Perguntar
Fechar
Fui ao endocrinologista por causa do meu aumento de peso...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sim, a fluoxetina e a sertralina, outro antidepressivo, podem contribuir com a redução da compulsão alimentar e da ansiedade, que podem ser um fator que leva ao ganho de peso, portanto, o seu uso é recomendado para o tratamento da obesidade em algumas situações. Embora a fluoxetina seja um medicamento antidepressivo o seu uso não se restringe somente a depressão.

É importante seguir as orientações médicas e fazer o uso da medicação corretamente, caso apresente efeitos adversos importantes deve procurar o seu médico para ele avaliar a dosagem da medicação ou modificar o plano terapêutico.

Fluoxetina no tratamento da obesidade

A fluoxetina e a sertralina atuam diminuindo o apetite, algumas pesquisas já demonstraram esse efeito. No entanto, o efeito sobre cada pessoa na redução de peso é variável, algumas pessoas conseguem emagrecer, enquanto outras não.

Geralmente, a perda de peso máximo ocorre entre 6 a 9 meses de uso da medicação, portanto, o efeito não é imediato. Também se recomenda que o plano alimentar e a realização de atividade física se mantenham durante o tratamento com o antidepressivo, só assim é possível que a perda de peso seja sustentável no decorrer do tempo. Isto porque, é muito comum as pessoas voltarem a ganhar peso após pararem de tomar o medicamento.

A fluoxetina também pode ser prescrita em situações em que a pessoa com obesidade também sofre de depressão, de compulsão alimentar ou apresenta outros transtornos ansiosos associados.

Fluoxetina e bulimia nervosa

Uma outra recomendação da fluoxetina é no tratamento da bulimia nervosa. As pessoas com bulimia nervosa não necessariamente são obesas, mas podem ter o comportamento de comer compulsivamente e depois provocar vômito, com o propósito de não absorver os nutrientes alimentares.

Consulte o seu médico para esclarecer mais dúvidas sobre o uso da fluoxetina no tratamento da obesidade.

Também pode ser do seu interesse:

Quais os efeitos colaterais da fluoxetina?

Beta-HCG pode alterar devido remédios de emagrecimento?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Provavelmente não, mas essa interferência depende da composição do medicamento que foi tomado para emagrecer, caso esse medicamento seja um fórmula composta por diuréticos a diluição da urina pode levar a um resultado falso-negativo.

Uma outra causa que pode levar a um resultado de teste falsamente negativo é a realização desse teste muito precoce, com poucos dias de atraso menstrual, nesse tipo de situação é possível que a quantidade de hormônio esteja ainda muito baixa para ser detectada no exame. O ideal para sanar a dúvida é repetir o teste de gravidez após duas semanas de atraso menstrual.

São poucos os medicamentos capazes de interferir no resultado do Beta-HCG, e quando interferem geralmente causam um resultado falso-positivo e não o falso-negativo. Isso ocorre com alguns medicamentos que podem aumentar os níveis de beta-HCG no organismo, como fármacos usados em tratamento de fertilidade.

Medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios, antibióticos não interferem no resultado do teste de gravidez, da mesma forma nenhum anticoncepcional altera o resultado do beta-HCG. 

É válido lembrar também que o teste de farmácia que é realizado através de uma amostra de urina pode ter o seu resultado alterado por conta de alterações urinárias como presença de sangue na urina, aumento da concentração de proteínas e diluição. 

Leia mais sobre o assunto em:

Que medicamentos ou situações podem interferir no resultado do teste de gravidez?

Meu pai tem 59 anos e começou tratamento para emagrecer...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

A medicação pode sim ter haver com o estado mental do seu pai, precisa voltar ao médico e contar toda essa situação, para que ele tome as medidas necessárias para o caso do seu pai.

