, que piora com a luz e ou o barulho, associada a náuseas, vômitos e tontura. A dor pode ser incapacitante e a frequência variável. O estresse, jejum e privação de sono são fatores precipitadores de crise de dor.

O tratamento é baseado nas caraterísticas da dor de cada um, podendo ser necessário medicação diariamente, ou apenas durante as crises. O principal fator para essa definição, é a frequência de dor por mês ou intensidade.

Cefaleia tensional

A cefaleia tensional, se caracteriza pela dor tipo "aperto", geralmente em toda a cabeça, de intensidade variada, que pode durar dias, precipitada por períodos de estresse ou preocupações. A cefaleia tensional pode gerar aumento da pressão arterial.

O tratamento deve se basear na intensidade da dor, com anti-inflamatórios não esteroides associados ou não a relaxantes musculares.

Problemas oftalmológicos

Os problemas de visão, como miopia, uso irregular de óculos, glaucoma, entre outros, também são causas frequentes de dores de cabeça constante. Nesses casos a queixa é mais prevalente ao final do dia, pelo esforço exercido durante todo o dia. Costuma ter história prévia de dificuldade visual, embora não seja obrigatório.

Problemas respiratórios

Os problemas respiratórios como rinite, sinusite crônica, asma ou bronquite, comprometem a oxigenação cerebral, seja por obstrução direta, pela respiração bucal ou por quadro de broncoespasmo, ocasionando a queixa de cefaleia.

O tratamento será voltado para o problema em questão.

Tumor cerebral

Os tumores no cérebro não costumam causar dor, porém quando atingem dimensões maiores e comprimem alguma estrutura, causam sinais e sintomas relacionados àquela região. Por exemplo, fraqueza de um lado do corpo ou "dormência" em algum membro.

Contudo em alguns casos, como nos meningiomas, é comum a queixa de dor de cabeça. Os meningiomas são tumores benignos da meninge, membrana que recobre o que protege o cérebro e medula. Nesse caso, a cefaleia é constante e localizada na região acometida.

Na maioria dos casos, o tratamento é cirúrgico.

Ansiedade e estresse

Os problemas de ansiedade e estresse, costumam causar dores de cabeça decorrente da tensão muscular involuntária promovida pela doença. Além do aumento de neurotransmissores adrenérgicos e por vezes, aumento de pressão arterial.

Portanto, para definir a causa de uma dor de cabeça, diversos fatores devem ser levados em conta. Procure um médico clínico geral ou neurologista para avaliação e conduta mais adequadas para cada caso.

Leia também : Estou com muita dor de cabeça só do lado direito. O que pode ser? Preciso realizar exames?

Cafeína tira a dor de cabeça?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, a cafeína pode tirar a dor de cabeça. Acredita-se que a propriedade que a cafeína tem de dilatar os vasos sanguíneos do corpo e contrair os vasos sanguíneos do cérebro, seja, pelo menos em parte, responsável pelo alívio de algumas dores de cabeça conseguido pela ingestão de cafeína.

Substâncias que dilatam os vasos sanguíneos, como o álcool, pode causar dores de cabeça vasculares. Já a cafeína tem ação vasoconstritora, ou seja, contrai os vasos sanguíneos, o que pode ajudar a combater a dor causada pela dilatação dos vasos sanguíneos da cabeça.

A cafeína é frequentemente adicionada a medicamentos para dor porque melhora a absorção e aumenta o efeito analgésico do remédio.

Muitos pacientes afirmam que uma xícara de café forte pode ajudar a aliviar uma enxaqueca ou até mesmo acabar com ela, quando tomada logo no início da dor de cabeça.

Falta de cafeína dá dor de cabeça?

É importante lembrar que pessoas que consomem grandes quantidades de cafeína, como as que bebem café em excesso, podem apresentar vários sintomas quando deixam de ingerir a substância durante mais tempo que o habitual.

Um dos sintomas da abstinência da cafeína é a dor de cabeça. Nesses casos, a dor de cabeça costuma surgir principalmente quando a pessoa acorda mais tarde que o normal.

Isso acontece porque depois de tantas horas, os níveis de cafeína na circulação sanguínea já baixaram muito, causando sintomas, entre eles a dor de cabeça.

Este tipo de dor de cabeça geralmente é latejante, semelhante à dor da enxaqueca, e só costuma passar depois de uma ou duas xícaras de café.

Outros sintomas que a falta de cafeína pode causar:

  • Taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos);
  • Alterações na pressão arterial, metabolismo e apetite;
  • Insônia;
  • Agitação;
  • Tremores.

Para maiores esclarecimentos sobre os efeitos da cafeína no tratamento da dor de cabeça, fale com o/a seu/sua médico/a de família ou com o/a médico/a neurologista.

Ansiedade causa falta de ar constante e dor de cabeça?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A ansiedade é uma possibilidade sim, devido aos efeitos secundários do distúrbio, no entanto, esse é um diagnóstico de exclusão, ou seja, todas as outras causas possíveis para esses sintomas devem ser devidamente excluídas para poder confirmá-lo.

O médico responsável por confirmar o diagnóstico de transtorno de ansiedade é o psiquiatra, mas pode procurar também um clínico geral ou médico da família para descartar outras causas que não o transtorno de ansiedade.

