Perguntar
Fechar

Emagrece

Vinagre de Maçã emagrece mesmo? Como usar?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

O vinagre de maçã pode ser um importante aliado para quem quer emagrecer. Traz benefícios também para quem é diabético, hipertenso e obeso. 

A pectina, fibra solúvel presente no vinagre de maçã, e o ácido acético, outro componente importante dos vinagres, auxiliam no processo de emagrecimento. Junto com a prática de exercícios físicos e uma alimentação saudável, o vinagre de maçã tem uma ação mais efetiva quando o objetivo é emagrecer.

Embora alguns estudos defendam o uso do vinagre, entre eles, o vinagre de maçã para emagrecimento, controle de glicemia e redução de gordura ainda são necessários mais pesquisas que demonstrem os mecanismos pelos quais estes efeitos são alcançados.

4 benefícios que auxiliam no emagrecimento1. Ajuda no controle da insulina e reduz o nível de glicose no sangue

O ácido acético, uma das substâncias do vinagre de maçã e outros vinagres, ajuda no controle da insulina e reduz o nível de glicose no sangue. Alguns estudos mostram que o seu consumo antes das refeições, deixa as células mais sensíveis à insulina secretada pelo corpo. Deste modo, você precisa de menos insulina para metabolizar os alimentos. Quanto menos insulina precisamos, menos gordura fabricamos e isto ajuda a emagrecer. Além disso, o ácido acético quebra as moléculas de gorduras já armazenadas no corpo (lipólise). Embora haja algumas comprovações, os mecanismos pelos quais o vinagre atua para controlar a glicemia ainda estão sendo estudados.

2. Provoca a sensação de saciedade

O vinagre de maçã traz a sensação de saciedade e, ao sentir menos fome, o processo de emagrecimento é potencializado. A pectina é a fibra responsável por esta ação.

3. Auxilia na metabolização de carboidratos e torna mais lenta a digestão

O ácido acético inibe a absorção do açúcar presente nos carboidratos. Isto faz com que menos glicose fique livre no sangue. A pectina ajuda a tornar a digestão mais lenta e a reduzir a absorção de carboidratos nos intestinos, o que reforça a sensação de saciedade.

4. Diminui a retenção de líquidos

O vinagre de maçã é rico em potássio e isto faz com que os níveis de sódio no sangue sejam reduzidos. Deste modo, a retenção hídrica e a sensação de inchaço diminuem. Um outro benefício da presença do potássio e controle do sódio é a manutenção da pressão arterial. Assim, o vinagre de maçã além de ajudar a emagrecer é benéfico para as pessoas que são hipertensas.

Como usar o vinagre de maçã para fins de emagrecimento
  • Dê preferência a um vinagre de maçã orgânico com acidez em torno de 4%.
  • Dilua 1 colher de sopa de vinagre de maçã orgânico em 200 ml de água.
  • Beba o vinagre diluído 2 vezes ao dia, antes das refeições nas quais que você ingere mais carboidratos (pão, arroz, massas).
  • Pode ser usado também nas saladas. Se for usar deste modo, não é necessário diluir. Apenas coloque uma colher de sopa do vinagre de maçã orgânico na sua salada.
  • Não use o vinagre em jejum. O vinagre não deve ser usado em jejum, pois é rico em ácidos que podem agredir o estômago.

Além, do benefício de emagrecimento, o vinagre de maçã é rico em vitaminas (vitamina A, C, E e do complexo B), minerais (potássio, fósforo, cálcio e magnésio), pectina (fibra solúvel de algumas frutas) e não possui conservantes.

Contraindicações

O vinagre de maçã é ácido, por este motivo, não use vinagre de maçã se você tem:

  • Úlcera gástrica
  • Gastrite
  • Esofagite
  • Desgaste do esmalte dos dentes

Antes de iniciar o uso, converse com um nutricionista ou seu/sua médico/a de família, clínico geral ou nutrólogo/a.

Para saber mais:

Tomar vinagre para emagrecer faz mal?

7 erros que você não pode cometer se quer emagrecer

Suco Detox emagrece mesmo? Como funciona?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

O suco detox é um suco natural, feito de com frutas, legumes e verduras que favorecem o processo de desintoxicação do organismo e, por este motivo, ajuda no emagrecimento. As fibras, vitaminas e minerais presentes no suco detox são essenciais para a manutenção da saúde.

Como funciona o Suco Detox

As substâncias presentes nas verduras, frutas e legumes utilizados para fazer o suco detox atuam efetuando uma limpeza geral no organismo, especialmente, por meio do fígado, dos rins e dos intestinos. Seu mecanismo de atuação nestes órgãos do corpo é que favorece o emagrecimento.

Fígado

No fígado, os componentes do suco detox auxiliam na eliminação da gordura extra que vem com a alimentação.

Rins

Nos rins, as substâncias presentes no suco detox reduzem o volume extra de água, o que provoca uma melhora na circulação sanguínea e redução da retenção de líquidos.

Intestinos

Especialmente as fibras que constituem o suco detox promovem um melhor funcionamento dos intestinos, favorecendo assim o trânsito intestinal. As toxinas, eliminadas pela urina e pelas fezes, completam o processo de desintoxicação.

