Perguntar
Fechar

Eletrocardiograma

O que é alteração inespecífica da repolarização ventricular?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Uma alteração inespecífica da repolarização ventricular significa uma alteração na onda T do eletrocardiograma, muito observada em hipertensos e indivíduos acima de 40 anos. Na maioria dos casos não é sinal de doença, daí a designação "inespecífica", é possível que pessoas completamente saudáveis possam apresentar alterações inespecíficas da repolarização.

A onda t do eletrocardiograma representa a repolarização ventricular, que é a fase em que o coração está se preparando para uma nova contração.

As alterações da repolarização ventricular podem ser localizadas, nesses casos é especificado no resultado do eletrocardiograma o local do coração em que ocorrem, por exemplo, alteração da repolarização ventricular em parede anterior, inferior, ântero-septal, lateral, etc.

Embora, de modo geral, uma alteração na repolarização ventricular não signifique que exista alguma doença cardíaca, muitas doenças do coração podem provocar essa alteração no eletrocardiograma. Algumas condições e doenças em que essa alteração é comum:

  • Hipertensão arterial;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Valvulopatia;
  • Hipertrofia ventricular esquerda (aumento do volume do músculo cardíaco);
  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Pacientes que já sofreram infarto;
  • Gravidez.

O médico poderá esclarecer se há algum motivo para alteração da repolarização ventricular ou se trata-se apenas de um achado de exame sem repercussões, de acordo com o caso específico do paciente. 

Tremores no peito, sensação de peso e aperto no peito...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não sei qual sua idade nem sua história para doenças cardíacas, mas disparado a Ansiedade e/ou Depressão são as principais causas para esses sintomas em uma pessoa jovem e sem fatores de risco para doença cardíaca.

Distúrbio no ramo direito do coração, é grave?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Geralmente distúrbios no ramo direito do coração isoladamente não representam gravidade, podem inclusive aparecer em pessoas assintomáticas e aparentemente saudáveis, contudo esse tipo de distúrbio também podem ser sinal de alguma doença cardíaca preexistente que exige maior atenção e cuidado.

O distúrbio da condução do ramo direito se refere a interrupção parcial do impulso elétrico que percorre o ramo direito do feixe de His, que é um conjunto de fibras que transmitem os impulsos elétricos do nó atrioventricular até os ventrículos. Quando ocorre interrupção total da transmissão desse impulso elétrico tem-se o bloqueio completo do ramo direito. 

Algumas doenças que podem estar relacionadas ao bloqueio de ramo direito são:

  • Cardiopatia hipertensiva
  • Infarto agudo do miocárdio
  • Doença de Chagas
  • Cardiomiopatia dilatada idiopática

Consulte o seu médico de família, clínico geral ou cardiologista, para que ele possa fazer uma melhor análise dos sintomas, sinais e resultados de exames e assim fazer o diagnóstico mais adequado.

Pode também lhe interessar:

O que é Doença de Chagas

Quais são os sintomas da Insuficiência Cardíaca? 

Fiz eletrocardiograma e deu desvio do eixo para a esquerda?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O posicionamento do coração dentro da caixa torácica ou a prática de exercícios físicos são as causas mais comuns desse tipo de alteração em pessoas saudáveis, isoladamente este tipo de alteração não tem muito significado.

Alteração da repolarização ventricular no ECG?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Este tipo de alteração é muito comum em hipertensos e pessoas acima de 40 anos, na maioria das vezes não tem nenhum significado (na maioria das vezes não é sinal de alguma doença).

Qual a diferença entre eletrocardiograma e ecocardiograma? Para que servem?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A diferença entre eletrocardiograma e ecocardiograma é que o eletrocardiograma é um exame no qual registram-se as variação dos potenciais elétricos produzidos pela atividade elétrica do coração, enquanto que o ecocardiograma examina a estrutura e o funcionamento do coração através de ultrassonografia.

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma avalia a atividade elétrica do coração. São esses impulsos elétricos, emitidos pelo próprio coração, que comandam a contração do músculo cardíaco, ou seja, os batimentos o coração. Através do eletrocardiograma, é possível avaliar se esses impulsos estão sendo gerados e transmitidos da forma adequada.

