Perguntar
Fechar

Queimação

Dor no estômago, enjoo e queimação. O que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Dor no estômago, enjoo e queimação podem ser causados por gastrite, uma inflamação generalizada no estômago que o deixa mais avermelhado e provoca feridas superficiais.

Além da gastrite, a dor de estômago, o enjoo e a queimação também podem ser sintomas de outros problemas e condições, tais como jejum prolongado, gravidez, estresse, uso de certas medicações, infecção gastrointestinal, entre outros.

O que é a gastrite?

A gastrite provoca uma inflamação da mucosa que reveste o estômago. A mucosa produz várias substâncias fundamentais para a digestão. Na gastrite, devido à inflamação, a produção dessas substâncias fica prejudicada, interferindo com o processo digestivo.

Em condições normais, a parede interna do estômago fica protegida da acidez do suco gástrico. Porém, quando há lesões na mucosa, o ácido estomacal penetra na mesma, aumentando ainda mais as lesões, podendo gerar úlcera e sangramento.

Quais são as causas da gastrite?

Uma das principais causas de gastrite é o aumento da produção de ácido no estômago, que deixa a acidez do aparelho digestivo alta. O aumento do ácido estomacal prejudica a mucosa que reveste o órgão, gerando um processo inflamatório.

A gastrite também pode estar relacionada com a bactéria Helicobacter pylori, que está presente no estômago de cerca de metade da população. Essa bactéria aumenta a secreção de ácido estomacal, deixando o suco gástrico mais ácido, com consequente inflamação da mucosa que reveste o estômago.

Há pessoas que têm defesas naturais contra a H. pylori e não desenvolvem gastrite. Porém, quando a imunidade está mais baixa, essa bactéria pode agir com mais intensidade e desencadear o problema.

Com o avançar da idade, a mucosa que reveste o estômago vai ficando mais fina, tornando-se mais frágil. Por isso, o risco de gastrite aumenta com a idade.

Quais são os sintomas da gastrite?

A gastrite pode causar dor constante em queimação, que melhora quando a pessoa come e piora com o estresse. Os principais sintomas da gastrite incluem dor na boca do estômago, azia, perda de apetite, enjoo e vômitos. Em alguns casos, pode haver presença de sangue nos vômitos ou nas fezes.

Nas gastrites crônicas causadas pela H. pylori, pode ocorrer atrofia da mucosa e destruição das células produtoras de ácido e enzimas fundamentais para a digestão.

A gastrite pode causar complicações, como úlcera, formação de pólipos, câncer e tumores benignos.

Qual é o tratamento para gastrite?

O tratamento da gastrite é feito com medicamentos que diminuem a produção de ácido pelo estômago, reduzindo a dor. Se a gastrite for causada pelo uso de medicamentos anti-inflamatórios, o médico deverá rever a utilização da medicação.

Também é muito importante tratar a infecção por H. pylori através de antibióticos e outros medicamentos.

Consulte o/a médico/a de família, clínico/a geral ou gastroenterologista para uma avaliação detalhada, diagnóstico e tratamento adequados para a sua situação.

Tenho queimação no peito: o que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Queimação no peito pode ser sintoma de diversas doenças ou problemas no sistema cardiovascular, digestivo ou respiratório, tais como:

  • Esofagite;
  • Gastrite;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Gases;
  • Úlcera;
  • Embolia pulmonar;
  • Angina;
  • Infarto.

A queimação no peito também pode ter origem muscular ou em transtornos psiquiátricos como ansiedade e síndrome do pânico.

A esofagite causa dor ou queimação no peito porque o esôfago atravessa a caixa torácica. Por isso outros problemas do aparelho digestivo que afetam o estômago também podem provocar sensação de ardência ou dor no peito.

Leia também: Quem tem gastrite e esofagite sente dor no peito?

É importante observar se a queimação ou a dor no peito vem acompanhada de outros sintomas, como falta de ar e respiração ofegante, que podem indicar algo mais grave como um infarto ou uma embolia pulmonar.

Saiba mais em:

Veja como Identificar um Infarto

O que é embolia pulmonar e quais os sintomas?

No caso da angina, a queimação no peito normalmente é desencadeada após grandes esforços físicos ou emoções fortes. A dor passa quando a pessoa descansa ou o estímulo é afastado.

A queimação no peito não deve ser ignorada, pois pode indicar um problema de fundo mais grave. Em caso de queimação no peito que não melhora, consulte um médico clínico geral ou médico de família para receber um diagnóstico e tratamento adequado.

Também pode lhe interessar: Sinto pontadas no peito. O que pode ser?

Queimação no estômago pode ser gravidez?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Talvez, apesar de não ser um sintoma típico de gravidez, a queimação no estômago pode ser decorrente das grandes alterações hormonais do início da gestação. Portanto, uma mulher grávida pode apresentar sim sintomas de azia e queimação, mas este não é um sintoma definidor de gravidez, afinal a queimação pode ser decorrentes de inúmeros outros problemas. 

Se a queimação no estômago vier acompanhada de outros sintomas de gravidez, como atraso da menstruação, aumento da sensibilidade nas mamas, inchaço, cansaço, náuseas e vômitos, é provável que a mulher esteja grávida. É importante a realização de um teste de gravidez para confirmação.

Outras possíveis causas de queimação no estômago incluem:

  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Gastrite;
  • Úlcera;
  • Estresse;
  • Tabagismo;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Alimentos ácidos, gordurosos e condimentados.

Leia também:

Com quantos dias aparecem os primeiros sintomas de gravidez?

Ardência no estômago depois de comer: o que pode ser?

