Perguntar
Fechar

Dor

Barriga inchada, azia, dor nas costas e muita fome. Pode ser gravidez?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Barriga inchada, azia, dor nas costas e muita fome podem ser sintomas de gravidez, principalmente porque a sua menstruação está atrasada, que é o indício mais evidente de que você pode estar grávida.

Os primeiros sintomas de gravidez normalmente surgem a partir da 5ª ou 6ª semana de gestação, ou seja, cerca de uma a duas semanas depois do dia esperado da menstruação. 

O atraso menstrual é o primeiro sinal, que pode vir acompanhado de náuseas e vômitos, aumento da sensibilidade nos seios, aumento da frequência urinária e cansaço.

Conforme a gravidez avança, começam a aparecer outros sintomas, que incluem barriga inchada, azia, prisão de ventre, desconforto na região pélvica, variações de humor, falta de ar, escurecimento dos mamilos, tontura e aumento do apetite, principalmente para um determinado tipo de alimento.

Porém, é comum a mulher sentir a barriga um pouco mais inchada nos dias que antecedem a menstruação.

Se a sua menstruação estiver com mais de uma semana de atraso, faça um teste de gravidez de farmácia ou procure uma unidade de saúde. Se o resultado for positivo, consulte o/a médico/a de família ou ginecologista para uma consulta de avaliação e/ou início do pré-natal, se for o caso. 

Também podem lhe interessar:

Sintomas de Gravidez

Existem doenças com sintomas parecidos com gravidez?

Como tratar dor de ouvido?

Para tratar a dor de ouvido é necessário utilizar remédios antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios, de uso tópico (gotas, pomadas) ou por via oral. Esses medicamentos devem ser prescritos por um médico, de acordo com as causas da dor de ouvido.

Alguns dos medicamentos usados no tratamento da dor de ouvido incluem:

  • Otosporin;
  • Panotil;
  • Otomicina;
  • Otosynalar.

É preciso lembrar que nem todas as dores de ouvido são causadas por otites (inflamações no ouvido). Elas também podem ter origem na garganta, nos dentes ou ainda na articulação temporomandibular (ATM).

No entanto, as otites são asprincipais causas de dor de ouvido, podendo ser externas ou internas, de acordo com a localização anatômica.

Como tratar otite externa?

O tratamento desse tipo de dor de ouvido, que costuma ser muito intensa, é feito com medicamentos tópicos em gotas ou pomadas.

As otites externas caracterizam-se pela inflamação da pele da orelha externa, normalmente causada por excesso de umidade e traumatismos provocados por cotonete ou outros objetos.

Como tratar otite interna (média)?

O tratamento da otite média é feito com remédios por via oral. Medicamentos em gotas normalmente não aliviam esse tipo de dor de ouvido, pois o tímpano impede a sua absorção.

Na maioria dos casos, é possível tratar a otite média apenas com medicamentos analgésicos ou anti-inflamatórios.

Porém, crianças com menos de 2 anos e pacientes que apresentam febre devem ser tratados com antibióticos para aliviar os sintomas e prevenir complicações.

Leia também: Otite pode causar surdez ou perda de audição?; Uma otite pode virar meningite?

A otite média é uma inflamação do ouvido ou orelha média, uma cavidade localizada atrás do tímpano. Lembrando que o tímpano separa a orelha média da externa.

Veja aqui quais são os sintomas de ouvido inflamado.

Este tipo de otite geralmente envolve a tuba auditiva (trompa de Eustáquio), uma estrutura que liga o ouvido médio à porção mais profunda no nariz, a nasofaringe.

A infecção pode ocorrer quando secreções nasais infectadas passam pela tuba auditiva e chegam à orelha média, levando à inflamação.

Como tratar dor de ouvido em bebês?

Em bebês, de acordo com o tipo de infecção e a indicação do médico pediatra, o tratamento da dor de ouvido pode incluir:

  • Antibióticos por via oral;
  • Antibióticos e anti-inflamatórios em gotas;
  • Curativos e higienização da secreção.

Os antibióticos podem ser mantidos por até duas semanas, mesmo que a dor no ouvido e a febre já tenham desaparecido.

O paracetamol pode ser usado para aliviar a dor, além de gotas com anestésicos associados com medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos.