Para que serve o eletrocardiograma?

Algumas indicações do uso do eletrocardiograma incluem situações de urgência e emergência cardiovascular, análise de doenças cardíacas, sobretudo arritmias cardíacas e isquemias, bem como diagnóstico de infarto agudo do miocárdio. O exame é indicado ainda para avaliar doenças das válvulas cardíacas e sequelas no coração causadas pela hipertensão arterial.

Como é feito o eletrocardiograma?

No eletrocardiograma, são colocados eletrodos em pontos específicos do corpo para registrar as diferenças de potenciais geradas pela atividade elétrica do coração. Essa atividade elétrica ocorre devido à variação na quantidade de sódio presente dentro e fora das células do músculo cardíaco.

O eletrocardiograma é realizado com a pessoa deitada. Recomenda-se não fazer nenhum tipo esforço 10 minutos antes do exame e não fumar 30 minutos antes do mesmo. Também é recomendado não beber água gelada antes do exame.

Os elétrodos são fixados no tórax, punhos e tornozelos. A seguir, o aparelho detecta os impulsos elétricos do coração e imprime os resultados numa folha quadriculada específica. O tempo de duração do eletrocardiograma é de apenas alguns segundos.

O eletrocardiograma de esforço é feito com a pessoa numa esteira ou bicicleta ergométrica. Essa forma de eletrocardiograma é indicada sobretudo em casos de angina ou suspeita de doenças cardíacas, principalmente quando o eletrocardiograma em repouso não apresenta anormalidades.

Há ainda uma outra forma de eletrocardiograma, que permite monitorar o coração durante 24 horas. O objetivo desta forma de exame é avaliar o funcionamento do coração ao longo do dia, permitindo comparar o seu comportamento de acordo com as atividades realizadas e os sintomas apresentados pela pessoa.

Ecocardiograma

O ecocardiograma usa ondas de ultrassom para produzir imagens do coração, permitindo visualizar os batimentos cardíacos e o bombeamento do sangue pelo coração. Através das imagens, é possível detectar anomalias no coração e nas válvulas cardíacas.

O ecocardiograma mostra ao/à médico/a imagens estáticas e em movimento do músculo e das válvulas do coração.

Através da técnica Doppler, é possível identificar a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo dentro das cavidades cardíacas.

Trata-se de um exame não invasivo e muito preciso para avaliar o músculo cardíaco, as valvas e o fluxo sanguíneo.

Para que serve o ecocardiograma?

O ecocardiograma é indicado quando há suspeita de lesões nas paredes do coração ou nas suas valvas, ou em casos de alteração no bombeamento do sangue. O ecocardiograma também é usado para detectar doenças cardíacas congênitas, mesmo antes do bebê nascer.

O ecocardiograma serve para avaliar sopro cardíaco, sintomas de palpitação, síncope, falta de ar, dor torácica, portadores de doenças cardíacas como infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca, miocardiopatias, doenças das valvas cardíacas, anomalias congênitas do coração, entre outras.

As imagens permitem verificar as dimensões das cavidades do coração e a espessura das suas paredes, avaliar o funcionamento das valvas cardíacas, avaliar a função de contração e relaxamento do músculo cardíaco, avaliar as veias e as artérias do coração, detectar trombos, detectar a presença de doenças cardíacas, entre outras utilizações.

Como é feito o ecocardiograma?

O ecocardiograma pode ser realizado pela via transtorácica ou transesofágica. Na primeira forma, a sonda do aparelho é colocada diretamente sobre o peito da pessoa. Na via transesofágica, a sonda é introduzida no esôfago e o procedimento é feito sob sedação. Esta forma é indicada quando não é possível obter imagens adequadas pelo tórax.

No ecocardiograma transesofágico é necessário um preparo específico para o exame, uma vez que a sonda será inserida no esôfago. Nesses casos, a pessoa não deve comer nas horas que antecedem o ecocardiograma.

O tempo de duração da realização do ecocardiograma é, em geral, em menos de uma hora.

O/a médico/a cardiologista é especialista indicado/a para avaliar os resultados desses exames.