Como aliviar a queimação no estômago na gravidez?
  • Comer em menores quantidades e mais vezes durante o dia. O ideal é fazer uma refeição ou lanche a cada 3 horas;
  • Evitar beber líquidos durante as refeições;
  • Evitar bebidas com gás ou bebidas quentes;
  • Beber chá de hortelã e suco de batata, pois ajudam a aliviar a azia e a queimação no estômago;
  • Comer pão puro, pois absorve um pouco do ácido estomacal;
  • Esperar de 2 a 3 horas para ir se deitar depois de jantar;
  • Evitar alimentos gordurosos.

Se a menstruação atrasar por mais de 15 dias, faça um teste de gravidez. Se o sintoma persistir, consulte um médico de família ou clínico geral para uma avaliação.

Também podem lhe interessar:

Quais os sintomas de gastrite?

O que é úlcera gástrica e quais os sintomas?

Tenho queimação no peito: o que pode ser?

Como tratar queimação no estômago?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O tratamento da queimação no estômago depende da causa, podendo ser feito com:

  1. Mudanças de hábitos alimentares
  2. Medicamentos e ou
  3. Cirurgia
Mudanças de hábitos alimentares

Algumas medidas e mudanças de hábitos de vida que ajudam a aliviar a queimação no estômago:

  • Beber chá de hortelã ou suco de batata;
  • Comer pão puro, pois o pão atua como uma esponja, absorvendo parte do ácido estomacal;
  • Não fumar;
  • Diminuir as porções das refeições, comendo em menor quantidade e mais vezes durante o dia;
  • Evitar café, bebidas gasosas e alcoólicas;
  • Evitar comer alimentos gordurosos, ácidos e muito condimentados;
  • Emagrecer, se estiver acima do peso.

Leia também: 5 Alimentos que quem tem gastrite deve comer

Medicamentos

Os medicamentos mais utilizados são antiácidos ou medicamentos que diminuem a produção de ácido estomacal ou favorecem o esvaziamento do estômago.

Se for diagnosticado gastrite com presença da bactéria H.Pylori, deve ser administrado também antibióticos.

A história clínica e exame médico ajudam na definição da causa desse problema, entretanto quando não for suficiente, exames complementares serão solicitados para essa definição e proposta terapêutica.

Cirurgia

Dependendo da causa da queimação, o tratamento é cirúrgico.

Por exemplo em situações de úlceras no estômago com sangramento, ou sem resposta ao tratamento medicamentoso, a cirurgia pode ser indicada.

Pode ser um problema passageiro, provocado por estresse ou ingestão de alimentos ácidos, mas se for constante pode ser sintoma de doenças como gastrite, refluxo gastroesofágico ou até mesmo câncer de estômago.

Leia também: Ardência no estômago depois de comer: o que pode ser?

Quais são as causas de queimação no estômago?

Dentre as principais causas de queimação no estômago estão:

  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Gastrite;
  • Úlcera;
  • Estresse;
  • Tabagismo;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Alimentos ácidos, gordurosos e condimentados;
  • Câncer gástrico.

Casos de queimação no estômago recorrentes devem ser investigados por um/a médico/a gastroenterologista para um diagnóstico e tratamento adequados.

Também podem lhe interessar:

Refluxo tem cura? Qual o tratamento?

Queimação no estômago pode ser gravidez?

Muita queimação e enjoos constantes seguidos de tontura, pode ser gastrite ?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim, podem ser sintomas de gastrite. 

Entretanto os sintomas mais comuns da gastrite são a queimação na região epigástrica ("boca do estômago"), somado a dor e distensão abdominal, náuseas, vômitos, sensação de empanzinamento e algumas vezes perda de apetite com emagrecimento; a tontura não é um sintoma habitual desta doença, apesar de poder estar presente.

A gastrite é a inflamação da parede do estômago, decorrente de situações que estimulem a produção aumentada de ácido gástrico, como o estresse e ansiedade; também pode ocorrer pela presença da bactéria Helicobacter pylori, bastante comum na população brasileira; alimentação inadequada, jejum prolongado entre outras causas.  

Portanto, para definir com segurança a causa dos sintomas, você deverá agendar uma consulta com médico/a clínico geral ou gastroenterologista, para uma avaliação mais detalhada, realização de exames complementares que se façam necessários, e determinar o tratamento indicado. 

Saiba mais sobre o assunto nos links abaixo:

Estou sentido dor em cima do peito e queimação, pode ser esofagite?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. Dor no peito associado a queimação podem ser sintomas de esofagite, embora existam outras causas, com maior gravidade, que devem ser excluídas.

A esofagite é uma inflamação no esôfago, localizado na caixa torácica, causada principalmente por refluxo gastroesofágico, apesar de haver muitas outras causas, como no link: O que pode causar esofagite?

Os sintomas mais comuns de uma esofagite são: Sensação de queimação no peito, pescoço e garganta, que pioram após as refeições; Azia; Regurgitação frequente; Rouquidão; Mau hálito e nos casos mais crônico, tosse seca.

Apesar de esofagite ser a hipótese mais provável neste caso, é fundamental a exclusão de outras causas que podem ser desde benignas, como a ansiedade e os gases, até potencialmente graves, como o Infarto agudo do miocárdio; úlceras de estômago ou esôfago; lesões ósseas em arcos costais; Herpes Zoster em estágios iniciais e doenças pulmonares, como pneumonia e tumores.

Portanto, o mais adequado nesse caso é que procure um médico gastroenterologista ou clínico geral para avaliação e solicitação de exames que confirmem esse diagnóstico. Após a confirmação do diagnóstico poderá ser prescrito um tratamento adequado e específico, além das orientações dietéticas para seu caso.

Saiba mais sobre o assunto em:

Senti uma dor muito forte com queimação no estômago...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O resultado do seu exame é compatível com seus exames, porém somente seu médico pode fazer esse diagnóstico.