Outros Benefícios do Suco Detox
  • Melhora episódios de enxaqueca
  • Aumenta a capacidade de concentração
  • Reduz o cansaço
  • Melhora o humor
  • Otimiza a digestão e o funcionamento intestinal
  • Favorece o bom funcionamento cerebral

Este benefícios se devem à ação de desintoxicação promovida pelo melhor desempenho das funções hepática, renal e intestinal, provocadas pela ingestão do suco detox.

Alimentos que podem sem usados para fazer o Suco DetoxCouve

Contém clorofila, cálcio, ferro, potássio e fibras. Melhora o funcionamento intestinal.

Pepino

Rico em água e fibras. Ajuda a eliminar líquidos.

Água de Coco

Rico em água e fibras. Ajuda a eliminar líquidos

Limão

Possui alta concentração de vitamina C.

Alface, acelga, espinafre, hortelã

Possuem clorofila e fibras que ajudam na motilidade intestinal e possibilitam a sensação de saciedade.

Gengibre

É um termogênico natural, o que viabiliza acelerar o metabolismo e a queima de gordura corporal. Além disso, atribui mais sabor ao suco detox.

Cúrcuma

É um antioxidante e anti-inflamatório natural. Ajuda a reduzir o excesso de líquidos corporais.

Aipo

Rico em fibras e água, auxiliam a diminuir a retenção hídrica e a melhorar o funcionamento intestinal.

Chás

Os chás de hortelã, salsinha, gengibre e chá verde podem ser adicionados no suco em substituição a água.

Frutas

Melancia, melão, laranja, morango, maçã e outras frutas pouco calóricas, adicionam mais vitaminas e sabor aos seu suco detox.

Cuidados
  • Não se deve coar o suco detox para que a fibras e seus benefícios não sejam retirados.
  • O segredo é bater bem as folhas no liquidificador.
  • É importante combinar à ingestão do suco detox à uma alimentação saudável sem alimentos industrializados, e atividade física regular.

Para uma orientação mais completa e uma maior eficácia da sua alimentação para fins de emagrecimento, consulte um/uma médico/a nutrologista ou nutricionista.

Goji berry emagrece? Quais são os benefícios?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

Goji berry é uma fruta de origem asiática que tem sido utilizada como auxiliar na perda de peso, além de ter sido associada a sensação de bem estar e como auxiliar no tratamento de doenças como hipertensão.

É importante frisar que, até o momento, não há evidência científica sólida sobre os benefícios do consumo da goji berry na medicina, seja para perda de peso ou como auxiliar no tratamento de doenças.

Seu consumo sem indicação médica não é recomendado.

Água com limão emagrece mesmo? Quais os benefícios e contraindicações?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

O consumo da água com limão traz diversos benefícios para a saúde. Entretanto, ainda não há consenso científico de que a água com limão emagrece. Um estudo publicado no Journal of Clinical Biochemistry and Nutrition, afirma que alguns polifenóis encontrados na casca do limão ajudaram a não acumular gordura, mas não auxiliaram a perder gordura.

Embora não atue diretamente na perda de peso e gordura, a água com limão pode ser uma aliada para potencializar o processo de emagrecimento, pois é rico em antioxidantes, contém propriedades diuréticas, favorecem a digestão e o bom funcionamento intestinal.

8 Benefícios da Água com Limão 1. Diurético Natural

O consumo de água com limão ajuda a liberar as toxinas pelo aumento da diurese. Por ser rico em potássio, o limão favorece a eliminação de sódio e o excesso de líquidos do organismo. Esta ação reduz a retenção hídrica e diminui a sensação de inchaço.

2. Estimula a digestão

O ácido cítrico presente no limão é um importante coadjuvante para o bom funcionamento do sistema digestivo. Este ácido estimula a produção de ácido clorídrico no estômago e melhora a produção de bile pelo fígado, o que favorece a digestão. Nos intestinos, promove uma melhor absorção dos nutrientes  e  beneficia o trânsito intestinal.

3. Fortalece a imunidade

O limão é rico em fitonutrientes capazes de melhorar a imunidade. Além disso, possui nutrientes com ação antibacteriana e antiviral. O kaempferol, fitonutriente presente no limão tem potente ação antioxidante que auxilia no fortalecimento da imunidade.

4. Combate os radicais livres

O limão é rico em vitamina C que se constitui em um antioxidante potente que ajuda a combater os radicais livres. Estas moléculas são bastante relacionadas ao envelhecimento e ao aparecimento precoces de doenças degenerativas e a alguns tipos de câncer.

5. Auxilia no tratamento de artrite e artrose

A vitamina C também participa da síntese de colágeno pelo organismo, o que ajuda a melhorar os quadros de artrite, artrose e outras doenças reumáticas. Associa-se à isto a minimização das dores relacionadas a estas patologias.

6. Promove a regulação da pressão arterial em hipertensos

A presença de potássio no nosso organismo estimula a excreção sódio e o excesso de água. Isto ajuda a equilibrar a pressão arterial em pessoas já hipertensas e os fluidos corporais e auxilia a reduzir a retenção de líquidos e diminuir a sobrecarrega no sistema cardiovascular.