O que significa desvio do eixo para a esquerda?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode significar várias coisas entre doenças e alterações normais: variação anatômica normal, atleta que tem o coração hipertrofiado, hipertrofia do ventrículo esquerdo, aumento do tamanho do coração, entre muitas outras coisas, na maioria das vezes não é preocupante.

ECG - Eletrocardiograma
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

1 - O que é ritmo sinusal?

É o ritmo normal do coração, é o ritmo proveniente do marcapasso natural do coração.

2 - O que significa alterações inespecíficas da repolarização ventricular?

Geralmente é uma achado de exame comum em pessoas acima dos 40 anos e em pessoas com pressão alta, não tem nenhum significado clínico, ou seja não significa doença  (geralmente).

Eletrocardiograma indicou fibrose septal. O que é isso?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A indicação de fibrose septal em um eletrocardiograma significa que existe um tecido cicatricial (fibrose) no septo interventricular muscular do coração. Em outras palavras, há uma cicatriz na parede muscular que separa os ventrículos direito e esquerdo do coração.

Os ventrículos são câmaras cardíacas de onde sai o sangue que é transportado para o organismo através das artérias.

O ventrículo esquerdo bombeia o sangue para todo o corpo, através da artéria aorta. Já o ventrículo direito leva o sangue para os pulmões, através das artérias pulmonares.

A fibrose é o resultado do processo de cicatrização. A cicatriz, formada por tecido conjuntivo fibroso, é uma forma do organismo preencher e repor a destruição de um determinado tecido, como ocorre quando cortamos a pele, por exemplo.

Portanto, uma fibrose septal indica que houve alguma lesão do músculo cardíaco que forma o septo interventricular, dando origem a uma cicatriz. Pode ter sido o resultado de um infarto, por exemplo, que é a morte do tecido por falta de oxigênio.

O médico cardiologista é quem deverá analisar o resultado do eletrocardiograma e prestar os devidos esclarecimentos ao paciente, de acordo com o seu caso.

Também pode lhe interessar:

O que pode causar um infarto?

Acabei de receber o resultado de um eletrocardiograma...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Exame dentro dos limites da normalidade, no entanto, é essencial que todo resultado de exame seja avaliado pelo médico que o solicitou, que irá contextualizar o resultado com o quadro clínico individual de cada pessoa.

O que é o eletrocardiograma (ECG)?

O eletrocardiograma é um exame que avalia a atividade elétrica do coração. Ele detecta os impulsos elétricos que existem no coração e permitem a contração das câmaras cardíacas e o bombeamento do sangue.

Comumente é um dos primeiros exames solicitados para pessoas que apresentam sintomas sugestivos de doença cardíaca, como dor no peito, tontura, falta de ar ou palpitações.

Como é feito o eletrocardiograma?

O eletrocardiograma de repouso é realizado através da colocação de 6 eletrodos que são colocados na superfícies do tórax ,e de pás, que são colocadas nos punhos e tornozelos.

A pessoa fica deitada em repouso, enquanto os sinais elétricos são detectados e registrados pelo aparelho de eletrocardiograma, e não sente absolutamente nada. O exame é rápido e demora alguns segundos ou poucos minutos no máximo.

Para que serve o eletrocardiograma?

É um exame muito útil para detectar diferentes alterações cardíacas. É o principal exame não invasivo para o diagnóstico e avaliação de arritmias cardíacas e distúrbios de condução, além de ser essencial para o diagnóstico de quadros de isquemia cardíaca, como o infarto agudo do miocárdio.

Algumas alterações estruturais do coração e distúrbios metabólicos também podem ser suspeitados pela realização do eletrocardiograma. Também serve para o acompanhamento de doenças pré-existentes ou rastreio de alguns grupos populacionais.

Para mais informações sobre esse exame converse com o seu médico de família, clínico geral ou cardiologista.

Meu marido fez eletrocardiograma e o resultado... é grave?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Fibrose cardíaca significa lesão já cicatrizada do coração (infarto antigo); baixa voltagem pode ser decorrente de obesidade ou doença pulmonar.

Dor torácica com alteração ao eletrocardiograma o que é?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode significar angina, que é a dor que ocorre em decorrência de obstrução das coronárias. Precisa procurar um cardiologista.