Perguntar
Fechar
Estou com manchas vermelhas pelo corpo o que pode ser?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Pela sua descrição parece um tipo de alergia (urticária) ou até uma infecção de pele. Outras causas possíveis de lesões vermelhas que causam coceira são a escabiose (sarna), o eczema e o Zika vírus.

Outras doenças menos comuns, mas que podem causar esses sintomas são as doenças autoimunes como lúpus e psoríase.

Portanto, no seu caso o mais adequado é procurar um médico clínico geral ou dermatologista para reavaliação e confirmação diagnóstica, principalmente porque para cada uma das doenças citadas exige um tratamento específico.

Urticária

A urticária é uma reação alérgica originada de diferentes causas, como por exemplo o uso de medicamentos, picadas de insetos, produtos químicos, alimentos, estresse e infecções.

Apesar da coceira, as manchas vermelhas costumam desaparecer espontaneamente em alguns dias, a não ser que o agente alérgeno seja mantido.

A urticária pode evolui também com maior gravidade, causando inchaço significativo nas pálpebras, nos lábios, na língua e na garganta. Nesses casos é necessário que a pessoa seja levada imediatamente a um serviço de emergência.

Escabiose (sarna)

A escabiose é uma doença causada pelo ácaro Sarcoptes scabieium, caracterizada por coceira intensa e manchas vermelhas, principalmente nas regiões de abdômen, parte interna dos braços, áreas genitais e coxas.

Sua transmissão pode ocorrer pelas roupas de uso comum (roupas de cama e banho), além do contato sexual.

Eczema

O eczema, conhecido por dermatite, é uma inflamação na pele que causa manchas vermelhas no corpo e coceira intensa, que se assemelham muito com a reação alérgica, causados por alérgenos. Apresentam como caraterísticas marcante, a piora com o estresse, temperaturas frias ou quentes, ou ainda se a pele for exposta à água ou ao sol.

Zika

Zika é uma doença causada pelo Zika virus (ZIKV), transmitida pela picada do mosquito Aedes. Seus sintomas mais comuns são a febre baixa, as manchas com coceira, vermelhidão nos olhos, dores nas articulações, mal-estar e dores de cabeça.

O médico dermatologista é o especialista em lesões de pele. Agende uma consulta para dar inicio o quanto antes ao seu tratamento.

Pode lhe interessar também: O que pode causar manchas vermelhas na pele?

Tenho a pele amarela desde que nasci. Posso ter hepatite?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Pele amarelada (icterícia) é um dos sinais de hepatite, mas é muito pouco provável que você tenha a doença desde o nascimento.

Icterícia (pele amarela)

A icterícia é um sinal, provocado pelo acúmulo de bilirrubina indireta no sangue, que então se deposita na epiderme, parte branca dos olhos e mucosas, deixando a pele e os olhos amarelados.

A bilirrubina é uma substância de cor amarela, resultante do metabolismo da hemoglobina (substância que dá a cor vermelha aos glóbulos vermelhos do sangue). Normalmente a bilirrubina é "conjugada", transformada em bilirrubina direta, no fígado, em seguida é lançada no intestino, para finalmente ser excretada. Quando existe algum defeito nesse circuito, a concentração de bilirrubina "não-conjugada" (indireta) aumenta no sangue, causando a icterícia.

Causas de icterícia

Dentre as condições e doenças que podem deixar a pele amarelada estão:

  • Condição fisiológica pós-parto, ou amamentação (condição bastante comum e benigna, causada pela imaturidade do organismo do bebê),
  • Hepatites;
  • Cirrose hepática;
  • Hemocromatose (doença genética que provoca uma absorção excessiva do ferro presente na alimentação);
  • Síndrome de Gilbert (condição benigna, também genética, que provoca uma elevação nos níveis de bilirrubina);
  • Câncer de fígado;
  • Anemia falciforme;
  • Cálculos ou tumores biliares;
  • Câncer de pâncreas.