7. Ajuda a tratar pedras nos rins

Alguns estudos já apontam a relação do consumo do limão com a melhora da função renal ao auxiliar a eliminação das pedras já existentes. Os cálculos renais (pedras nos rins), ocorrem devido a alterações no pH e acúmulo de substâncias minerais. Ao equilibrar o pH sanguíneo e evitar o acúmulo de minerais, especialmente o cálcio, o consumo de água com limão também ajuda a prevenir a formação de novos cálculos.

8. Benéfico para a pele, unhas e cabelos

A presença de vitamina C em grande quantidade no limão estimula a produção do colágeno, proteína que atribui estrutura, elasticidade e firmeza à pele. O colágeno também fortalece unhas e cabelos.

A água com limão deve ser ingerida e nunca deve ser usada na pele. Do mesmo modo, o limão não pode ser aplicado diretamente na pele, pois pode provocar queimaduras importantes à exposição solar.

Pessoas que usam cremes com base em vitamina C para melhorar a pele, devem aplicá-lo à noite antes de dormir, retirar pela manhã e aplicar protetor solar.

Contraindicações
  • Pessoas com predisposição à gastrite e úlcera gástrica devem evitar o consumo da água com limão em jejum, pois estes problemas podem piorar com o passar do tempo.
  • O consumo da água com limão em jejum também podem provocar erosões de esôfago.
  • A ingestão em jejum deve ser evitada.
Formas de Consumir a Água com Limão
  • Dilua o suco de um limão em 1 litro de água e consuma no decorrer do dia
  • Use água com limão para substituir bebidas adoçadas ou refrigerantes que você toma durante as refeições: isto vai favorecer a absorção de ferro dos alimentos e não adicionará calorias extras às refeições.

A água com limão contém substâncias que ajudam o bom funcionamento do organismo e atuam nas reações químicas que promovem o emagrecimento. É importante destacar que  todos os processos de emagrecimento ocorrem melhor em meio aquoso. Portanto, o que é mais relevante para o emagrecimento é a ingestão de água. O limão apenas acrescenta sabor e traz outros benefícios.

Associe o consumo de água com  limão à prática de atividade física e a uma alimentação saudável. Busque um/a nutricionista para orientar adequadamente o seu plano alimentar.

Spirulina emagrece mesmo? Para que serve e como tomar?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

Por promover saciedade, a spirulina pode sim ser uma aliada para quem deseja perder peso. É uma cianobactéria que, como as plantas, faz fotossíntese e é indicada para quem faz dietas de baixa caloria. Deste modo, ela é usada como suplemento alimentar com o objetivo de complementar o consumo de nutrientes.

Spirulina e emagrecimento

Devido à alta concentração de nutrientes e proteínas a spirulina ajuda a promover sacidade e, desta forma, auxilia no processo de emagrecimento. Há também uma redução na vontade de comer doce.

Além disso, a spirulina estimula o bom funcionamento dos intestinos possibilitando a desintoxicação do organismo, acelerando o metabolismo e reduzindo a retenção de líquidos.

Entretanto, este suplemento sozinho não faz milagres. É preciso que seu uso, indicado por nutricionista ou nutrólogo, seja associado à um plano alimentar saudável e à prática de atividade física.

Como tomar spirulina para emagrecer?

A dose de spirulina recomendada para fins de emagrecimento é de 2 a 3 g por dia. O suplemento pode ser ingerido em uma única dose ou antes das principais refeições (café da manhã, almoço e jantar). Neste caso, deve-se consumir meia hora antes destas refeições. Você pode encontrar suplemento na forma de pó e comprimidos.

Propriedades da Spirulina

A spirulina, além de ajudar a emagrecer, possui outras propriedades:

Efeito antioxidante

Por ter potente ação antioxidante e ser rica em vitamina A, zinco e selênio, a spirulina melhora os índices de triglicerídeos e colesterol, auxilia na prevenção do câncer e previne o envelhecimento precoce.

Fortalece a imunidade

A spirulina ajuda a fortalecer o sistema imunológico e, deste modo, promove a melhora da congestão nasal e de episódios de rinite alérgica.

Reduz a sensação de cansaço

A spirulina impede a formação de ácido lático nos músculos após a prática de atividade física. Esta ação possibilita a redução da sensação de cansaço e previne dores musculares em decorrência de exercícios físicos. Por ser um suplemento rico em ferro, magnésio e ômega-3, também ajuda na recuperação muscular.

Spirulina é comumente utilizado na prevenção e como coadjuvante no tratamento de gordura localizada e obesidade.

Antes de iniciar o uso de spirulina busque orientação de um nutricionista ou nutrólogo e adote um estilo de vida que inclua uma alimentação saudável e a prática de atividade física.

Sineflex® emagrece mesmo? Como usar?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sineflex ® é um suplemento alimentar do grupo dos termogênicos que, segundo a bula, ajuda a acelerar o metabolismo, queimar e bloquear a gordura e, por consequência seria capaz de promover o emagrecimento.

O suplemento também provoca o aumento da sensação de saciedade, estimula a liberação de adrenalina, promove a melhora do funcionamento intestinal e torna mais difícil a absorção de lipídios e colesterol.

