Perguntar
Fechar

Engorda

Quais os Benefícios da Manga? Engorda ou Emagrece?
Dra. Juliana Guimarães
Dra. Juliana Guimarães
Enfermeira doutorada em Saúde Pública

A manga é uma fruta tropical rica em vitamina A, C, minerais (potássio, cobre e ferro), betacaroteno e fibras. Em cada 100 gramas de manga, 13g são de carboidratos, 2g são fibras, 1g de proteínas e, praticamente não contém gorduras. O valor calórico em 100g da fruta é de 50 calorias.

Pode ser utilizada tanto para auxiliar o processo de emagrecimento, como para aumentar o ganho de massa magra.

Manga ajuda na prevenção de câncer?

Estudos têm mostrado que os polifenóis presentes na manga tem contribuído para evitar o crescimentos de células cancerígenas no cólon e mamas, sem que a células saudáveis sejam alteradas. Já a pectina contribui para evitar o câncer de próstata. Entretanto, mais pesquisas estão sendo realizadas para confirmar estas informações.

Consumir manga auxilia na proteção da saúde ocular

Rica em vitamina A (retinol) e zeaxantina, a manga ajuda a prevenir as doenças oculares. A vitamina A, contribui para para uma boa visão e para a prevenção de cegueira noturna. Já a zeaxantina, é um carotenoide que ajuda a evitar a degradação da mácula ocular, doença associada à cegueira em pessoas com idades mais avançadas.

7 Benefícios da Manga para a saúde1. Sensação de saciedade

Por ter uma quantidade razoável de fibras, esta fruta ocupa mais espaço dentro do estômago e a sua digestão ocorre de forma mais lenta. Isto promove sensação de saciedade e ajuda no emagrecimento.

2. Melhora o trânsito intestinal

As fibras presentes na manga ajudam na formação do bolo fecal e na regularização do funcionamento dos intestinos. Quem tem problemas de constipação, a manga pode ser bastante benéfica. Este fator também ajuda a emagrecer.

3. Auxilia no controle do diabetes

O índice glicêmico é a velocidade com que os carboidratos que ingerimos nos alimentos são absorvidos e provocam o aumento dos níveis de glicose do sangue. Como o índice glicêmico da manga é considerado médio, a depender do que você adicionar à fruta, pode reduzir ainda mais este índice. Por exemplo, pode-se adicionar iogurte desnatado, kefir e laticínios magros integrais. Isto torna mais lenta a absorção de seus carboidratos e evita picos de glicose e insulina. Este mecanismo ajuda o controle do nível de açúcar no sangue e evita o ganho de gordura corporal.

4. Reduz o colesterol

O alto teor de fibras e a pectina presentes na manga reduzem a absorção dos carboidratos presentes nos alimentos e, assim, ajudam a reduzir os níveis de colesterol.

5. Previne o envelhecimento precoce

A ação antioxidante da vitamina E e dos carotenóides, responsáveis pela coloração laranja da manga (betacaroteno), evita os danos provocados pela produção de radicais livres e auxilia na prevenção do envelhecimento precoce.

6. Ajuda na prevenção de câncer

Estudos têm mostrado que os polifenóis presentes na manga tem contribuído para evitar o crescimentos de células cancerígenas no cólon e mamas, sem que a células saudáveis sejam alteradas. Já a pectina contribui para evitar o câncer de próstata. Entretanto, mais pesquisas estão sendo realizadas para confirmar estas informações.

7. Fortalece o sistema imunológico

As vitamina A e vitamina C, presentes na manga em altas concentrações fortalecem o bom funcionamento do sistema imunológico reforçando as defesas do organismo contra infeções, gripes e manutenção de um bom estado de saúde geral.

A vitamina A, protege a saúde da pele e mucosas que são nossas primeiras barreiras de defesas contra diferentes tipos de infecções.

Enquanto a vitamina C, com sua função antioxidante, combate o câncer e o envelhecimento além de contribuir com a integridade dos vasos sanguíneos.

Consumo de Manga e Emagrecimento

Por provocar a sensação de saciedade por mais tempo, ter reduzido índice glicêmico e melhorar o funcionamento intestinal, a manga pode ser uma importante aliada para as pessoas que querem emagrecer. Isto se deve ao alto teor de fibras presentes na fruta.

Portanto ao consumir com o objetivo de emagrecer, é importante respeitar a quantidade de fruta orientada pelo nutricionista, não adicionar açúcares e dar preferência à sua forma in natura. Deve ser evitado o consumo do suco, uma vez que, nesta forma, a quantidade de fibras da fruta se torna muito pequena, perdendo-se também os benefícios de saciedade e motilidade intestinal.