Quais são as causas de falta de ar e dor de cabeça constantes?

Causas comuns de falta de ar são: Bronquite; asma; infecção pulmonar (pneumonia); doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), comum nos tabagistas de longa data; doença do refluxo gastroesofágico; problemas cardiológicos (infarto, pericardite, angina); viroses e problemas psicológicos (ansiedade e estresse).

A própria falta de ar, quando leva a um distúrbio respiratório, com dificuldade na troca gasosa pulmonar, gera uma retenção maior de gás carbônico e consequentemente uma menor absorção de oxigênio. Com isso, menor oxigenação cerebral, justifica o quadro de dores de cabeça.

O que é a ansiedade?

A ansiedade e o medo, são sentimentos normais experimentados por todas as pessoas, como resposta adaptativa do corpo, a alguma situação de estresse ou de risco. Essa resposta é mediada pelo sistema nervoso autônomo e eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, que liberam neurotransmissores estimuladores, durante sua reação.

A liberação desses neurotransmissores, são responsáveis pelos sintomas de agitação, taquicardia, suor frio, tremores, espasmo esofagiano (levando a sensação de "bolo na garganta"), por vezes aumento da pressão arterial, confusão mental e esquecimentos.

Essa sensação se torna um problema, ou um "transtorno", quando a resposta passa a ser exagerada, ou sem motivos aparentes, causando uma sensação de ansiedade constante, desagradável e prejudicial à vida da pessoa. Quadro que definimos como Transtorno de ansiedade generalizada.

Portanto, recomendamos que, tendo sido avaliada quanto a essas queixas por diversos médicos e a suspeita foi de transtorno de ansiedade, deve agora procurar um médico psiquiatra, para avaliação e definição dessa possibilidade, ainda, dar início ao tratamento mais adequado.

O transtorno de ansiedade pode sim ter cura, por isso seu tratamento não deve ser postergado.
Toda vez que tenho dor de cabeça sai herpes na boca?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Existem duas possibilidades: a herpes causa a dor de cabeça (então a dor se manifesta um pouco antes da erupção da herpes, é um sinal da atividade viral), ou a erupção da herpes é causada pelo mesmo fator que causa a dor de cabeça (neste caso recai a suspeita sobre problemas de ordem emocional, que podem causar a dor de cabeça e a erupção das lesões do herpes).

Tenho dores de cabeça, tonturas e apagões o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Dores de cabeça, tontura e apagões, são sintomas que podem representar diversas doenças físicas e também algumas emocionais, sendo assim, para iniciar a investigação e definir a causa do seu problema, deve procurar um médico clínico geral ou um neurologista.

Os problemas cardiovasculares representam as causas mais frequentes para essas queixas, e podemos citar como as principais: o Pico hipertensivo, "Entupimento" das artérias carótidas e Hipotensão postural.

O pico hipertensivo, ou seja, o aumento súbito da pressão arterial, leva a uma redução do fluxo cerebral, resultando nesses sintomas. Pode ser decorrente do uso incorreto das medicações, ou mesmo, o atraso no diagnóstico de hipertensão arterial.

O "entupimento" das artérias carótidas, se caracteriza pela obstrução do fluxo devido ao acúmulo de gordura nesses vasos, e por ser a principal artéria nutridora do cérebro, quando o fluxo está obstruído, mesmo que parcialmente, diminui o aporte de sangue e oxigênio para esse órgão, resultando nos sintomas descritos.

A hipotensão postural, se caracteriza por uma diminuição da pressão arterial de maneira abrupta, reduzindo o volume de sangue para o cérebro, devido a ação da gravidade, e com menor fluxo sanguíneo cerebral, como as situação acima, acaba por ocasionar esses sintomas.

Saiba mais no link: O que é hipotensão arterial e quais os sintomas?

Entretanto, outras situações podem causar esses mesmos sintomas, como Gravidez, Enxaqueca, Epilepsia, Sinusite, Labirintite, Vertigem Posicional Paroxística Benigna (VPPB), Desidratação, Jejum prolongado (hipoglicemia), Crise de ansiedade, Crise de pânico, e muitas outras.

Portanto, dependendo da sua história clínica e exame físico, caberá ao médico elaborar as hipóteses diagnósticas, pedir os exames complementares e dar as devidas orientações, para cada caso.

Leia também: Qual o tratamento e prevenção para hipertensão arterial?

Últimos meses tenho tido dores de cabeça fortes, quase todos os dias no mesmo horário. É alguma doença?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Dores de cabeças em crises com hora certa para acontecer geralmente entra dentro dos diagnósticos diferenciais de enxaqueca, como a principal causa de enxaqueca são os problemas emocionais, repousa sobre você o que seu médico chamou de "estresse". Normalmente quem cuida de dor de cabeça é a especialidade médica: neurologia.

Quando há pancada intensa na cabeça pode levar a hemorragia?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pancada muito forte na cabeça pode causar hemorragia sim. A cirurgia é necessária se for uma hemorragia grande (grande é algo bastante relativo neste caso). Qualquer cirurgia oferece risco, este tipo mais ainda. Hemorragia ou coágulo tem quase o mesmo significado nesta situação (coágulo só é formado se houver a hemorragia).