Como usar Sineflex®

Há duas apresentações de cápsulas de Sineflex ®:

Cápsulas Pure Blocker

Estas cápsulas atuam diretamente na queima e no bloqueio do armazenamento de gordura.

A recomendação é que sejam administradas 2 cápsulas, duas vezes ao dia: 30 minutos antes do almoço e 30 minutos antes do jantar.

Cápsulas Dynamic Focus

Os compostos presentes nestas cápsulas acelerariam o metabolismo e propiciariam a termogênese, processo que leva ao derretimento de gorduras já armazenadas.

Recomenda-se a administração de uma cápsula 30 minutos antes do almoço.

Efeitos colaterais de Sineflex®

Embora a bula de Sineflex ® não faça referência a efeitos colaterais, o uso de termogênicos pode trazer as seguintes reações adversas:

  • Insônia;
  • Agitação mental;
  • Ansiedade;
  • Taquicardia (elevação da frequência cardíaca);
  • Alterações na pressão arterial;
  • Cefaleias (dores de cabeça);
  • Enjôos;
  • Náuseas.
Contraindicações de Sineflex®

Sineflex ® é contraindicado em casos de:

  • Alergia aos componentes da fórmula;
  • Mulheres grávidas ou que estão amamentando;
  • Portadores de hipertensão arterial;
  • Pessoas que apresentam disfunções cardíacas.
Sineflex emagrece mesmo?

Ainda não há consenso médico sobre a eficácia do uso de suplementos contendo termogênicos no emagrecimento, portanto, embora pareça haver um efeito positivo na perda de peso, ainda são necessários mais estudos que estudem as substâncias termogênicas e sua relação com o emagrecimento, de modo a garantir que esse tipo de suplementação seja segura e eficaz.

Para quem deseja emagrecer o ideal ainda é a associação de um plano alimentar nutritivo e saudável com a prática de atividade física.

Antes de iniciar o uso de Sineflex ® consulte um/a nutricionista ou nutrólogo/a.

Leia mais

Dietas para emagrecer rápido são saudáveis? 5 dicas para emagrecer com saúde

7 Erros que você não pode cometer se quer emagrecer

Dieta da proteína emagrece? Quais as vantagens e desvantagens?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A dieta da proteína emagrece, assim como toda e qualquer dieta pobre em calorias. A dieta da proteína é baseada no aumento do consumo de alimentos ricos em proteínas (carnes, aves, peixes, ovos, leite e derivados, leguminosas) e diminuindo a ingestão de carboidratos (pães, arroz, massa, batata).

Apesar de ter algumas vantagens, a dieta da proteína não é equilibrada. A privação de carboidratos (fonte de energia essencial para o funcionamento do organismo) e o excesso de proteínas na alimentação podem trazer riscos à saúde e causar efeitos colaterais.

Quais são as vantagens da dieta da proteína?

Uma das vantagens da dieta da proteína e razões por que a dieta funciona é o fato das proteínas demorarem mais tempo para serem digeridas e absorvidas pelo organismo, o que prolonga a sensação de saciedade e reduz a vontade de comer outros alimentos mais calóricos.

Uma vez que a digestão é mais longa, o organismo passa a utilizar a gordura corporal como fonte de energia, gerando emagrecimento.

As proteínas são a matéria-prima dos músculos. Sem proteínas na dieta, o organismo consome as proteínas dos músculos, daí a importância em manter uma ingestão adequada de proteínas na alimentação.

Por isso, essa dieta pode favorecer o aumento de massa muscular, dependendo da privação de carboidratos. Quanto menos carboidratos, mais o corpo irá usar as proteínas musculares como fonte de energia, resultando com o tempo em perda também de massa muscular.

Porém, se houver ganho de massa muscular devido ao aumento do consumo de proteínas, o corpo acaba por queimar mais calorias, o que favorece o emagrecimento.

Quais as desvantagens da dieta da proteína?

São muitas as desvantagens na dieta da proteína, principalmente quando não for devidamente acompanhado por um profissional especializado, entre elas:

  1. A baixa ingestão de carboidratos, que são fonte de energia e essenciais para o metabolismo celular, pode causar cansaço, tonturas, falta de energia, ansiedade, dificuldade de concentração, insônia, irritabilidade e dor de cabeça;
  2. Outro efeito colateral do baixo consumo de carboidratos é a perda de massa muscular, já que o corpo começa a queimar músculos para obter energia;
  3. A queima elevada de gordura corporal devido à falta de carboidratos produz corpos cetônicos, que podem ser prejudiciais às células do corpo se forem produzidos em grandes quantidades;
  4. O excesso do consumo de proteínas pode sobrecarregar os rins e o fígado, que precisam funcionar muito mais para eliminar as substâncias provenientes do metabolismo das proteínas;
  5. Proteínas em excesso também podem tornar a digestão mais lenta ou mesmo dificultar a digestão, o que pode levar a um desconforto no estômago;
  6. O aumento da concentração de proteína na dieta, sem atividade física e acompanhamento, está relacionada ao maior risco de doenças cardiovasculares e tromboses;
  7. Além disso, dietas restritivas e não balanceadas, como é o caso da dieta da proteína, pode privar o corpo de minerais, vitaminas e fibras.