Consumo de Manga e Ganho de Massa Muscular

As altas concentrações e vitamina A e C, desempenham importante função para quem tem como objetivo, o ganho de massa magra.

Vitamina A (retinol): participa da quebra das moléculas de proteínas em aminoácidos. Estes aminoácidos são moléculas estruturais que ajudam na construção do tecido muscular. Além disso, estão relacionados ao armazenamento de uma das principais formas de energia utilizadas pelo nosso organismo, chamada de glicogênio.

Vitamina C (ácido ascórbico): está diretamente ligada ao metabolismo dos aminoácidos e na formação do colágeno, um importante componente para manutenção da saúde das articulações. Contribui também na produção de alguns hormônios, na absorção de ferro e, por sua ação antioxidante, ajuda a eliminar os radicais livres formados pelo organismo e evitar danos celulares

Estas são características relevantes, especialmente, para os praticantes de musculação que pretendem ganhar massa muscular.

Formas de Consumir

  • Dê preferência ao consumo da fruta in natura para que todas as suas propriedades e benefícios sejam mantidos.
  • A ingestão de pedaços da fruta em saladas é bastante saudável, agrega sabor e aumenta a quantidades de fibras ingeridas.
  • Adicione em saladas de frutas.
  • Lembre-se que o consumo em forma de suco diminui a quantidade de fibras disponíveis, o que leva a redução de muitos dos benefícios da fruta.
  • Em forma de geleias, doces ou sorvetes, adoce com xylitol ou stevia. Não adicione açúcares. Nas preparações se pode usar leite ou kefir.
Cuidados
  • A manga contém uma substância chamada urushiol que está presente na casca da fruta e seiva da planta. Em pessoas alérgicas ao látex, o urishiol pode produzir uma dermatite de contato.
  • A colheita da manga verde e a indução da maturação com carboneto de cálcio, proibido em diversos países, é efetuada por diversos agricultores. Alguns estudo mostram que esta substância é bastante tóxica ao nosso organismo. Portanto, esteja atento à procedência da fruta e, sempre que possível, dê preferência aos produtos orgânicos.

Para um plano alimentar mais eficaz para emagrecimento e/ou ganho de massa magra, busque orientação de um nutricionista.

Referência:

Arbizu-Berrocal SH, Kim H, Fang C, Krenek KA, Mertens-Talcott SU. Polyphenols from mango (Mangifera indica L.) modulate PI3K/AKT/mTOR-associated micro-RNAs and reduce inflammation in non-cancer and induce cell death in breast cancer cells. Journal of Functional Foods 2019; 55:9-16.

Laqueadura engorda?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

A laqueadura tubária não engorda, não provoca alterações no ciclo menstrual da mulher nem causa diminuição do desejo sexual feminino.

A taxa de complicações é pequena. Quando realizada por laparoscopia ou por minilaparotomia, a laqueadura apresenta uma taxa de complicações de apenas 0,1%. As possíveis complicações podem incluir:

  • infecção
  • lesão de bexiga
  • lesão dos intestinos
  • hemorragia interna
  • complicações relacionadas à anestesia, como cefaléia.

A taxa de complicação com a técnica histeroscópica é menor ainda, cerca de 0,002%. A complicação mais comum é a lesão da parede do útero, que poderia trazer problemas em futuras gestações, que não é a preocupação da mulher que deseja fazer laqueadura.

As três técnicas de laqueadura tubária mencionadas acima apresentam uma taxa de sucesso acima de 99%.

O médico ginecologista/obstetra deverá discutir os riscos e benefícios da laqueadura tubária, assim como indicar a melhor técnica para realizá-la.

Clonazepan engorda?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

O Clonazepan pode provocar alterações de peso que tanto podem significar a perda quanto o ganho de peso, como resultado de efeitos colaterais do seu uso. 

O aumento do apetite é um dos efeitos colaterais possíveis de ocorrer com o  uso do  clonazepan, que poderia levar a um aumento do peso. Náuseas,  vômitos, diarreia e gastrite são alguns outros efeitos colaterais do sistema gastrointestinal, que poderiam levar à perda de peso.

O clonazepan é um medicamento da classe dos benzodiazepínicos, inicialmente indicado no tratamento de crises convulsivas, atualmente é usado também no tratamento de alguns distúrbios psiquiátricos.

Veja aqui quais os remédios que engordam e emagrecem.

Uma vez que os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais diversos para indivíduos diferentes, é importante comunicar todas as alterações percebidas ao médico que o prescreveu para sua avaliação e troca do medicamento se for necessário.

Pantogar engorda?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Pantogar não deve engordar, uma vez que não há nenhum estimulante de apetite ou outro componente em sua fórmula que, habitualmente, estimule o ganho de peso.

