Perguntar
Fechar

Radiografia

Radiografia dos pulmões identificou ateromatose da aorta. É grave? O que fazer?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Ateromatose da aorta é uma doença caracterizada pelo depósito de gordura, cálcio e outros elementos na parede da artéria aorta, que diminui o seu calibre e como consequência reduz também a chegada de sangue aos tecidos irrigados por ela.

Trata-se de um processo difuso, que acomete simultaneamente várias artérias do corpo, inclusive a aorta.

Apesar do desenvolvimento da ateromatose ser lento e progressivo, a doença pode tornar-se grave se o processo não for interrompido, uma vez que a obstrução da artéria pode provocar a morte dos tecidos alimentados por ela.

Além disso, a ateromatose deixa a superfície interna da artéria irregular, o que facilita a coagulação sanguínea nesse local.

Esse coágulo pode se desprender e provocar uma trombose, levando ao entupimento agudo da artéria, com isquemia (sofrimento) ou necrose (morte) dos tecidos.

Infarto do miocárdio (ataque cardíaco), embolia pulmonar, acidente vascular cerebral ("derrame"), são algumas dessas consequências.

Os fatores de risco para o desenvolvimento da ateromatose são:

  • Idade entre 50 e 70 anos;
  • Sexo masculino;
  • Dislipidemia (níveis elevados de colesterol e triglicerídeos);
  • Tabagismo;
  • Hipertensão arterial;
  • Sedentarismo;
  • História familiar.

É importante lembrar que para que os primeiros sintomas causados pela falta de sangue apareçam, é preciso que cerca de 75% do calibre da artéria seja obstruído. Portanto, quanto antes a ateromatose for diagnosticada, melhor o prognóstico.

O que se deve fazer, uma vez detectado o problema, é deter a doença para impedir as suas manifestações, através do controle dos fatores de risco, ou seja, deixando de fumar, mantendo o peso dentro da normalidade, controlando os níveis de colesterol e triglicerídeos, a hipertensão, o diabetes, entre outros.

O diagnóstico da ateromatose pode ser feito por qualquer médico/a e, normalmente deve ser acompanhado pelo/a médico/a angiologista ou cirurgião/ã vascular.

O que significa no Rx: VT Vértebra de transição lombo-sacra?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

VT significa "vértebra de transição", trata-se de uma variação anatômica, aonde existe uma vértebra com características lombares e sacrais ao mesmo tempo. Não quer dizer que haja um problema, porém pessoas com essa variação, apresentam uma maior predisposição a doenças de coluna.

E megapófises transversas são apófises (estrutura óssea lateral a vértebra), de tamanho maior do que o encontrado na maioria das pessoas. As vezes essa estrutura é tão maior, que chega a se comunicar com o osso da cintura, formando uma nova articulação.

Da mesma forma que a vértebra de transição, a megapófise não configura uma doença, porém parece estar relacionada ao aumento do risco de dor e doenças crônicas de coluna.

O que são vértebras e como são classificadas?

A coluna vertebral é composta por 33 vértebras, que são sobrepostas, formando o centro do nosso esqueleto. Entre as vértebras estão localizados os discos intervertebrais, formados por um cápsula externa fibrosa e um núcleo gelatinoso, exercendo o efeito de amortecedor da coluna. A compressão desse disco, decorrentes de doenças na coluna, determinam a protusão ou hérnia discal.

A coluna é dividida anatomicamente em 5 partes, são elas: coluna cervical, torácica (ou dorsal), lombar, sacra e coccígea.

As primeiras vértebras localizadas na altura do pescoço, são chamadas de vértebras cervicais, são 7, por isso simplificamos dizendo C1, C2, C3 até C7. Em seguida vem as vértebras torácicas ou dorsais, que são 12, por isso são descritas como T1 a T12, ou D1 a D12.

Depois são as vértebras lombares, que são 5, portanto, descritas como L1 a L5, as vértebras sacrais, também mais 5, em geral estão unidas, assim como as 4 vértebras coccígeas, formando o complexo sacrococcígeo e totalizando 33 vértebras na coluna da maioria da população.

Essas terminologias são utilizadas especialmente em laudos de imagem, para determinar a localização mais exata das lesões ou alterações encontradas. E ainda, como pontos de referência para procedimentos médicos.