Portanto, uma dieta adequada para emagrecer deve ter poucas calorias, mas deve ser balanceada, com as doses adequadas de cada nutriente. Fazer dietas que eliminam grupos de alimentos essenciais para o bom funcionamento do organismo não é uma forma saudável de emagrecer, além de favorecer o efeito "sanfona" quando esta dieta for abandonada.

Como as sociedades e diretrizes médicas defendem, a perda de peso muito rápida, tem a tendência de retornar rápido também ("efeito sanfona"). O mais difícil é manter o peso adequado, e isso só é conseguido à base de mudanças de hábito de vida, alimentação equilibrada e atividades físicas regulares.

Para ter um plano alimentar individualizado e adequado, consulte um nutricionista, nutrólogo ou endocrinologista.

Leia também: O que fazer para emagrecer?

Goji berry emagrece mesmo? Quais são as suas propriedades?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

Goji berry (Lycium barbarum) é uma pequena fruta conhecida popularmente como fruta da longevidade. Suas propriedades, a exemplo da capacidade de promover o emagrecimento, ainda possuem pouco embasamento científico em seres humanos.

Esclarecimentos sobre as propriedades do goji berry Promoção do emagrecimento

A capacidade de promover a redução de peso popularmente associado ao consumo da goji berry não possui comprovação científica. Os estudos mostram que a ingestão da fruta reduzem os picos de insulina e ajudam a controlar os níveis de gordura no sangue, o que por si só não leva ao emagrecimento. A perda de peso só ocorre se o goji berry for inserido em uma rotina de alimentação saudável e prática de atividade física regular.

Veja também: 7 erros que você não pode cometer se quer emagrecer

Promoção da saúde ocular

A promoção ocorre pela fruta ser rica em betacaroteno, zeaxantina e luteína. Estas substâncias fornecem antioxidantes que agem diretamente protegendo a saúde dos olhos. Além disso, os polissacarídeos da goji berry têm efeito fotoprotetor significativo.

Prevenção do envelhecimento precoce

Os carotenoides e as vitaminas C, B1, B2 e B3 são os componentes antioxidantes da goji berry. Esses componentes, com destaque para a alta concentração de vitamina C, quando combinados com outras fontes alimentares saudáveis, possuem elevada capacidade de combater os radicais livres e prevenir o envelhecimento precoce.

Melhora da resposta imunológica

Os danos às células do sistema imunológico provocados pela ação dos radicais livres podem ser reduzidos por meio da administração de goji berry. Os agentes antioxidantes e os polissacarídeos da fruta possuem efeito protetor das células de defesa (linfócitos T, linfócitos B, macrófagos, entre outras). Os polissacarídeos da goji berry também ajudam a preservar a estrutura e a função do timo e do baço, órgãos produtores de células de defesa, embora esses órgãos diminuam naturalmente com o envelhecimento.

Controle de glicemia

Os polissacarídeos presentes na goji berry ajudam a reduzir a concentração de glicose, quando esta se encontra elevada no sangue. Isto pode ser observado, especialmente, nos casos de diabetes mellitus. Vale destacar que o goji berry só produz algum efeito nas condições de hiperglicemia.

Prevenção e tratamento de câncer

Os polissacarídeos presentes na goji berry são apontados como elementos capazes de prevenir e tratar alguns tipos de câncer. Entretanto não existe, até o momento, comprovação deste efeito em seres humanos.

Proteção dos neurônios

Os efeitos neuroprotetores atribuídos aos carboidratos da goji berry ainda não possuem comprovação com pesquisas efetuadas em seres humanos. Igualmente não há comprovação científicas sobre os efeitos de proteção da memória.

Tratamento da infertilidade masculina

Não há evidência científica sobre ação da goji berry sobre a infertilidade masculina.

Valor nutricional da goji berry

Uma colher de sopa (15 g) de goji berry possui 50 calorias sendo 11 g de carboidratos, 2 g de proteína, 1,6 g de fibras e 0 g de gorduras. A fruta é composta por 19 aminoácidos diferentes, dentre os quais oito são considerados aminoácidos essenciais. Bem como, possui grande quantidade de minerais (em zinco, ferro, cobre, cálcio, selênio, fósforo) e vitaminas (C, B1, B2, B6 e E).

Para conseguir o efeito de emagrecimento é preciso que a goji berry seja associada à alimentação saudável e à pratica de atividade física.

Contraindicações
  • Pessoas que utilizam anticoagulante oral, como varfarina;
  • Pessoas em tratamento cosmetológico, especialmente, cremes clareadores, umas vez que a goji berry provoca sensibilização à luz;
  • Mulheres grávidas, crianças e idosos: devem evitar o uso, pois seus efeitos colaterais ainda não são totalmente conhecidos;
  • Pessoas com história de alergias ao tabaco, tomates, pêssegos ou nozes também podem apresentar alergia ao goji berry.

É importante que o uso da goji berry seja orientado por um/a nutrólogo/a ou nutricionista.

Leia mais

O que fazer para emagrecer?

Não consigo emagrecer: o que devo fazer?

