Café

Minha menstruação veio parecendo borra de café e bem pouca?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Esse sangramento pode ser algum sangramento de escape que ocorreu durante o ciclo menstrual, mas pode ser outro tipo de sangramento que deve ser devidamente avaliado.

Em geral, a secreção do tipo clara de ovo identifica o período fértil da mulher. A realização de relações sexuais desprotegidas nesse período pode resultar em gravidez.

Os primeiros sintomas de gravidez começam a surgir a partir da 5ª ou 6ª semana de gestação. Em geral, o primeiro sintoma da gravidez é a ausência de menstruação ou atraso menstrual detectado quando a menstruação não vem no período esperado.

Após este sintoma, outros podem ser percebidos no início da gestação como:

  • Náusea e vômitos;
  • Aumento da sensibilidade nas mamas;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Cansaço.

A possibilidade de estar grávida deve ser sempre ponderada nas mulheres em idade fértil que tenham tido relações sexuais desprotegidas.

Por isso, na presença dos sintomas elencados por você, seria indicada a realização do exame de detecção da gravidez, o beta hCG juntamente com a ida à consulta médica para uma avaliação.

Café - Benefícios e malefícios
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O consumo moderado de café (duas a quatro xícaras ao dia) exerce efeito na prevenção de doenças como depressão, cirrose hepática, doença de Alzheimer, asma, diabetes tipo 2, cálculos biliares, câncer de intestino, alguns tipos de dores de cabeça, doença de Parkinson. Previne o consumo de drogas e álcool. Melhora a atenção e desempenho mental. Contém vitaminas, sais minerais, antioxidantes que combatem os radicais livres e cafeína, a principal amina ativa do café, que é absorvida rapidamente e chega ao cérebro em cerca de 20 minutos após a ingestão, onde age aumentando a influência do neurotransmissor dopamina.

A cafeína é um estimulante e como tal pode interferir no sono e causar insônia. Seu uso durante a gravidez é desaconselhado devido ao aumento do risco de aborto e mal formações congênitas. O uso regular da cafeína pode levar ao vício e a descontinuidade da ingestão de café nessas situações leva a sintomas de abstinência como dor de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração e rigidez muscular.

Leia também: Cafeína tira a dor de cabeça?

O consumo exagerado pode levar a alguns malefícios que são atribuídos ao uso do café. Efeito diurético e perda de minerais e vitaminas, causando enfraquecimento do organismo. Possui uma relação direta com a doença fibrocística que é precursora do câncer de mama. Pode causar irritação da pele e outras doenças dermatológicas como verrugas e psoríase e favorecer o aparecimento de pólipos intestinais. Provoca aumento da secreção de ácido cloridrico (azia constante) no estômago levando ao aparecimento de gastrite e úlcera.

Quem tem pressão alta pode tomar café?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, quem tem pressão alta pode tomar café.

O consumo de café pode aumentar a pressão arterial momentaneamente em pessoas que não tomam café regularmente.

Para as pessoas que fazem uso frequente de café, essa alteração na pressão arterial não causa um efeito expressivo em seu aumento.

Segundo as Diretrizes Brasileiras de Hipertensão, publicadas em 2010, os riscos da cafeína aumentar a pressão arterial, em  doses  habituais, são irrelevantes.

Porém, o seu consumo frequente não está associado a um aumento significativo da pressão arterial, pois, nesses casos, o organismo desenvolve tolerância à cafeína.

De fato, as evidências dos estudos mais recentes não confirmaram que tomar café sejam um fator de risco para pacientes hipertensos.

A única recomendação é que o paciente não tome café uma hora antes de medir a pressão arterial, pois a cafeína pode elevar a pressão arterial momentaneamente e influenciar o resultado.

Leia também:

Quem tem pressão alta pode consumir gengibre?

7 Maneiras de Baixar a Pressão Alta

Tive uma menstruação tipo borra de café e não veio mais...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode ser gravidez, alguma alteração hormonal, ou outra situação ou doença que posso estar causando esses sintomas (até problemas emocionais podem causar isso).

Sangramento borra de café é considerado o primeiro dia da menstruação?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Pode ser considerado, a depender do seu padrão menstrual e dos próximos dias que se seguem ao sangramento em borra de café. Algumas mulheres podem iniciar o período menstrual com sangramento em borra de café, ou mais amarronzado e depois segue-se o sangramento vermelho vivo, podendo ou não no final da menstruação voltar a apresentar a cor mais marrom. É importante estar atenta ao seu padrão menstrual, embora também possam ocorrer variações de ciclo para ciclo.