Para cada caso existe um tipo de tratamento. Nos casos de icterícia neonatal fisiológica, está indicado exposição solar ou fototerapia. Para a maioria das hepatites, geralmente é indicado hidratação e orientações médicas. Porém em casos de tumores e outros mais graves, podem ser indicados cirurgia ou transplante hepático.

Portanto o mais importante é diagnosticar o quanto antes para iniciar o tratamento precocemente.

Também pode lhe interessar o artigo: Olhos amarelados, o que pode ser?

Hepatites

A hepatite é uma inflamação no tecido hepático (fígado), causada por infecções virais, excesso de medicamentos ou substâncias ilícitas, ou ainda secundária a doenças crônicas.

Os sintomas podem variar bastante, existem casos leves, que não chegam a manifestar qualquer sintoma, outros apresentam mal-estar, náuseas, vômitos, febre baixa, dor abdominal e icterícia. Nos casos mais graves, pode chegar a quadro de confusão mental e coma.

Na fase crônica da hepatite B, por exemplo, a maioria das pessoas não manifesta sintomas. Quando estes estão presentes, são causados pela insuficiência e cirrose do fígado, o que leva ao quadro de icterícia, e ainda:

  • Líquido acumulado no abdômen (ascite);
  • Inchaço nos membros inferiores;
  • Baço aumentado;
  • Confusão mental.

A icterícia pode ter diversas causas, para sua correta investigação é preciso realizar exames laboratoriais específicos.

Caso apresente esse sinal, recomendamos agendar uma consulta com médico clínico geral, médico de família ou hepatologista, para avaliação e orientações adequadas.

Pode lhe interessar também:

Bilirrubina alta: o que pode ser?

Para que serve o exame de bilirrubina no sangue?

Quais os sintomas da hepatite A?

Quais são os sintomas da hepatite B?

Quais são os sintomas da hepatite C?

Bepantol Derma Creme: para que serve e como usar a pomada?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

A pomada Bepantol Derma Creme serve para hidratar a pele e prevenir o seu ressecamento e a sua descamação. Sua fórmula possui grandes quantidades de pró-vitamina B5 (dexpantenol), além de lanolina e óleo de amêndoas doces, substâncias com forte ação hidratante.

O principal princípio ativo do Bepantol Derma Creme é a pró-vitamina B5, também conhecida como dexpantenol. A substância acelera a regeneração das células, promovendo a renovação natural da pele.

O dexpantenol também é um poderoso hidratante, que evita a perda excessiva de água pela pele, além de estimular a produção de colágeno, ajudar na cicatrização, auxiliar no controle de inflamações e melhorar a função de proteção da pele.

Assim, o Bepantol pomada hidrata, cicatriza, fortalece e renova a pele, deixando-a mais macia, firme e resistente.

Como o Bepantol Derma Creme funciona?

A pró-vitamina B5 ou dexpantenol, presente em grandes concentrações no Bepantol Derma Creme, é transformada rapidamente em ácido pantotênico nas células da pele e das mucosas.

O ácido pantotênico está relacionado com a regeneração e a cicatrização da pele e das mucosas.

O ácido pantotênico estimula a replicação das células das camadas basais da pele, que irão compor a camada superficial da pele. A substância também estimula a multiplicação dos fibroblastos, que produzem colágeno, fundamental para a firmeza e resistência da pele.

A pomada também forma uma fina camada protetora e transparente, que protege a pele dos agentes agressores externos e impermeabiliza a pele, evitando a perda de água e consequente desidratação e ressecamento.

Quando usar Bepantol Derma Creme?

O Bepantol Derma Creme é indicado para peles que precisam de hidratação e locais que necessitam de cuidados especiais e hidratação intensiva, como tatuagens, pés, cutículas, calcanhares, cotovelos e joelhos, deixando a pele mais macia e saudável.

Quando aplicado no rosto e na região abaixo dos olhos, a ação hidratante da pomada deixa a pele com um aspecto mais saudável. Porém, a pomada não serve para clarear a pele ou eliminar manchas.

