Pergunte ao Médico
Como Funciona

Pílula

A pílula do dia seguinte pode atrasar minha menstruação?

Sim. A pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação.

A mulher que fez uso da pílula do dia seguinte pode apresentar alteração da data habitual de sua menstruação. Isso se deve pelo desbalanço hormonal que a pílula provoca e uma readaptação do organismo perante ao hormônio ingerido.

Após a tomada da pílula do dia seguinte, a menstruação geralmente ocorrerá em torno  de uma semana da data esperada da menstruação. Cada mulher terá uma reação diferente e esse tempo pode variar para alguns dias antes (antecipando a menstruação) ou depois da data habitual (atrasando a menstruação).

Leia também: Sou virgem e minha menstruação está atrasada. O que pode ser?; Menstruação atrasada na adolescência é normal?

Caso demore mais de 4 semanas após o uso da medicação para a menstruação vir, é interessante realizar um teste de gravidez para se certificar do seu efeito.

Quanto tempo duram os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?

A duração dos efeitos colaterais da pílula do dia seguinte é variável de mulher para mulher, podendo durar algumas horas ou alguns dias.

Nem toda mulher apresentará efeito colateral após tomar a pílula do dia seguinte.

Quando presentes, os efeitos colaterais mais comuns são náusea e vômito.

Outros efeitos são menos comuns mas podem acontecer: tontura, dor de cabeça, aumento da sensibilidade das mamas, fadiga e dor abdominal.

A maioria desses efeitos colaterais podem ser tratados com medicações sintomáticas e geralmente não apresentam maiores repercussões.

Outra consequência do uso da pílula do dia seguinte é a alteração no ciclo menstrual da mulher, podendo haver um desequilíbrio na data habitual da menstruação com antecipação ou atraso.

É importante compreender que a pílula do dia seguinte é uma contracepção de emergência. Para evitar gravidez indesejada é recomendado o uso de anticoncepcionais de longa duração e um planejamento familiar que pode ser orientado pelo/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral.

Usei a pílula do dia seguinte e tomei bebida alcoólica?

Essa situação não altera a eficácia da pílula do dia seguinte, a eficácia depende basicamente do tempo que se leva (em horas) para que seja iniciado a pílula do dia seguinte após a relação e varia entre 0 a 80% de eficácia.

Minha namorada tomou a pílula do dia seguinte 3 vezes...

A pílula do dia seguinte foi feita para ser usada eventualmente e em situações especiais que fogem ao controle da mulher. O sangramento é um efeito comum da pílula do dia seguinte, mas não é preocupante, o que não pode acontecer é usar a pílula tantas vezes, ela pode causar sérios danos a saúde. Precisam ter mais cuidado, existe camisinha e pílula anticoncepcional de uso diário que são muito mais eficientes e com menos riscos.

Esqueci de tomar a pílula um dia... tive relação...

Mais de sete dias tomando a pílula normalmente é suficiente seguro para voltar a ter relações sem proteção; menos de sete dias deixa de ser tão seguro. Esquecer dois dias reduz um pouco a efetividade do anticoncepcional, a chance de engravidar é pequena, mas existe.

Sintomas da pílula do dia seguinte ou gravidez?

Provavelmente os seus sintomas (náuseas e dor de cabeça) são efeitos colaterais da pílula do dia seguinte, pois ainda seria muito cedo para começar a sentir os sintomas de gravidez, a não ser que já estivesse grávida anteriormente.

Os primeiros sintomas da gestação começam a surgir a partir da 5ª ou 6ª semana de gravidez e não poucos dias depois da relação.

Por isso, é provável que os enjoos e a dor de cabeça sejam decorrentes da pílula do dia seguinte.

Os efeitos colaterais mais frequentes desse anticoncepcional de emergência são náuseas e vômitos, mas também podem ocorrer:

  • Dor de cabeça;
  • Dor nas mamas;
  • Tontura;
  • Diarreia.

Esses efeitos são de curta duração e desaparecem espontaneamente nas primeiras 24 horas após o uso da pílula do dia seguinte.

Além disso, a pílula costuma ser bem tolerada pela maioria das mulheres e apenas em casos excepcionais ocorrem reações indesejadas mais intensas.

Se a dor de cabeça e os enjoos persistirem, consulte o/a médico/a clínico/a geral ou médico/a de família para que a origem dos sintomas seja devidamente diagnosticada e tratada.

Também podem lhe interessar:

Quais os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte?

Sintomas de Gravidez

Mal-estar, tontura, náuseas, fraqueza, dor de cabeça. Posso estar grávida?

Tomei pilula do dia seguinte e a menstruação não desceu?

Se tomou a pílula do dia seguinte e a menstruação não desceu isso é normal e pode acontecer mesmo quanto a pílula do dia seguinte foi eficaz.

A  pílula do dia seguinte pode atrasar a menstruação devido ao desequilíbrio hormonal que ela provoca. Após o uso da medicação, o organismo precisa se readaptar e reajustar o ciclo menstrual. Isso pode demorar algum tempo a depender de qual momento do ciclo menstrual você utilizou a pílula do dia seguinte. 

