Perguntar
Fechar

Nervosismo

Sinto a garganta fechando e a sensação de que não consigo respirar. O que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sentir a garganta fechando e ter a sensação de não conseguir respirar pode ser um sintoma de ansiedade. Porém, é preciso fazer alguns exames para descartar problemas cardíacos e alterações hormonais, para que seja diagnosticada a ansiedade.

No entanto, não há exames específicos para diagnosticar diretamente os distúrbios de ansiedade. Alguns desses distúrbios podem durar curtos espaços de tempo, enquanto outros poderão ocorrer durante toda a vida, necessitando assim de um tratamento prolongado.

A psicoterapia é uma forma de tratamento que tem se mostrado bastante eficaz no tratamento dos distúrbios de ansiedade.

As técnicas de psicoterapia têm como objetivo alterar as crenças equivocadas que o/a paciente tem sobre si mesmo, ajudando-o/a a enfrentar situações que causam desconforto.

Com a ajuda do/a psicólogo/a o/a paciente será capaz de identificar e gerenciar as causas da sua ansiedade, pois estará mais bem preparado/a para enfrentar as situações difíceis que possam surgir.

Consulte o/a médico/a clínico/a geral ou médico/a de família para descartar outros problemas médicos e, se a causa da falta de ar e da garganta fechando for mesmo ansiedade, esse/a profissional fará o cuidado necessário além de referenciar para outros/as especialistas como o/a médico/a psiquiatra ou um/a psicólogo/a.

Estresse e nervosismo podem causar manchas roxas no corpo?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

Estresse e nervosismo, a princípio, não causam manchas roxas no corpo.

A principal causa das equimoses (manchas roxas) são traumas provocados por objetos obtundentes, que normalmente ocorrem em acidentes de trabalho, de trânsito, escolares e domésticos. Na prática de atividades esportivas também se proporcionam oportunidades para o surgimento de equimoses.

As mulheres são geralmente mais vulneráveis a contusões do que os homens, muito devido a alterações hormonas. Pessoas que estejam tomando certos medicamentos como corticoesteróides e também os idosos são igualmente mais vulneráveis.

Também pode lhe interessar: Calor na cabeça gostaria de saber o que é?

Outras causas para o surgimento de equimoses são:

  • distúrbios da coagulação do sangue;
  • deficiência de vitamina C;
  • tabagismo;
  • uso de corticoesteróides;
  • baixo número de plaquetas;
  • uso de ácido acetil salicílico, clopidogrel.

Na presença de equimoses espontâneas, não associadas a traumas, devem ser realizados hemograma e exames de coagulação. Deverá ser consultado um médico clínico geral para uma melhor avaliação.

O que é uma pessoa sedada?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sedação é um procedimento onde o médico aplica uma medicação que tem como principal efeito acalmar o paciente, fazê-lo ficar calmo, tranquilo, dormindo...

Minha menstruação veio 2 vezes neste mês de agosto...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Minha dica de amigo e de médico é que esqueça da sua menstruação, ela veio, então não deve estar grávida (visto que os dois exames foram negativos), e não houve tanta irregularidade a ponto de você se preocupar já que houveram 27 dias de diferença entre uma menstruação e outra. Provavelmente não deve ser nada de preocupante (doença séria).

Toda vez que fico nervosa e ansiosa ocorrem sangramentos
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu problema principal deve ser depressão ou ansiedade. Doenças psicológicas, normalmente escolhem um órgão (órgão alvo, diferente para cada pessoa) para repassar parte da dor psicológica e aliviar a tensão interna, transformando isso em sintomas físicos, como no seu caso sangramento vaginal. Precisa tratar seu nervosismo e provavelmente ira melhorar do físico. Em alguns casos isso é mera coincidência (pouco provável) e você tem as duas coisas (problema psicológico e problema físico no útero). Precisa procurar um ginecologista.

Estou sentindo tontura e aceleração no coração...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Preocupado você já está. e com o cigarro deve se preocupar sim. Vários outros fatores precisam ser avaliados para saber se é preocupante ou não (idade, peso, antecedentes pessoais e familiares e os outros fatores de risco).

Muito estressada e ansiosa, o médico disse que é princípio de pânico?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Dentro das doenças caracterizadas pela ansiedade a Síndrome de Pânico ocorre quando esse grau de ansiedade é muito alto. Os sintomas você sabe quais são porque você sente eles. Precisa tratar sua doença (existem várias formas de tratar: remédios, mudança de hábitos de vida e psicoterapia).