O Bepantol pomada promove uma hidratação profunda da pele, estimulando a sua regeneração naturalmente e prevenindo a sua descamação.

Contudo, devido às propriedades cicatrizantes, regenerativas e anti-inflamatórias do dexpantenol, o Bepantol Derma Creme também é indicado no tratamento de:

  • Assaduras;
  • Fissura anal;
  • Fissuras nos mamilos;
  • Ferimentos e queimaduras leves;
  • Rachaduras em pele e mucosas;
  • Escaras (úlceras de pressão);
  • Fissuras nos lábios.
Como usar Bepantol Derma Creme?

Aplique uma camada de Bepantol Derma na pele e espalhe suavemente, uma vez ao dia. Aplique novamente a pomada sempre que for preciso hidratar ou tratar a pele de forma mais intensa.

Para prevenir e tratar assaduras, recomenda-se aplicar uma camada de Bepantol sempre que houver mudança de fralda, depois de limpar o bebê.

No tratamento e na prevenção de fissuras nos mamilos, deve-se aplicar uma camada de pomada no local após cada mamada.

Para maiores esclarecimentos sobre o uso de Bepantol Derma Creme, consulte um médico dermatologista ou fale com o médico que receitou o medicamento.

Também pode lhe interessar: Posso usar Bepantol Derma Solução para hidratar o cabelo?

Peguei catapora há 5 meses e fiquei com marcas no corpo. Com o tempo elas vão saindo? Tem algum medicamento que possa tirá-las?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Suas marcas na verdade são cicatrizes e as cicatrizes costumam não desaparecer (podem com o passar dos anos ficarem menos nítidas, mas desaparecer é bem difícil), no seu caso o ideal é procurar um dermatologista para que ele faça uma avaliação e proponha uma forma de amenizar ou que sabe eliminar suas marcas de catapora.

Sai da minha virilha um suor com odor e que marca a roupa, o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A causa mais provável é uma infecção de pele causada por fungo.

Dermatite atópica deixa a pele branca para sempre?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Não necessariamente, se a dermatite atópica for adequadamente tratada e o processo inflamatório que acomete a pele for controlado e prevenido é possível controlar os sintomas e reverter as alterações na pele, permitindo que a cor da pele volte ao normal. 

No entanto, a dermatite atópica é uma doença crônica, em que os sintomas podem voltar a aparecer mesmo após remissão da doença.

É mais frequente em crianças, 90% dos casos surgem antes dos 5 anos de idade. Nos adultos os sintomas surgem com menos intensidade, e é mesmo possível que algumas pessoas que tenham tido episódios de dermatite atópica na infância não tenham mais na idade adulta. 

A dermatite atópica é uma das principais doenças alérgicas da pele, de origem genética, e está frequentemente associada a outras atopias (doenças alérgicas) como asma e rinite alérgica.

Causa um processo inflamatório crônico da pele, levando a sintomas como: pele extremamente seca, coceira intensa (prurido), que pode levar a ferimentos da pele por conta do ato de coçar, e mudança da textura da pele, que torna-se mais grossa, avermelhada ou esbranquiçada.

Saiba mais sobre a doença em: O que é dermatite atópica?

O tratamento consiste basicamente em hidratação abundante e diária da pele, além de evitar o contato com alérgenos e irritantes da pele como produtos cosméticos, como sabonetes e shampoos com perfume, produtos de limpeza, pó, pólen, cigarro e água quente.

Leia mais sobre o tratamento em: Qual é o tratamento para dermatite atópica?

Procure o seu médico de família, ou pediatra ou clínico geral para mais orientações. Em casos graves e extensos da dermatite atópica pode ser necessário o acompanhamento também por um médico dermatologista.

Pode também lhe interessar:

Tenho dermatite atópica, esta doença tem cura?