O Pantogar é um medicamento usado para tratamento de problemas com os cabelos, tais como o seu enfraquecimento, queda, cabelos finos, quebradiços, danificados. Também é usado para tratamento das unhas fracas, quebradiças e pouco maleáveis.

Em casos de ganho de peso durante o uso do Pantogar ou do aparecimento de outros efeitos indesejados deve-se procurar um clínico geral ou um dermatologista para uma orientação adequada.

Dormir pouco emagrece ou engorda?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Dormir pouco pode favorecer o ganho de peso, devido ao impacto que o sono de má qualidade tem no apetite e no gasto energético, podendo levar ao ganho de peso.

Isso porque dormir pouco está associado a alterações nos hormônios que controlam a fome. Os níveis de leptina, que reduz o apetite, baixam, enquanto que os níveis de grelina, que estimula o apetite, aumentam. Isso já ocorre quando a pessoa dorme menos de 8 horas por noite.

Além disso, quem dorme muito pouco (cerca de 4 horas por noite) tem mais vontade de comer alimentos calóricos, ricos em carboidratos, como doces e massas, por exemplo.

Outro fator que contribui para que as pessoas que dormem pouco engordem, é que estas têm menos chances de serem ativas fisicamente, o que leva a um gasto energético mais reduzido.

Portanto, dormir pouco pode contribuir para o ganho de peso, aumentando o risco de obesidade e outros problemas decorrentes do ganho de peso.

Além disso a privação de sono de qualidade no decorrer do tempo pode levar a diversos problemas como cansaço, fadiga, diminuição da produtividade e problemas de memória.

Caso sinta que não dorme adequadamente seja procure um médico de família ou clínico geral para uma avaliação inicial.

Também pode lhe interessar:

Dormir pouco faz mal a saúde? Quais as consequências?

Norestin engorda e dá acne? Quais os efeitos secundários?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Norestin é uma medicação anticoncepcional que contém apenas progesterona. Como efeito colateral, é possível haver um aumento de peso e aparecimento de acne.

Toda medicação está propensa a apresentar efeitos secundários. No momento da escolha, eles devem ser ponderados com os efeitos benéficos para decidir se vale a pena ser utilizado.

O Norestin apresenta como efeitos secundários mais comuns ( ≥1%):

  • Aumento do fluxo menstrual;
  • Náusea e vômito;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Sensibilidade nas mamas;
  • Cansaço;
  • Ausência de menstruação (amenorreia).

Os efeitos secundários menos comuns são (<1%):

  • Acne;
  • Depressão;
  • Secreção vaginal;
  • Edema;
  • Nervosismo.

O Norestin pode ser usado por mulheres em aleitamento materno.

Caso você observe muitos efeitos colaterais indesejáveis com o uso desse anticoncepcional, converse com seu/sua médico/a para avaliar uma possível troca de medicação ou para lhe aconselhar formas de adaptação aos efeitos secundários.

Tomar antidepressivo engorda?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Tomar antidepressivo pode fazer engordar ou emagrecer. Depende da medicação e do tempo de tratamento. Entre os medicamentos antidepressivos que podem provocar ganho de peso estão: 

  • Paroxetina;
  • Sertralina;
  • Amitriptilina;
  • Clomipramina;
  • Mirtazapina.

Outros como a bupropiona e a fluoxetina interferem pouco no peso e podem favorecer o emagrecimento.

Os antidepressivos são medicamentos para tratar vários distúrbios psiquiátricos e podem ter como efeito colateral uma discreta alteração no peso, tanto para mais quanto para menos. Essa alteração normalmente não é grande e pode ser atribuída a outros fatores como a melhoria do bem estar, aumento do apetite e a avidez por carboidratos.

Leia também: Antidepressivo pode causar impotência ou infertilidade?

Nunca tome antidepressivos por conta própria e com o objetivo principal de engordar ou emagrecer. O/a clínico/a geral, médico/a de família ou psiquiatra podem melhor indicar quando usar o antidepressivo e quais os efeitos colaterais.

Também pode lhe interessar: Quais os remédios que engordam e emagrecem?

Roacutan engorda ou emagrece?
Dr. Gabriel Soledade
Dr. Gabriel Soledade
Médico

Roacutan não engorda nem emgarece.

O Roacutan® (isotretinoína) é um medicamento utilizado no combate à acne, certos tipos de câncer e doenças inflamatórias crônicas. Alterações de peso não costumam figurar entre os seus efeitos colaterais mais comuns.

Vitamina B12 engorda?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não, vitamina B12 não engorda.

A vitamina B12 é importante na fabricação de novas células, como os glóbulos vermelhos do sangue, além de ser essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso.