Jejum intermitente emagrece? 3 dicas para emagrecer com jejum intermitente
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

O jejum intermitente pode sim promover o emagrecimento. Entretanto, deve ser efetuado de forma correta tendo como base uma alimentação saudável. Algumas dicas podem ajudar a ter sucesso no processo de emagrecimento:

1. Implemente uma alimentação saudável

A adoção de hábitos alimentares são fundamentais para obter sucesso no emagrecimento com jejum intermitente. Sua alimentação deve incluir alimentos de verdade com o mínimo de produtos industrializados.

Se a sua alimentação é rica em carboidratos refinados e processados (pães, massas, doces, bebidas açucaradas, gorduras) o acesso do corpo à gordura já armazenada será dificultado, o que pode comprometer os resultados do jejum intermitente. Este tipo de alimentação também provoca a sensação de fome com maior frequência.

Portanto, antes de iniciar o jejum intermitente, adote hábitos alimentares saudáveis que incluam o consumo de carnes magras, verduras, frutas e legumes.

Veja também

Dietas para emagrecer rápido são saudáveis? 5 dicas para emagrecer com saúde

2. Comece com jejum intermitente de 12 horas

O jejum intermitente de 12 horas é o mais fácil de ser implementado. Neste protocolo você pode, por exemplo, jantar às 20 horas e só comer novamente às 8 da manhã. Neste caso, a noite de sono está incluída no período de jejum, o que torna mais fácil a sua execução. Inicie fazendo uma ou duas vezes por semana, avaliando como se sente.

Depois da adaptação ao protocolo de 12 horas é possível estender as horas de jejum.Entretanto, é importante que todos os protocolos de jejum intermitente feitos por você sejam orientados por nutricionista ou nutrólogo/a.

Leia mais

Jejum Intermitente: o que é, como fazer, o que devo comer?

3. Conheça a sua fome real

Não confunda a sua fome real com a fome emocional. De forma geral, a fome real faz o seu estômago "roncar" e pode ser saciada com qualquer alimento. Quando temos fome emocional, desejamos alguns tipos de alimentos específicos que são geralmente mais açucarados ou gordurosos. É a famosa vontade que temos de "comer algo gostoso". É importante identificar a presença de fome emocional para evitar o processo de fuga de uma alimentação saudável, uma vez que alimentos saudáveis reduzem a frequência de fome real.

A fome real também pode ser confundida, por exemplo, com o hábito de se alimentar de 3 em 3 horas, o que não faz parte de nenhum protocolo de jejum intermitente. Se você se alimenta de 3 em 3 horas existe, a fome virá nestes horários apenas pelo hábito. Por este motivo, é preciso saber reconhecer a sua fome real.

Não inicie dietas, novos planos alimentares ou qualquer estratégia de emagrecimento sem orientação nutricional. Para isto, busque um/a nutricionista ou nutrólogo/a.

Veja também

Perder peso muito rápido faz mal?

7 Erros que você não pode cometer se quer emagrecer

L-Carnitina emagrece? Para que serve e como tomar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A L-carnitina pode ajudar a emagrecer, pois transporta as gorduras para as mitocôndrias das células, onde são metabolizadas e usadas como fonte de energia pelo corpo. Alguns estudos com indivíduos obesos e mais velhos, apontaram uma perda de peso de 1,3 kg a mais em pessoas que usaram L-carnitina em relação àquelas que não tomaram o suplemento.

Além de poder auxiliar o emagrecimento, a L-carnitina pode ainda melhorar o desempenho nos exercícios físicos, a recuperação depois do treino, a resistência e a fadiga física e mental.

Contudo, os estudos são controversos e são necessárias mais evidências para confirmar a eficácia do uso da L-carnitina para emagrecer em pessoas mais jovens, magras e ativas. Isso porque pessoas obesas já possuem grandes quantidades de L-carnitina no fígado e nos músculos.

Além disso, uma vez que os idosos possuem menos massa muscular, aonde a substância fica armazenada, pode haver queda dos níveis de L-carnitina. As mulheres também perdem uma quantidade considerável de massa muscular com a idade. Por isso, nesses casos, o uso de L-carnitina pode auxiliar discretamente o emagrecimento.

Vale lembrar que a L-carnitina pode apenas contribuir para a perda de peso. Por isso, o uso do suplemento deve ser associado a uma dieta balanceada, com poucas calorias, além de exercícios físicos. O uso isolado de L-carnitina não emagrece.

O que é L-carnitina?

A L-carnitina é uma substância produzida pelo organismo a partir dos aminoácidos lisina e metionina, além de ferro e vitaminas B3, B6 e C.

A L-carnitina também está presente em alimentos de origem animal, como carne de vaca, carne de porco, peixe, frango e leite, sendo também consumida sob a forma de suplemento alimentar.

No entanto, cerca de 70% da L-carnitina armazenada no corpo é proveniente da alimentação. O organismo produz e utiliza a L-carnitina quando necessita usar a gordura como fonte de energia.

Como tomar L-carnitina?

A dose recomendada de L-carnitina é de 0,5 g a 2 g por dia. Doses de até 3 g por dia, durante 21 dias, também são toleradas e não causam efeitos colaterais.

É importante ressaltar que a ideia de que quanto mais L-carnitina a pessoa consumir, maior será o emagrecimento, está errada. O uso do suplemento não altera ou influencia o ritmo normal da queima de gordura corporal e o excesso de L-carnitina acaba sendo eliminado pela urina.

