Perguntar
Fechar

Depilação

Como deve ser a depilação para o parto?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A depilação para o parto normal ou cesárea não é diferente da depilação íntima habitual. Não há nenhuma recomendação especifica sobre a depilação intima, a mulher pode depilar como preferir ou mesmo não depilar.

A única indicação é que a depilação não seja realizada próxima ao parto, pois qualquer arranhão, corte ou pelo encravado pode infeccionar ou inflamar.

A depilação não provoca parto prematuro. A recomendação de não se depilar antes do parto é apenas para evitar a formação de portas de entrada para bactérias e prevenir infecções e inflamações.

Além disso, os pelos não atrapalham o parto. Se o médico achar necessário, ele próprio faz a depilação no local do corte, em caso departo cesárea, ou apara os pelos, se for parto normal.

Caso decida fazer a depilação, pode fazê-la normalmente. Se tiver dúvidas se deve ou não fazer depilação antes do parto, fale com o médico obstetra ou médico de família responsável pelo seu pré-natal.

Também pode lhe interessar:

Quais são os sinais de trabalho de parto?

O que é parto humanizado?

Depilação a laser dói? Como funciona?

Depilação a laser pode causar alguma dor, mas isso depende da pessoa. Em algumas dói, enquanto que em outras não. Além disso, com a evolução das técnicas, a depilação a laser tornou-se bem menos dolorosa. Se houver muita dor ou incômodo, pode ser utilizado um creme anestésico antes do procedimento.

A dor também depende do tipo de laser que é utilizado para fazer a depilação. Grande parte das depilações a laser é feita com laser fototérmico, que aquece o tecido e pode causar efeitos colaterais como manchas e até queimaduras, se não for utilizado corretamente.

Já o laser fotoacústico produz um efeito mecânico e praticamente não produz calor. A pessoa quase não sente dor, apenas um incômodo. Além disso, essa técnica de depilação a laser protege a pele do efeito térmico, reduzindo o risco de efeitos colaterais.

A depilação a laser funciona da seguinte forma: o aparelho emite um feixe de luz altamente concentrado, que é absorvido pela melanina (substância que dá ao pelo) e atinge a raiz do pelo na sua fase ativa de crescimento. A energia absorvida aumenta a temperatura no folículo piloso, aquecendo e destruindo as suas estruturas. Como resultado, o pelo é eliminado e o seu crescimento é inibido.

Em média, são necessárias de 8 a 10 sessões de depilação a laser para obter os resultados pretendidos. O intervalo entre as sessões varia entre 3 e 5 semanas. Em cada sessão são destruídos os pelos que estão na fase ativa. Daí a necessidade de se fazer várias sessões, já que nem todos os pelos estão na fase ativa ao mesmo tempo.

Após a depilação a laser podem ocorrer vermelhidão e um pequeno inchaço no local, que desaparecem rapidamente. Também pode haver formação de crostas em alguns casos. O uso incorreto do aparelho pode provocar queimaduras irreversíveis e até cegueira, se o laser atingir o olho.

Por isso a depilação a laser deve ser realizada por um profissional devidamente habilitado, preferencialmente um médico dermatologista.

Saiba mais em: Depilação a laser na virilha é definitiva?

Depilação a laser na virilha é definitiva?

Não, depilação a laser na virilha, axila ou qualquer outro local, não é definitiva. O pelo que é atingido em plena fase de crescimento não volta a crescer. Contudo, aqueles que estão em outras fases voltam a nascer novamente depois de algum tempo.

Pois isso a depilação a laser não é definitiva, já que é praticamente impossível eliminar todos os pelos definitivamente. No entanto, o tratamento é capaz de bloquear o crescimento de até 90% dos pelos. É a chamada redução permanente de pelos.

Contudo, para ter a certeza que um pelo foi eliminado de forma definitiva é preciso esperar de 4 a 12 meses depois da última depilação. Também é importante fazer uma ou duas sessões de manutenção por ano, para eliminar os pelos que ainda podem voltar a crescer.

Após várias sessões de depilação a laser e com a manutenção, é possível eliminar permanentemente a maioria dos pelos e aproximar-se de uma depilação definitiva. O número de sessões necessárias para conseguir reduzir definitivamente os pelos depende da quantidade e do tipo de pelo, além do equipamento utilizado.

A depilação a laser deve ser realizada por um profissional devidamente habilitado, de preferência um médico dermatologista.

Saiba mais em: Depilação a laser dói? Como funciona?

Posso fazer depilação a laser, se faço secagem de varizes?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Precisa perguntar isso para o médico que está tratando você.