Veias aparentes e formigamento na face. Será algo grave?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Precisa consultar um dermatologista para avaliar sua lesão, este tipo de lesão tem seu diagnóstico pela visualização da lesão. Normalmente estão associados a algum tipo de alergia ou inflamação de pele.

Tomei Decadron e meu cabelo e minha pele ficaram ruins, pode ser da medicação? Vai voltar ao normal?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode sim ser efeito da medicação. A pele regenera rapidamente e é substituída a cada 21 dias, os cabelos são formados na raiz e a parte que cresceu do fio não modifica mais, precisa fazer tratamentos estéticos para melhorar o aspecto do seu cabelo.

Leia também: Pele e cabelo oleosos: o que pode ser e o que fazer?

Fiz um enxerto de pele e está cheirando muito mal, o que pode ser?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O local de um enxerto pode ter um cheiro um pouco desagradável devido a partes do tecido que podem ter pequenas áreas de necrose (cheiro mal é subjetivo neste caso), porém qualquer alteração neste caso deve ser levada em consideração (cheiro, secreção, febre, vermelhidão).

Três situações podem estar ocorrendo:

  • Erro de interpretação desse cheiro
  • Necrose do enxerto (morte do tecido)
  • Infecção no local

Precisa procurar um médico.

Pele ressecada: quais as causas e o como tratar?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O ressecamento da pele pode ser passageiro e estar relacionado a fatores externos, mas também pode ser sinal de algum problema de saúde ou doenças de pele, inclusive câncer.

Em caso de pele ressecada, deve-se tomar alguns cuidados, que também servem para evitar o ressecamento da pele:

  • Tomar banhos de água morna (evitar banhos quentes), com 10 minutos de duração no máximo;
  • Não utilizar buchas ou esponjas na hora do banho e usar pouco sabonete, que deve ser apropriado para pele ressecada, de preferência com ceramidas, glicerina, triglicerídeos ou manteiga de karité;
  • Evitar produtos que tenham ácido salicílico, ácido glicólico ou álcool em suas composições;
  • Usar protetor solar diariamente, de preferência os que contêm hidratantes;
  • Passar hidratante todos os dias, de preferência após o banho, enquanto a pele ainda está um pouco úmida;
  • Sempre utilizar hidratante depois de ir à piscina, praia e sauna, após exposições ao sol e a produtos químicos;
  • Enxugar a pele pressionando suavemente a toalha sobre a pele, sem esfregar;
  • Evitar exposições prolongadas ao sol;
  • Usar luvas ao manipular produtos químicos;
  • Hidratar as mãos com frequência;
  • Evitar fumar;
  • Beber água com frequência.

Se mesmo com esses cuidados a pele continuar ressecada, consulte o/a médico/a dermatologista, clínico/a geral ou médico/a de família para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Também pode lhe interessar: Lábios ressecados: Quais são as causas e como tratar?

Manchas causadas pelo sol na gestação são permanentes?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

As manchas são permanentes, se nada for feito elas não desaparecem mais, precisa começar a se cuidar com o uso de protetor solar todos os dias - passar uma vez pela manhã e repetir na hora do almoço (mesmo em dias nublados). Atualmente existem muitas soluções estéticas e dermatológicas. Procure uma clínica de estética ou um dermatologista.

Tenho a pele muito oleosa, há algum sabonete ou remédio que ajude?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pele oleosa pode estar associada com várias causas e geralmente o tratamento ideal seria tratar a causa. Dentre as mais comuns: característica própria e natural do tipo de pele, problemas hormonais, problemas emocionais, alimentação inadequada, doenças de pele.

O ideal é procurar um dermatologista que pode dizer melhor qual a causa e a partir de então propor um tratamento. Medidas gerais como cuidados com a alimentação (evitar frituras, gorduras alimentos gordurosos, comidas rápidas e prontas - fast food), exercícios físicos regulares e o uso de sabonetes com pH neutro para pele oleosa podem reduzir a oleosidade da pele.

Leia também: Pele oleosa pode ser sintoma de gravidez?