Também foi observado que, ainda que a L-carnitina aumente o transporte de gorduras, não significa que toda a gordura transportada seja metabolizada. Sabe-se que mais da metade dessas gorduras acabam retornando às reservas de gordura corporal ao invés de serem “queimadas” e transformadas em energia.

Portanto, para avaliar um real benefício e mais esclarecimentos do uso da L-carnitina no seu caso, recomendamos agendar uma consulta com médico/a nutrólogo ou consultar um nutricionista.

Leia também: 7 Erros que você não pode cometer se quer emagrecer

Manga Engorda ou Emagrece?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

A manga é uma fruta tropical rica em vitamina A, C, minerais (potássio, cobre e ferro), betacaroteno e fibras. Em cada 100 gramas de manga, 13g são de carboidratos, 2g são fibras, 1g de proteínas e, praticamente não contém gorduras. O valor calórico em 100g da fruta é de 50 calorias.

Pode ser utilizada tanto para auxiliar o processo de emagrecimento, como para aumentar o ganho de massa magra.

Benefícios da Manga 1. Sensação de saciedade

Por ter uma quantidade razoável de fibras, esta fruta ocupa mais espaço dentro do estômago e a sua digestão ocorre de forma mais lenta. Isto promove sensação de saciedade e ajuda no emagrecimento.

2. Melhora o trânsito intestinal

As fibras presentes na manga ajudam na formação do bolo fecal e na regularização do funcionamento dos intestinos. Quem tem problemas de constipação, a manga pode ser bastante benéfica. Este fator também ajuda a emagrecer.

3. Auxilia no controle do diabetes

O índice glicêmico é a velocidade com que os carboidratos que ingerimos nos alimentos são absorvidos e provocam o aumento dos níveis de glicose do sangue. Como o índice glicêmico da manga é considerado médio, a depender do que você adicionar à fruta, pode reduzir ainda mais este índice. Isto torna mais lenta a absorção de seus carboidratos e evita picos de glicose e insulina. Este mecanismo ajuda o controle do nível de açúcar no sangue e evita o ganho de gordura corporal.

Pode-se adicionar: iogurte desnatado, kefir e laticínios magros integrais.

4. Reduz o Colesterol

O alto teor de fibras e a pectina presentes na manga reduzem a absorção dos carboidratos presentes nos alimentos e, assim, ajudam a reduzir os níveis de colesterol.

5. Protege a Saúde Ocular

Rica em vitamina A (retinol) e zeaxantina, a manga ajuda a prevenir as doenças oculares. A vitamina A, contribui para para uma boa visão e para a prevenção de cegueira noturna. Já a zeaxantina, é um carotenoide que ajuda a evitar a degradação da mácula ocular, doença associada à cegueira em pessoas com idades mais avançadas.

6. Previne o Envelhecimento Precoce

A ação antioxidante da vitamina E e dos carotenóides, responsáveis pela coloração laranja da manga (betacaroteno), evita os danos provocados pela produção de radicais livres e auxilia na prevenção do envelhecimento precoce.

7. Ajuda na prevenção de câncer

Estudos têm mostrado que os polifenóis presentes na manga tem contribuído para evitar o crescimentos de células cancerígenas no cólon e mamas, sem que a células saudáveis sejam alteradas. Já a pectina contribui para evitar o câncer de próstata. Entretanto, mais pesquisas estão sendo realizadas para confirmar estas informações.

8. Fortalece o sistema imunológico

As vitamina A e vitamina C, presentes na manga em altas concentrações fortalecem o bom funcionamento do sistema imunológico reforçando as defesas do organismo contra infeções, gripes e manutenção de um bom estado de saúde geral.

A vitamina A, protege a saúde da pele e mucosas que são nossas primeiras barreiras de defesas contra diferentes tipos de infecções.

Enquanto a vitamina C, com sua função antioxidante, combate o câncer e o envelhecimento além de contribuir com a integridade dos vasos sanguíneos.

Consumo de Manga e Emagrecimento

Por provocar a sensação de saciedade por mais tempo, ter reduzido índice glicêmico e melhorar o funcionamento intestinal, a manga pode ser uma importante aliada para as pessoas que querem emagrecer. Isto se deve ao alto teor de fibras presentes na fruta.

Portanto ao consumir com o objetivo de emagrecer, é importante respeitar a quantidade de fruta orientada pelo nutricionista, não adicionar açúcares e dar preferência à sua forma in natura. Deve ser evitado o consumo do suco, uma vez que, nesta forma, a quantidade de fibras da fruta se torna muito pequena, perdendo-se também os benefícios de saciedade e motilidade intestinal.

Consumo de Manga e Ganho de Massa Muscular

As altas concentrações e vitamina A e C, desempenham importante função para quem tem como objetivo, o ganho de massa magra.

Vitamina A (retinol): participa da quebra das moléculas de proteínas em aminoácidos. Estes aminoácidos são moléculas estruturais que ajudam na construção do tecido muscular. Além disso, estão relacionados ao armazenamento de uma das principais formas de energia utilizadas pelo nosso organismo, chamada de glicogênio.