No caso de a mulher fazer uso de anticoncepcional o aspecto da menstruação também pode mudar, isto porque o sangramento durante o uso de anticoncepcionais é na verdade um sangramento decorrente da privação hormonal e não um sangramento menstrual.

Contudo, caso o sangramento em borra de café venha numa situação eventual, por exemplo, por 1 ou 2 dias apenas, ou fora do período esperado para a menstruação é provável que trate-se de um spotting, que é o termo usado para o sangramento de escape, que é um tipo de sangramento muito comum em usuárias de anticoncepcionais hormonais.

Saiba tudo sobre menstruação e escapes aqui.

No caso de mais dúvidas consulte o seu médico de família ou ginecologista para esclarecimentos.

Faço uso da fluoxetina, cafeina não inibe o seu efeito?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Cafeína não é indicado para quem tem problemas de nervos como ansiedade, porque pode deixar a pessoa mais nervosa, não há problemas em tomar café e tomar fluoxetina.

Grávida pode tomar café?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Grávida pode tomar café, desde que seja com moderação, não ultrapassando de 1 a 2 copos por dia.

O metabolismo da cafeína é reduzido na gestante, o que faz com que a cafeína circule por mais tempo na corrente sanguínea da mulher e do feto.

A cafeína é um estimulante encontrado no café, chocolate, chás, refrigerantes e energéticos e ao atravessar a placenta há possibilidade de aumentar o risco de aborto, parto prematuro e comprometimento do desenvolvimento fetal.

Como os estudos científicos realizados em gestantes são limitados, é prudente que a gestante limite o consumo de cafeína ao longo da gestação para reduzir os potenciais riscos de efeitos adversos.

Em caso de dúvida, consulte seu ginecologista ou médico de família.

Café corta o efeito do anticoncepcional?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não.  O consumo de café não corta o efeito dos anticoncepcionais, quando a medicação é utilizada de forma correta, sem interrupção, 1x ao dia, diariamente e sempre que possível no mesmo horário.

Situações que podem alterar ou cortar o efeito dos anticoncepcionais são em geral relacionadas ao uso de medicações como antibióticos, anticonvulsivantes, antirretrovirais e por vezes, situações de saúde como uma infecção ou presença de náuseas com vômitos.

Saiba mais sobre o assunto no link abaixo:

Vômito e Diarreia Podem Cortar o Efeito do Anticoncepcional?

Lembre-se sempre de informar ao médico que esteja lhe prescrevendo qualquer medicação, que faz uso de anticoncepcionais, evitando assim o risco de interação medicamentosa ou efeitos colaterais indesejáveis.

O médico/a ginecologista é o especialista nesta área, nos casos de dúvidas ou maiores esclarecimentos agende uma consulta.

Também pode lhe interessar os links abaixo:

Estou com um pequeno sangramento tipo borra de café?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A princípio parece ser mesmo a menstruação, porém mais detalhes devem ser avaliados para confirmar essa hipótese.

A menstruação, principalmente nas mulheres que fazem ou fizeram uso prolongado de anticoncepcionais, pode se apresentar com menor volume e coloração alterada, devido a ação dos hormônios.

Entretanto, se houve relação sem proteção durante o último mês, não podemos descartar uma possível gestação, sendo assim o sangramento poderia representar o que chamamos de sangramento de "nidação", uma espécie de sangramento causado pela implantação do óvulo na parede do útero. Embora, nesse caso, o sangramento costume ser de coloração mais clara, rósea, e não "borra de café".

A melhor forma de distinguir o sangramento de menstruação do sangramento de nidação, é exatamente avaliar o período em que se encontra no ciclo menstrual. No seu caso, dentro do período da menstruação, fala mais a favor de ser a própria menstruação.

Sendo assim, se sentir sintomas sugestivos de gravidez, como maior sensibilidade nas mamas, náuseas, vômitos matinais e aumento de apetite, procure uma unidade de atendimento básico para realização do teste de gravidez, ou faça um teste de farmácia.

Leia também: Os 7 primeiros sintomas de gravidez: descubra se você está grávida

Se for mesmo uma menstruação, os sintomas não devem durar mais do que 5 a 7 dias.

De qualquer forma, outras doenças podem causar sangramento, por isso se permanecer o sangramento, não deixe de procurar seu médico de família, ou ginecologista para avaliação e maiores esclarecimentos.

Saiba mais sobre o tema no link: Dá para confundir sangramento de nidação com menstruação escura?

Tenho cólicas e vem uma borra de café quando menstruo?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Pode ser normal em algumas situações, por exemplo, caso você faça uso de anticoncepcional oral, injetável ou DIU de levonorgestrel, esse sangramento pode ser um efeito esperado do uso desses medicamentos, já que esses métodos contraceptivos podem reduzir o fluxo menstrual ou mesmo cessar o sangramento menstrual.