Tive trombose, posso tomar remédio para emagrecer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Emagrecer é parte do tratamento para quem tem trombose e está acima do peso, mas se pode ou não tomar remédio para emagrecer vai depender do medicamento em questão e do que o seu médico vai fazer (porque é ele quem vai ter que te dar a receita) e vai depender dos riscos que vocês dois querem correr.

Posso comprar o Xenical sem receita médica?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não deve tomar nenhum remédio sem receita médica e os sintomas que ele causa o médico que receitar vai te explicar, mas aproveitando a ocasião, o principal efeito colateral é uma diarreia gordurosa dependente da quantidade de gordura que você ingere.

Quais consequências ingestão diária diuréticos e laxantes?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Diuréticos em excesso podem levar a uma série de desordens, principalmente renais. Laxantes diariamente vão levar você a ter problemas crônicos nos seus intestinos. Precisa para imediatamente com essas práticas, se continuar um dia terá pagar o preço de suas decisões atuais, esse preço as vezes é bastante alto.

L-Carnitina emagrece? Para que serve e como tomar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

A L-carnitina pode ajudar a emagrecer, pois transporta as gorduras para as mitocôndrias das células, onde são metabolizadas e usadas como fonte de energia pelo corpo. Alguns estudos com indivíduos obesos e mais velhos, apontaram uma perda de peso de 1,3 kg a mais em pessoas que usaram L-carnitina em relação àquelas que não tomaram o suplemento.

Além de poder auxiliar o emagrecimento, a L-carnitina pode ainda melhorar o desempenho nos exercícios físicos, a recuperação depois do treino, a resistência e a fadiga física e mental.

Contudo, os estudos são controversos e são necessárias mais evidências para confirmar a eficácia do uso da L-carnitina para emagrecer em pessoas mais jovens, magras e ativas. Isso porque pessoas obesas já possuem grandes quantidades de L-carnitina no fígado e nos músculos.

Além disso, uma vez que os idosos possuem menos massa muscular, aonde a substância fica armazenada, pode haver queda dos níveis de L-carnitina. As mulheres também perdem uma quantidade considerável de massa muscular com a idade. Por isso, nesses casos, o uso de L-carnitina pode auxiliar discretamente o emagrecimento.

Vale lembrar que a L-carnitina pode apenas contribuir para a perda de peso. Por isso, o uso do suplemento deve ser associado a uma dieta balanceada, com poucas calorias, além de exercícios físicos. O uso isolado de L-carnitina não emagrece.

O que é L-carnitina?

A L-carnitina é uma substância produzida pelo organismo a partir dos aminoácidos lisina e metionina, além de ferro e vitaminas B3, B6 e C.

A L-carnitina também está presente em alimentos de origem animal, como carne de vaca, carne de porco, peixe, frango e leite, sendo também consumida sob a forma de suplemento alimentar.

No entanto, cerca de 70% da L-carnitina armazenada no corpo é proveniente da alimentação. O organismo produz e utiliza a L-carnitina quando necessita usar a gordura como fonte de energia.

Como tomar L-carnitina?

A dose recomendada de L-carnitina é de 0,5 g a 2 g por dia. Doses de até 3 g por dia, durante 21 dias, também são toleradas e não causam efeitos colaterais.

É importante ressaltar que a ideia de que quanto mais L-carnitina a pessoa consumir, maior será o emagrecimento, está errada. O uso do suplemento não altera ou influencia o ritmo normal da queima de gordura corporal e o excesso de L-carnitina acaba sendo eliminado pela urina.

Também foi observado que, ainda que a L-carnitina aumente o transporte de gorduras, não significa que toda a gordura transportada seja metabolizada. Sabe-se que mais da metade dessas gorduras acabam retornando às reservas de gordura corporal ao invés de serem “queimadas” e transformadas em energia.

Portanto, para avaliar um real benefício e mais esclarecimentos do uso da L-carnitina no seu caso, recomendamos agendar uma consulta com médico/a nutrólogo ou consultar um nutricionista.

Leia também: 7 Erros que você não pode cometer se quer emagrecer