Faço feridas na cabeça sem que eu perceba de tanto coçar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Procure um médico, qualquer um, qualquer bom tratamento começa com um bom diagnóstico (estresse, ansiedade, transtorno compulsivo e outros transtornos podem estar envolvidos com esse problema). Feito o diagnóstico correto pode-se começar um tratamento. Provavelmente este não deve ser seu único problema relacionado a esfera emocional, tudo deve estar envolvido e faz parte do mesmo problema.

Depois de passar muita raiva em uma discussão senti dor no pé, na barriga e enjoo, é normal?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. É normal sentir enjoo, dores ou mal-estar após episódio de estresse. Isso também acontece quando passamos por situações de medo, angústia ou ansiedade.

Os sintomas que ocorrem após a raiva, irritabilidade ou estresse, são respostas do nosso corpo quando entende que estamos em situação de "perigo". Portanto como forma de defesa, o nosso organismo aumenta a liberação de adrenalina e neurotransmissores, acelerando nosso metabolismo. Por um lado, a adrenalina e o aumento do metabolismo, nos ajudam se por exemplo precisarmos sair correndo ou emitir um grito, no entanto, também são responsáveis por outras sensações desagradáveis, como as que sentiu.

Os sintomas mais comuns relatados durante uma situação de estresse são:

  • Agitação; 
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Transpiração excessiva;
  • Esquecimentos;
  • Coceira, lesões de pele, vermelhidão;
  • Aumento de pressão arterial ou glicose;
  • Dor no peito;
  • "Bolo na garganta";
  • Náuseas e vômitos.

Contudo, se a pessoa sair da situação e o organismo se equilibrar, os sintomas desaparecem espontaneamente, o que não causa preocupação, apenas confirma reação normal do organismo.

O estresse é um diagnóstico de exclusão, ou seja, todas as doenças que causam risco de vida devem ser descartadas antes de confirmar esse diagnóstico, inclusive porque o estresse interfere  diretamente e descompensa muitas doenças, como a hipertensão e o diabetes. 

Por isso, se mesmo após término o da situação, os sintomas permanecerem, é importante procurar atendimento médico de emergência, para uma avaliação adequada.

Pode lhe interessar também:

Como tratar erupções na pele causadas por estresse?

Estresse e nervosismo podem causar manchas roxas no corpo?

Dormência no rosto, o que pode ser?

.

Sou muito triste, estressado e muito nervoso, pode ser depressão?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, pode ser depressão e é importante procurar ajuda. A depressão pode cursar com diferentes sintomas, os principais são a tristeza profunda sem motivo aparente e a falta de prazer em qualquer atividade, mesmo naquelas que anteriormente traziam alegria e eram agradáveis. Os pensamentos suicidas também são indicativos de depressão com um grau importante de acometimento.

Outros sintomas de depressão são:

  • Irritabilidade, angústia, ansiedade;
  • Desânimo, cansaço fácil;
  • Desinteresse, falta de motivação e apatia;
  • Falta de vontade e dificuldade de tomar decisões;
  • Sentimentos de medo, insegurança, desespero ou vazio;
  • Pessimismo, ideias de culpa e baixa auto-estima;
  • Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento;
  • Diminuição da libido e do prazer sexual;
  • Perda ou aumento do apetite;
  • Insônia ou aumento do sono;
  • Dores e outros sintomas físicos sem causa justificável.

É importante lembrar que a depressão é uma doença que tem tratamento, portanto, caso esteja apresentando os sintomas acima procure ajuda profissional, o seu médico pode orientá-lo sobre o tratamento, em alguns casos o psicólogo pode ser essencial também.

Leia mais em:

Como saber se tenho Depressão?

As 4 formas para combater a Depressão.

Quando ansiosa e nervosa tenho fincadas nos dedos e pés...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não fique ansiosa nem nervosa. Sem remédios a única maneira de conseguir isso é com a mudança de vida (eliminar o que te incomoda e colocar no lugar o que te faz bem), procure um psicólogo que ele pode te ajudar.

Perdi meu bebê com 8 meses gestação, estou inconformada...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Além do psicólogo que vai te ajudar muito, você precisa ir também a um psiquiatra, vai precisar de medicamentos para sair desse momento difícil da sua vida. O que você tem é o que chamamos de depressão reativa, é algo perfeitamente esperado para uma pessoa que teve uma perda tão infeliz como a que você teve, mas não se desespere, não fique achando que já está ficando "louca", é só começar a tratar que logo você vai começar a se sentir melhor.