Em alguns momentos da vida também pode ocorrer uma certa redução importante do fluxo menstrual ou ciclos menstruais muito longos e irregulares como na adolescência, durantes os primeiros ciclos menstruais ou no período peri-menopausa.

No seu caso é importante estar atentos a outros sinais ou sintomas que possam estar presentes e acompanham esse quadro de menstruação escassa, pois é possível tratar-se de outras condições que levam a esse quadro de menstruação em pequena quantidade, consulte um médico para uma avaliação.

Menstruação em pequena quantidade

O fato de não menstruar ou menstruar muito pouco apenas durante um dia pode também indicar um caso de oligomenorreia, situação em que os ciclos são demasiados longos e a a menstruação é miníma.

A oligomenorreia pode ser um indicador de ciclos anovulatórios, ou seja, ciclos nos quais a mulher não ovula, e pode ter diferentes causas.

Entre as principais causas destacam-se:

  • Síndrome dos Ovários Policístico;
  • Distúrbios relacionados ao peso como obesidade, magreza excessiva, anorexia, bulimia ou realização de exercício físico intenso;
  • Hipotireoidismo;
  • Hiperprolactinemia;
  • Disfunções hipofisárias;
  • Alguns medicamentos com composição hormonal, ou alguns antipsicóticos, anticonvulsivantes, tranquilizantes e anticoagulantes.

A idade também é um importante fator a ser considerado e avaliado nos quadros de hipomenorreia e oligomenorreia isto porque tanto adolescentes durante os primeiros ciclos menstruais, quanto mulheres no período peri-menstrual podem apresentar irregularidade menstrual com períodos anovulatórios e em consequência pequena quantidade de sangramento menstrual ou ciclos menstruais muito longos.

Nas adolescentes muitas vezes esses sintomas de anovulação ocorrem por imaturidade do eixo hipotálamo-hipofisário, um eixo que regula a produção de hormônios relacionados a ovulação e ciclo menstrual.

Já nas mulheres no período peri-menopausa, a irregularidade menstrual se deve a progressiva falência ovariana, que ocasiona também importantes mudanças hormonais.

Caso apresente ciclos menstruais muito curtos com duração menor de 2 dias ou muito longos com duração maior que 45 dias, consulte o seu médico de família ou ginecologista para uma avaliação inicial.

Também pode ser do seu interesse:

O que pode alterar o ciclo menstrual?

Quem sofre de ansiedade pode tomar café?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Pode, mas com moderação e de preferência descafeinado, isto porque em algumas pessoas que sofrem de ansiedade o café pode piorar os sintomas ansiosos, ou causar sintomas semelhantes aos da ansiedade, como agitação, taquicardia e nervosismo. Além disso, também pode prejudicar a qualidade do sono, a depende da quantidade do consumo e da hora que for tomado.

Para evitar esses sintomas é importante reduzir ao mínimo a quantidade de café tomada ao dia, como por exemplo, tomar apenas uma xícara de café durante a manhã, ou ainda, preferir as versões descafeinadas, já que a cafeína é uma das principais causas dos sintomas ansiosos.

O café em pequenas doses pode inclusive ser benéfico, no sentido de aumentar a atenção e atividade cognitiva.

Café causa ansiedade?

O café pode causar sintomas ansiosos ou piorar os sintomas de ansiedade em quem já tem transtorno de ansiedade, principalmente em pessoas que apresentam Transtorno de Pânico ou Transtorno de ansiedade generalizada. Também sabe-se que os homens são mais sensíveis ao efeito da cafeína do que as mulheres.

No entanto, não é o café em si que causa os transtornos de ansiedade, já que esse tipo de transtorno é multifatorial, ou seja, tem origem em diferentes causas. O café pode apenas piorar ou desencadear sintomas em pessoas mais susceptíveis.

Além disso, os sintomas decorrentes do uso de cafeína são semelhantes aos sintomas de uma crise de ansiedade como tremores, taquicardia, agitação, sudorese, distúrbios gastrointestinais e a própria sensação de ansiedade, o que pode contribuir para confundir o quadro e inclusive piorar ainda mais a ansiedade em quem já tem esse distúrbios ansiosos.

Caso perceba que o café está induzindo sintomas ansiosos e deseje reduzir a quantidade de café ingerida converse com o seu médico, visto que muitas pessoas tem dificuldade em diminuir o consumo de café e apresentam efeitos adversos decorrentes da falta de cafeína.