Vitamina C (ácido ascórbico): está diretamente ligada ao metabolismo dos aminoácidos e na formação do colágeno, um importante componente para manutenção da saúde das articulações. Contribui também na produção de alguns hormônios, na absorção de ferro e, por sua ação antioxidante, ajuda a eliminar os radicais livres formados pelo organismo e evitar danos celulares

Estas são características relevantes, especialmente, para os praticantes de musculação que pretendem ganhar massa muscular.

Formas de Consumir

  • Dê preferência ao consumo da fruta in natura para que todas as suas propriedades e benefícios sejam mantidos.
  • A ingestão de pedaços da fruta em saladas é bastante saudável, agrega sabor e aumenta a quantidades de fibras ingeridas.
  • Adicione em saladas de frutas.
  • Lembre-se que o consumo em forma de suco diminui a quantidade de fibras disponíveis, o que leva a redução de muitos dos benefícios da fruta.
  • Em forma de geleias, doces ou sorvetes, adoce com xylitol ou stevia. Não adicione açúcares. Nas preparações se pode usar leite ou kefir.
Cuidados
  • A manga contém uma substância chamada urushiol que está presente na casca da fruta e seiva da planta. Em pessoas alérgicas ao látex, o urishiol pode produzir uma dermatite de contato.
  • A colheita da manga verde e a indução da maturação com carboneto de cálcio, proibido em diversos países, é efetuada por diversos agricultores. Alguns estudo mostram que esta substância é bastante tóxica ao nosso organismo. Portanto, esteja atento à procedência da fruta e, sempre que possível, dê preferência aos produtos orgânicos.

Para um plano alimentar mais eficaz para emagrecimento e/ou ganho de massa magra, busque orientação de um nutricionista.

Chia emagrece mesmo?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

A semente de Chia (Salvia hispanica L.), por ser rica em fibras, pode ser uma aliada no plano alimentar de quem deseja emagrecer. Além disso, é uma fonte de ômega-3, ácidos graxos, proteínas, carboidratos, cálcio ferro e substâncias antioxidantes.

Como as sementes de chia auxiliam no emagrecimento?

O alto teor de fibras solúveis e insolúveis presentes nas sementes de chia ajudam a promover a sensação de saciedade. Ao serem hidratadas ou entrarem em contato com o suco gástrico, as sementes aumentam de volume e se transformam em um gel semelhante à clara de ovo. Este gel ocupa mais espaço no estômago, o que reduz a fome e favorece a saciedade.

As fibras também diminuem a velocidade de absorção dos nutrientes no intestino e reduzem o índice glicêmico da alimentação. Isto evita os picos de insulina que provocam a fome.

Por estes motivos, as sementes de chia podem ser aliadas dos processos de emagrecimento.

Que outros benefícios as sementes de chia trazem para a saúde?
  • Auxilia na regulação do colesterol: entre as gorduras que compõem a chia predominam o ômega - 3 e o ômega - 6. Estes ácidos graxos são benéficos à saúde, uma vez que ajudam a reduzir o colesterol ruim (LDL) e a aumentar o bom colesterol (LDL). As fibras presentes nas sementes também têm ação sobre a diminuição da concentração de lipídios na corrente sanguínea.

Veja também: Qual a diferença entre colesterol VLDL, LDL e HDL?

  • Atua na prevenção de doenças cardiovasculares: a inclusão da chia no plano alimentar pode ajudar a reduzir o risco de infarto, hipertensão arterial e acidente vascular cerebral. Isto se deve a elevada concentração de ômega-3. Este ácido graxo diminui a formação de coágulos, arritmias e colesterol da corrente sanguínea. Além disso, o ômega-3 também ajuda a tornar o sangue mais fluido, o que reduz a pressão que ele exerce sobre a parede das artérias e favorece o controle da pressão arterial.

Leia mais Quais são os benefícios do ômega-3?

  • Possui efeito antioxidante: o ácido cafeico, um dos antioxidantes da chia, auxilia na desintoxicação hepática, impede a destruição das membranas das células e a formação de radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce.
  • Favorece a proteção do cérebro: estudos associam os ácidos alfa-linolênico e linoleico, presentes na semente de chia, com a formação das membranas celulares dos neurônios, com a transmissão dos impulsos nervosos de uma célula nervosa para outra e com a otimização das funções cerebrais.
Há contraindicações?

Não há contraindicações para inserir sementes de chia no plano alimentar. No entanto, é necessário cuidado.

As sementes de chia devem sempre ser adicionadas aos alimentos. Não deve ser ingerida pura, pois ao ser umedecida com a saliva forma um gel muito viscoso que dificulta a deglutição, pode obstruir as vias aéreas superiores e dificultar a respiração.

Uma colher de sopa de chia possui 58 calorias. Esta porção é composta por 4,7 gramas de gordura, 3 gramas de proteína e 4,3 gramas de carboidratos. A totalidade destes carboidratos, corresponde a 4,3 gramas de fibras. Pode ser usada in natura (semente), óleo e farinha.

É importante que o uso de sementes de chia seja incorporado à um estilo de vida saudável que inclui uma rotina alimentar saudável e à prática de atividade física.

Retire suas dúvidas com nutricionista ou médico/a.

Veja também

7 erros que você não pode cometer se quer emagrecer

Não consigo emagrecer, o que devo fazer?