Nas gestantes e mulheres em idade fértil que pretendem engravidar, a vitamina B12 é muito importante para garantir o desenvolvimento adequado do sistema nervoso do feto, evitando algumas malformações. Por isso, é comum o uso do ácido fólico pelo menos 3 meses antes da concepção e durante os 3 primeiros meses da gestação.

Normalmente, quem está em tratamento ou em suplementação, toma o comprimido todos os dia e, de forma alguma, ele faz ganhar peso ou aumentar o apetite.

Se você faz o tratamento com vitamina B12 e está engordando, provavelmente é por outros motivos que precisam ser investigados.

Procure o/a médico/a para orientar corretamente sobre o uso da vitamina B12.

Injeção trimestral engorda?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

É possível, esse é um efeito colateral frequentemente relatado, no entanto, nem toda mulher que faz uso da injeção anticoncepcional trimestral irá engordar, o efeito sobre o ganho de peso é variável e depende de mulher para mulher. Geralmente, a injeção provoca um aumento de 1 a 2 kg de peso com o seu uso, mais do que isso não é esperado.

Caso o uso da injeção seja associado a uma dieta equilibrada, atividade física e estilo de vida saudável a influência sobre o peso pode ser minimizada.

A injeção trimestral é composta pelo acetato de medroxiprogesterona, uma progesterona de depósito que tem efeito durante três meses. Apresenta uma alta eficácia contraceptiva se usado corretamente, ou seja, a injeção deve ser aplicada a cada 90 dias sem atrasos maiores que 2 semanas.

A injeção trimestral interfere na menstruação?

Sim, é possível que ocorram algumas modificações no padrão menstrual das mulheres que fazem uso da medroxiprogesterona.

Nos primeiros 3 meses é possível que ocorra uma irregularidade do sangramento menstrual ou mesmo prolongamento do período de sangramento. Com o decorrer do tempo é comum que o sangramento menstrual diminua, muitas mulheres chegam inclusive a entrar em amenorreia, ou seja, param de menstruar. Outras mulheres podem apresentar apenas uma redução do fluxo menstrual ou manter uma certa irregularidade no ciclo menstrual.

Quais são os efeitos colaterais da injeção trimestral?

Além do ganho de peso e das alterações no padrão e no ciclo menstrual, outros efeitos colaterais associados ao uso da medroxiprogesterona, são:

  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Desconforto gástrico
  • Inchaço
  • Alterações no humor
  • Diminuição do desejo sexual

Muitos desses efeitos podem diminuir com o decorrer do uso do injetável trimestral, caso se mantenham, aumentem de intensidade ou sejam incômodos consulte o seu médico de família ou ginecologista para uma avaliação.

Também pode ser do seu interesse:

Dúvidas sobre anticoncepcional injetável

Losartana faz engordar ou reter líquido?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Losartana não engorda, mas raramente pode provocar inchaço. A presença de inchaço localizado (edema) devido a losartana já foi relatado, mas é considerada um efeito adverso incomum ou seja pode ocorrer em 1 a cada 100 pessoas. Já em relação há ganho de peso por causa do medicamento não há relatos.

Outros efeitos adversos da losartana mais frequentes são:

  • Tontura;
  • Pressão sanguínea baixa (especialmente após a perda excessiva de água do corpo do vasos sanguíneos, por exemplo em pacientes com insuficiência cardíaca grave ou que esteja sendo tratado com altas doses de diuréticos);
  • Efeitos ortostáticos relacionados com a dose, tais como diminuição da pressão sanguínea ao se levantar da posição sentada ou deitada; -
  • Debilidade; 
  • Fadiga; 
  • Pouco açúcar no sangue (hipoglicemia); 
  • Muito potássio no sangue (hipercalemia);
  • Alteração no funcionamento dos rins, incluindo falência renal;
  • Anemia (diminuição do número de glóbulos vermelhos do sangue);
  • Aumento da ureia no sangue, da creatinina e do potássio sérico em pacientes com insuficiência cardíaca (enfraquecimento do coração).

A losartana é um medicamento frequentemente usado no tratamento da hipertensão arterial, muito eficaz e bem tolerado na maioria dos casos.

Procure o seu médico caso apresente algum efeito adverso para maiores orientações.

Leia também:

Quais os efeitos colaterais da losartana potássica?

Anticoncepcional causa espinha, engorda e diminui o desejo?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Esses sangramentos são sangramentos de escape e podem acontecer com o uso de alguns anticoncepcionais. Não dá para saber se o anticoncepcional que você está usando diminui o desejo sexual (foi sua primeira vez), porém isso pode acontecer. Alguns anticoncepcionais causam espinhas e engordam.