Além disso, recomenda-se evitar o contato da orelha do bebê com a água durante o banho.

Como aliviar a dor de ouvido em bebês e adultos?

Além dos medicamentos prescritos pelo médico, a aplicação de calor no local pode auxiliar no alívio da dor de ouvido.

Para isso, basta aquecer um pano com o ferro de passar roupa ou com o secador de cabelo e colocar sobre o ouvido.

Como prevenir dor de ouvido?
  • Não deixar entrar água no ouvido;
  • Evitar usar cotonetes;
  • Não introduzir objetos no ouvido;
  • Aplicar 2 ou 3 gotas de óleo mineral ou vegetal antes e depois de entrar em piscinas, rios, lagoas ou no mar; essas substâncias impermeabilizam e secam a pele do ouvido, evitando a proliferação das bactérias causadoras da inflamação;
  • Controlar doenças alérgicas e inflamatórias que atingem as fossas nasais.

Em caso de dor de ouvido, consulte um médico clínico geral, médico de família ou otorrinolaringologista.

Tontura, ânsia de vomito e dormência...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A probabilidade de serem sintomas associados a algum problema de ordem emocional é grande. Pode procurar um clínico geral mesmo, caso haja necessidade ele te encaminhará a um especialista.

Posso estar entrando em trabalho de parto prematuro?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Dores como as que você cito são muito comuns durante a gravidez. para algumas mulheres estar grávida é só felicidade e para algumas que tem muitos sintomas, principalmente dor a felicidade de estar grávida e de certa forma obscurecida pela dor. O melhor de tudo é que suas dores tem hora marcada para terminar. Depois começam outras preocupações, mas dai já é outra história...

Dores durante a gestação que preocupam são dores na barriga (útero) tipo cólica que vem e some e depois de alguns minutos retorna, acompanhada sempre do endurecimento temporário da barriga (útero), estas dores vão ficando cada vez mais fortes até tornarem-se insuportáveis e você começa a perde secreção pala vagina parecida como um catarro; esses são os sinais de parto e indicam necessidade de procurar um hospital.

Minha filha está com dor no peito, costas e falta de ar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Assim sem ver, examinar, ou acompanhar sua filha fica difícil dizer qualquer coisa, estranho é o diagnóstico de ataque cardíaco, o que na verdade isso significa? Ataque cardíaco é um diagnóstico de qual doença? A maioria absoluta desse casos com sintomas semelhantes ao de sua filha está relacionado com sintomas de esfera emocional, mas com essa história o ideal é voltar ao médico.

Leia também: O que fazer no caso de dor no peito?

Meu marido toda vez que ele come peixe fora de casa...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

1 - Só há uma coisa a fazer nesse caso: ele não comer peixe fora de casa; (que coisa esquisita, é uma característica bem estranha e peculiar); o ideal é ver de uma forma geral a alimentação do seu marido anda muito "ruim", o ideal nesses casos é reduzir as carnes e alimentos poucos saudáveis por alimentos mais saudáveis, principalmente de origem vegetal (isso pode ajudar a reduzir esse cheiro);

2 - O que o seu marido e você provavelmente têm é uma infecção por um germe chamado Gardnerella (é o mais provável) podem ser outros germes que também causam esses tipos de sintomas, precisam ir ao médico e tratar (tratamento para os dois).

É normal sentir enjoo e dor no período fértil?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, enjoo e dor pélvica, ou no baixo ventre, durante o período fértil é normal para algumas mulheres. As variações hormonais desse período podem estar por trás das náuseas, enquanto que a dor tipo cólica é decorrente da própria ovulação em si.

A dor no período fértil pode ser em cólica ou em pontada, de leve a moderada intensidade, ocorre sempre na mesma fase do ciclo menstrual e geralmente dura de minutos a horas, podendo ainda persistir por 2 ou 3 dias em alguns casos. É também chamada de dor do meio ou Mittelschmerz.

Os sintomas do período fértil variam bastante de mulher para mulher. Algumas podem ficar com as mamas inchadas e doloridas ou podem apresentar alterações de humor, aumento do apetite e da libido, ou ainda leve sangramento. 