Leia também:

.Pílula do dia seguinte pode atrasar ou fazer descer a menstruação?

Quando a pílula do dia seguinte é usada próxima do período que viria a menstruação habitual, esse atraso pode ser de mais de 1 semana, prolongando o ciclo menstrual.

Normalmente, depois de tomar a pílula do dia seguinte, a menstruação volta a descer cerca de uma semana depois da data prevista.

Se a menstruação não ocorrer depois de 4 semanas da tomada da pílula, convém fazer um exame de gravidez.

Nos casos de atraso menstrual em mulheres que usam a pílula anticoncepcional, a mulher pode continuar tomando sua medicação regularmente mesmo não vindo a menstruação. Provavelmente no próximo ciclo haverá um reajuste e o ciclo menstrual habitual será retomado. 

Posso tomar pílula do dia seguinte amamentando?

Sim. Após as 6 primeiras semanas após o parto, a mulher pode tomar a pílula do dia seguinte sem provocar danos à criança.

A pílula do dia seguinte pode ser usada apenas após 6 semanas do parto devido aos riscos de eventos trombogênicos na mulher. Após esse período, a pílula pode ser utilizada sem acarretar danos ao/à bebê.

Apesar de ser secretada pelo leite materno em pequena quantia, a pílula do dia seguinte não acarreta problemas no desenvolvimento da criança.           

Essa medicação contém uma quantidade elevada de hormônio, por isso pode, em alguns poucos casos, reduzir a produção de leite por um curto período. 

Leia também:

Quais os riscos para o bebê de tomar pílula do dia seguinte enquanto estiver amamentando?

A mãe que precisou tomar pílula do dia seguinte pode continuar amamentando normalmente.

Caso você queira utilizar métodos contraceptivos de longo prazo, converse com o/a ginecologista, médico/a de família ou clínico/a geral para escolherem juntamente com você o método mais adequado nesse período da amamentação.

Se tomar a pílula do dia seguinte muitas vezes ela perde o efeito?

Tomar a pílula do dia seguinte muitas vezes não perde nem diminui o seu efeito, mas não é recomendado pois pode trazer complicações graves.como: hemorragias, anemias, além de aumentar os riscos de câncer de útero e de mama.

Não é indicado tomar a pílula mais do que uma vez por mês, pois ela altera o ciclo menstrual e provoca sangramentos irregulares.

A pílula do dia seguinte não deve ser utilizada como um método anticoncepcional de rotina. Procure o/a médico/a de família ou ginecologista para te ajudar a escolher o melhor método anticoncepcional a longo prazo.

Leia também: Quantas pílulas do dia seguinte posso tomar por ano?

Tomei pílula do dia seguinte e após 3 dias tomei outra...

Pílula do dia seguinte foi criada para situações especiais e seu uso deve ser eventual, tem uma alta dose de hormônios e pode levar você a ter problemas de saúde. E sim, há chances de gravidez,porque o efeito da pílula do dia seguinte não é 100% efetivo. Você precisa usar outro método anticoncepcional.

Como e quando retomar o anticoncepcional depois de usar a pílula do dia seguinte?

Primeiramente, quero frisar que a pílula do dia seguinte é um método contraceptivo para situações excepcionais e não deve ser utilizado rotineiramente.

Se você fazia uso correto e regular do contraceptivo oral (pílula anticoncepcional) e teve uma relação sexual desprotegida, não é necessário utilizar a pílula do dia seguinte.

A pílula do dia seguinte deve ser usada quando:

  • a mulher tem uma relação desprotegida num momento inoportuno,
  • em caso de esquecimento ou falha de um ou mais comprimidos da pílula anticoncepcional,
  • quando a camisinha se rompe (fato que não é incomum) e não está sendo usado qualquer outro método anticoncepcional,
  • em casos de violência sexual.

É importante deixar claro que a pílula do dia seguinte é um método que evita a gravidez, mas não a transmissão de DSTs, como HIV, hepatite B e sífilis. É recomendável, após uma relação sexual desprotegida, seja feita a coleta de sorologias, de preferência em um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).

A cartela do contraceptivo oral deve ser iniciada no primeiro dia em que ocorrer a menstruação após o uso da pílula do dia seguinte e deve ser regulamente ingerida, conforme as orientações da bula. Até que ocorra a menstruação e durante o próximo mês, a contracepção deve ser feita com uso do preservativo masculino (camisinha).

A mulher deve fazer acompanhamento regular com médico ginecologista, com quem poderá tirar suas dúvidas sobre anticoncepção.

Tomei a pílula do dia seguinte corro risco de engravidar?

Sim, qualquer mulher que tenha relações sexuais desprotegida corre risco de engravidar, a pílula do dia seguinte é um método anticoncepcional de emergência (jamais deve ser usado de rotina), que tem uma eficácia limitada e dependente do tempo, quanto mais demorar para tomar menos eficaz.

No seu caso específico, como você estava no final do seu ciclo e já fora do seu período fértil as chances de engravidar são menores.