Portanto recomendamos que leve o exame ao médico que o solicitou, para que junto com a história clínica e o seu exame médico, seja avaliada a necessidade de algum tratamento ou intervenção.

O exame radiológico configura um complemento para a suspeita clínica do médico, deve ser avaliado sempre em conjunto, não é capaz de definir sozinho uma patologia ou tratamento.

Pode lhe interessar também: O que pode causar dor nas costas?

O que são clips metálicos?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Clip metálico é uma das formas que os médicos podem usar para fazer uma sutura em uma cirurgia. No seu caso são clips metálicos em região de ovário direito.

Minha filha teve pneumonia e continua com barulho no peito?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O ideal é você basear-se no estado geral dela (está ativa, comportando-se dentro do seu jeito normal de ser), presença de febre e se ela está se alimentando bem. Se algum ou mais dos fatores anteriores estiver alterado, volte ao Pediatra. O fato de continuar com um barulho de catarro no peito significa que ela está com muita secreção ainda, não necessariamente essa secreção significa pneumonia ou broncopneumoia.

Estou com artrose na coluna, é grave?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não é grave do ponto de vista (risco de vida), mas é um problema de coluna de difícil resolução, que vai te acompanhar para o resto da vida e como você já sabe dó muito. Volte ao médico que solicitou o exame para ver o que ele acha que pode ser feito.

Fiz uma radiografia com uma semana de gravidez...?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sim e não. Sempre que uma mulher grávida, principalmente no começo da gravidez, é exposta a radiação, isto pode afetar o bebê. É raro, mas podem ocorrer malformações.

Fiz um Raio X e apareceu uma "bola de pus" na barriga, do lado direito, pode ser apendicite?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sim. Pode ser, embora seja esperado que um quadro de apendicite apresente outros sintomas associados, como mal-estar, falta de apetite e febre, nem sempre isso acontece, principalmente no início da doença.

O Raio X é um exame que emite radiações, as quais são melhor absorvidas por tecidos como os ossos, e menos absorvidas por tecidos moles, como músculos ou líquidos, por isso fica mais difícil o diagnóstico de abscesso, ou "bola de pus" apenas com esse exame.

Entretanto, algumas vezes, imagens como o simples Raio X, sugerem um processo infeccioso ou abscesso, e devido aos riscos conhecidos de um diagnóstico "atrasado" de apendicite, nesses casos é mandatório continuar a investigação, com avaliação médica criteriosa e se necessário, complementar com exames mais específicos.

Portanto, deve procurar uma emergência médica, para ser avaliado por cirurgião/ã geral, de preferência, e seguir suas orientações de tratamento.

Leia também:

Estou grávida e fiz 2 raio x e tomei medicamentos...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Anfepramona não há problemas. Fluoxetina pode causar efeitos adversos sobre o feto, mas não causa mal-formações. O raio x acaba preocupando um pouco mais pela possibilidade de sua ação sobre o DNA causando mutações podendo levar a malformações ou outras doenças, mas é extremamente raro se a incidência de raios não foi muito intensa e diretamente sobre o feto.

Num RX da cabeça apareceram algumas alterações...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Significa que foi encontrado algo diferente da anatomia normal. Pode ser um achado casual de exame sem significado clínico ou pode indicar a presença de uma doença. Meningioma é um tumor originário da meninge (membrana que recobre e protege o cérebro). O relatório diz, ainda, que o ideal seria a realização de tomografia de crânio para melhor elucidar o caso. Leve esse resultado para um médico e ele tomará as devidas medidas caso haja necessidade de alguma.

O que quer dizer hiperosteose da calota craniana frontal?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Na maioria das vezes é uma alteração sem significado clínico (não representa doença). Significa aumento da massa óssea no local que pode ser decorrente de um maior número de células ou maior deposição de cálcio. Em casos raros podem significar alguma doença um pouco mais preocupante.

Gostaria de ter traduzido o seguinte laudo...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu exame é normal... Fique tranquilo, nenhuma dessas palavras feias merece a sua preocupação.

Flebolitos = pequenas veias calcificadas (duras e preenchidas por cálcio)

Fiz uma radiografia da coluna: vértebra de transição?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

è um defeito de formação da sua coluna, geralmente, não é grave e está associado a problemas de dores na coluna.