No entanto, os sintomas mais evidentes do período fértil são as modificações que ocorrem no muco vaginale o aumento da temperatura corporal. O muco fica mais abundante e transparente na ovulação, parecido com uma clara de ovo. Já o aumento da temperatura ocorre devido ao hormônio progesterona, que provoca uma ligeira elevação de 0,3ºC a 0,8ºC na temperatura do corpo.

A mulher pode verificar as alterações do muco introduzindo os dedos na vagina para obter uma amostra da secreção, enquanto que o aumento da temperatura deve ser medido com um termômetro logo pela manhã ao acordar, antes de sair da cama e fazer qualquer esforço.

Apesar dos enjoos e da dor serem normais no período fértil, eles também podem ser sintomas de diversos problemas de saúde, por isso é recomendável consultar um médico de família, clínico geral ou ginecologista caso eles persistam.

Leia também:

É normal ter sangramento durante o período fértil?

Quais os sintomas do período fértil?

O período fértil pode mudar de mês para mês?

Porque a mulher grávida sente muita dor no pé da barriga?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Existem vários motivos para isso acontecer: crescimento do útero e distensão dos seus ligamentos, afastamento dos ossos da bacia, peso da barriga e a lordose fisiológica associada ao peso da barriga, infecções urinárias e vaginais.

Frio na barriga e dor na nuca, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Frio na barriga e dor na nuca podem não estar relacionados ou ser causados por estados de ansiedade. 

O frio na barriga é uma queixa geralmente relacionada à estados de ansiedade, quando ela mantém-se o tempo todo, sem um motivo claro​, pode estar ocorrendo um estado anormal de ansiedade generalizada. Nesse caso, a ansiedade pode ser tratada com medicamentos, terapias psicológicas e técnicas de relaxamento. Outros sintomas de ansiedade podem ser: inquietação, cansaço, palidez, sudorese, tensão muscular, respiração e coração acelerados.

A dor na nuca é um sintoma comum à várias doenças, como pressão alta, problemas na coluna cervical e contração muscular, sendo necessária a investigação de outros sinais e sintomas que possam estar presentes. No caso da pressão alta (hipertensão), pode ocorrer também dor de cabeça, sensação de luzes atrapalhando a visão e tontura. A contração muscular pode ocorrer devido à atividades físicas, estresse, ansiedade e posturas inadequadas.

O clínico geral é o profissional que pode diagnosticar e orientar o tratamento ou os encaminhamentos que forem necessários à outros profissionais da saúde.

Dor no pulso, o que pode ser e o que fazer?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A dor no pulso direito ou esquerdo pode ter diversas causas, tais como fratura, tendinite, luxação, presença de cisto, síndrome do túnel do carpo, tenossinovite, instabilidade dos ossos da mão e punho, lesões por esforço repetitivo (LER) ou ainda traumas antigos.

Para saber exatamente o que está causando as dores nos pulsos, é necessário realizar um exame físico físico detalhado. Além do exame, o médico irá recolher a história clínica da pessoa e em alguns casos pode ser necessário pedir exames complementares como ultrassom ou radiografias.

É importante também investigar quais tipos de atividades profissionais e recreativas o paciente desenvolve, bem como qual o pulso (direito ou esquerdo) que é mais solicitado, além do mecanismo do trauma, quando a dor tem origem traumática.

O tratamento para a dor no pulso depende da sua causa, podendo incluir repouso, aplicação de gelo, fisioterapia, uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios, imobilização do punho afetado com tala ou gesso e cirurgia, indicada em alguns casos mais graves.

Em caso de dores nos pulsos, procure um médico de família, um clínico geral ou ortopedista para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Saiba mais em: Pulso aberto: Como identificar e o que devo fazer?

Tremores, dor de cabeça, fraqueza...o que está acontecendo?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Algum tipo de infecção estomacal ou intestinal, ou uma virose são as causas mais prováveis, porém não dá para ter certeza, pela sua descrição você não está muito bem, o ideal é ir ao médico.

Enjoo, dor de cabeça e falta de apetite, pode ser gravidez?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode sim ser gravidez, porém pode ser muitas outras coisas. O principal sintoma de gravidez seria o atraso menstrual (coisa que você não tem), mas pode ser gravidez sim.