Perguntar
Fechar

Frio

Frio na barriga e dor na nuca, o que pode ser?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Frio na barriga e dor na nuca podem não estar relacionados ou ser causados por estados de ansiedade. 

O frio na barriga é uma queixa geralmente relacionada à estados de ansiedade, quando ela mantém-se o tempo todo, sem um motivo claro​, pode estar ocorrendo um estado anormal de ansiedade generalizada. Nesse caso, a ansiedade pode ser tratada com medicamentos, terapias psicológicas e técnicas de relaxamento. Outros sintomas de ansiedade podem ser: inquietação, cansaço, palidez, sudorese, tensão muscular, respiração e coração acelerados.

A dor na nuca é um sintoma comum à várias doenças, como pressão alta, problemas na coluna cervical e contração muscular, sendo necessária a investigação de outros sinais e sintomas que possam estar presentes. No caso da pressão alta (hipertensão), pode ocorrer também dor de cabeça, sensação de luzes atrapalhando a visão e tontura. A contração muscular pode ocorrer devido à atividades físicas, estresse, ansiedade e posturas inadequadas.

O clínico geral é o profissional que pode diagnosticar e orientar o tratamento ou os encaminhamentos que forem necessários à outros profissionais da saúde.

O que pode causar suor frio?

As principais causas de suor frio (sudorese fria) são:

  • Medo;
  • Ansiedade;
  • Situações de estresse ou nervosismo;
  • Estado de choque;
  • Dor;
  • Falta de ar;
  • Hipoglicemia (falta de açúcar no sangue);
  • Febre;
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Pressão baixa.

O suor frio é uma reação natural do organismo, desencadeada para proteger a pessoa de situações de perigo.

No entanto, se o suor frio for constante e vier acompanhado de outros sintomas, como dificuldade para respirar, palidez, tontura ou sensação de fraqueza, podem indicar algum problema de saúde ou doença subjacente.

Nesses casos, recomenda-se consultar um médico clínico geral para despistar problemas mais graves.

Alergia ao frio causa que tipo de sintomas?

A alergia ao frio manifesta-se através de erupções na pele, inchaço, vermelhidão e coceira. Dependendo do grau da reação alérgica, outros sintomas podem estar presentes, como febre, náuseas, queda da pressão arterial, choque e desmaio.

A urticária ao frio, como também é conhecida esse tipo de alergia, caracteriza-se pela erupção de lesões vermelhas salientes na pele, parecidas com vergões, que causam coceira intensa.

Os sintomas da alergia ao frio se manifestam quando a pessoa entra em contato com algo frio, como água ou até mesmo o ar. Apesar da intensidade da reação alérgica variar, esse tipo de alergia normalmente só causa coceira.

Pessoas com alergia ao frio devem ter cuidados para não se expor ao frio e evitar mudanças bruscas de temperatura. Em alguns casos, deve-se evitar até tomar sorvetes ou ingerir bebidas muito geladas.

O tratamento é feito com medicamentos anti-histamínicos (antialérgicos) e tem como objetivo prevenir as reações durante o contato com temperaturas mais frias. Porém, a medicação não é capaz de curar o problema e impedir novas respostas alérgicas.

Consulte um médico dermatologista, alergista ou alergologista em caso de sintomas de alergia ao frio.

Saiba mais em:

O que pode causar alergia na pele?

Urticária: saiba o que é, o que pode causar e diferentes tipos

Ontem me senti mal: tontura, ânsia e frio o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode ser os sintomas iniciais de uma infecção viral.