Perguntar
Fechar

Erisipela

Qual a diferença entre flebite, tromboflebite, trombose e erisipela?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A principal diferença entre flebite, tromboflebite, trombose e erisipela, é que as três primeiras caracterizam-se por serem processos inflamatórios com formação de coágulos sanguíneos numa veia, enquanto que a erisipela é uma infecção na pele.

Definições e principais sintomas de cada uma delas:

Flebite:

Processo inflamatório na parede interna de uma veia superficial do corpo, principalmente nas pernas. Afeta sobretudo pessoas com varizes e fumantes;

  • Sintomas: Vermelhidão, dor, inchaço, sensação de ardor e calor no trajeto da veia inflamada;

Tromboflebite:

Caso a flebite não seja tratada a tempo, pode haver formação de coágulos sanguíneos, evoluindo então para um quadro de tromboflebite, que é uma trombose superficial, uma vez que atingem veias logo abaixo da pele;

  • Sintomas: Os mesmos da flebite, só que neste caso a veia também fica endurecida;
Trombose:

Trata-se da formação ou do desenvolvimento de um trombo causado pela coagulação do sangue, que pode ocorrer numa veia superficial, logo abaixo da pele, ou numa veia profunda, no interior dos músculos (trombose venosa profunda ou TVP). Independentemente da localização, o trombo irá provocar uma inflamação na veia (flebite ou tromboflebite), podendo ficar restrito ao local de formação inicial ou estender-se ao longo da veia, provocando a sua obstrução parcial ou total;

  • Sintomas:

    • Trombose superficial: Nas veias superficiais, ocorre aumento da temperatura, dor, vermelhidão e edema (inchaço) na área afetada, além de um endurecimento no trajeto da veia abaixo da pele;
    • Trombose venosa profunda (TVP): Edema e dor, geralmente restritos a uma única perna. O inchaço pode ficar localizado apenas na panturrilha e no pé ou estar mais evidente na coxa, indicando que o trombo localiza-se nas veias profundas desta região ou mais acima da virilha;
Erisipela:

Trata-se de um processo infeccioso da pele, causado na maioria das vezes pela  bactéria estreptococo, que está naturalmente presente na superfície da pele. Geralmente a bactéria penetra no organismo através de uma micose ou pequenos ferimentos (arranhão, picadas de insetos, feridas) na pele;

  • Sintomas: Vermelhidão, inchaço e calor local, além de calafrios, febre alta, mal-estar, náuseas e vômitos. Pode haver ainda formação de bolhas e rachaduras na pele com perda do liquido que circula nos vasos linfáticos.

Veja mais sobre o assunto em: O que é flebite e quais os sintomas?; Quais os sintomas da trombose venosa profunda? ; O que é erisipela e quais os sintomas?.

Em caso de sinais e sintomas de flebite, tromboflebite, erisipela ou trombose, consulte um clinico geral ou médico de família para uma avaliação inicial, em alguns casos pode ser necessário o acompanhamento por um angiologista.

Qual o tratamento para erisipela?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O tratamento para erisipela inclui a administração de antibióticos por via via oral, repouso e elevação do membro afetado. Esse é o tratamento se a infecção não estiver numa fase mais avançada.

O uso de antibióticos é mantido durante pelo menos duas semanas, para evitar recidivas. Após 3 ou 4 dias de tratamento, o/a paciente já terá um alívio dos sintomas.

Dentre os antibióticos utilizados no tratamento da erisipela estão a penicilina benzatina ou procaína, amoxicilina, oxacilina, vancomicina e eritromicina.

Em casa, o/a paciente também pode aplicar compressas frias para ajudar a controlar a inflamação, aliviar a dor e o inchaço nas pernas.

Pacientes que apresentam feridas na perna ou desenvolvem uma forma mais grave da doença, como a erisipela bolhosa, precisam receber tratamento por tempo indeterminado devido ao risco de erisipelas de repetição.

O que é erisipela?

A erisipela é uma infecção da pele provocada por bactérias do tipo estreptococos ou estafilococos. Essas bactérias habitam naturalmente a superfície do corpo e penetram no organismo através de lesões na pele, que atuam como porta de entrada para os micro-organismos.

A erisipela surge sobretudo nas pernas, mas a infecção também pode ocorrer nas mãos, braços e rosto. 

Erisipela bolhosa

A erisipela bolhosa é uma forma mais grave da doença, pois afeta tecidos mais profundos, como músculos e gordura. Em alguns casos, o músculo fica exposto ou pode ser mesmo destruído.

A erisipela bolhosa acomete principalmente pessoas com diabetes descompensado ou com baixa imunidade, como ocorre em casos de HIV e câncer.

Quais são os sintomas da erisipela?

A erisipela surge como uma mancha vermelha na pele, com bordas bem definidas, que aumenta de tamanho progressivamente. Além desse sinal, a pessoa pode apresentar febre alta, tremores, mal-estar, náuseas e vômitos.

Quais são os fatores de risco para erisipela?
  • Insuficiência venosa crônica;
  • Mastectomia;
  • Linfedema;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Doenças cardíacas e renais.

O tratamento da erisipela deve ser prescrito e acompanhado pelo/a médico/a de família, clínico/a geral ou infectologista.

O que é erisipela e quais os sintomas?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Erisipela é uma infecção da pele causada por bactérias que habitam naturalmente a superfície da pele e que penetram através de picadas de inseto, micoses ou qualquer ferida que utilizam como porta de entrada.

A erisipela geralmente aparece na perna, mas pode surgir também nos membros superiores e na face. É causada principalmente por bactérias estreptococos e estafilococos, que estão naturalmente presentes na superfície da pele.

Quando surge uma porta de entrada, que pode ser uma simples picada de inseto ou um arranhão, essas bactérias invadem a pele e se proliferam, causando a infecção conhecida como erisipela.

Os sintomas da erisipela são:

  • Mancha avermelhada na pele com bordas bem definidas, que aumenta de tamanho progressivamente;
  • Tremores;
  • Mal-estar geral;
  • Náuseas e vômitos;
  • Febre alta.

Algumas condições que aumentam os riscos do paciente desenvolver erisipela:

  • Insuficiência venosa crônica;
  • Pessoas que fizeram mastectomia;
  • Linfedema;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Doenças cardíacas e renais.
Erisipela Bolhosa

A erisipela bolhosa é uma forma mais grave de erisipela, pois a infecção cresce em profundidade e atinge músculo e gordura, podendo inclusive deixar o músculo exposto ou ainda provocar a sua destruição.

Geralmente a erisipela bolhosa ocorre em pacientes diabéticos descompensados ou que estejam com o sistema imunológico debilitado devido ao vírus HIV ou doenças como o câncer.

A erisipela deve ser tratada pelo/a médico/a de família, clínico/a geral ou infectologista.

Trombose venosa profunda pode provocar erisipela?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Os sinais e sintomas na pele da trombose venosa profunda (dor, inchaço, vermelhidão e calor) são semelhantes aos sintomas da erisipela, porém são duas situações distintas.