Sangramento

Sangramento no meio do mês, pode ser sinal de gravidez?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Talvez, esse pequeno sangramento no meio do ciclo pode ser sangramento de nidação caso tenha tido relação sexual desprotegida alguns dias antes. Contudo outra hipótese é mais provável, no meio do ciclo da mulher eventualmente pode ocorrer um pequeno sangramento, acompanhado ou não de uma leve dor, durante o processo de ovulação.

O aspecto do sangramento tanto da ovulação quanto da nidação são semelhantes: apresentam uma cor rósea claro ou marrom em borra de café, vem em pouquíssima quantidade e dura poucos dias, na maioria das vezes em um ou dois dias já desaparece.

É importante lembrar que embora se comente muito a respeito do sangramento de nidação ele é raro de acontecer e a maioria das mulheres que engravidam não o apresentam.

Portanto, nesses casos o mais importante é observar o período menstrual que vem a seguir, caso ocorra a menstruação normalmente significa que provavelmente aquele sangramento anterior estivesse mesmo relacionado a ovulação. No entanto, caso ocorra atraso menstrual é importante realizar um teste de gravidez, se vier positivo é bem provável que o sangramento anterior tenha sido mesmo o sangramento de nidação.

Podem também lhe interessar:

Qual a diferença entre nidação e menstruação?

Dúvidas sobre menstruação, sangramentos e escapes

Minha filha de 2 anos está há dois dias evacuando sangue?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Sangramento nas fezes não é normal em nenhuma idade, pela sua descrição e baseado na avaliação e conduta do pediatra, provavelmente deve ser uma veia que está sangrando perto do ânus. Se continua sangrando precisa levar em um serviço de emergência, não pode ficar mais 14 dias com sangramento.

Sangramento após a PDS, é a certeza de que não estou grávida?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Provavelmente não está grávida, mas não é possível dar certeza. Sangramento após tomar a PDS (pílula do dia seguinte) é o efeito esperado da medicação, evitando a gravidez, porém a eficácia da medicação é estimada em 98%, quando feito uso até as 24 h, e reduz gradativamente até as 72 h após a relação desprotegida, ou 120 h (para as medicações mais recentes no mercado), portanto existe um risco pequeno de engravidar.

Pílula do dia seguinte de 5 dias (120 h)

Vale ressaltar que recentemente chegou ao Brasil a opção da PDS para até 5 dias (120h). O que permite mais uma forma de contracepção de emergência para os casos de dificuldade em fazer uso nas primeiras horas.

Da mesma forma que as tradicionais, a eficácia é maior para quanto antes fizer uso.

Sangramento após o uso de pílula do dia seguinte (PDS)

O sangramento após a PDS provavelmente é de menstruação antecipada pela medicação, entretanto, se aconteceu a gravidez, seja pelo atraso no uso da medicação, uso incorreto da pílula ou o que é mais raro, mas pode acontecer, pela falha da medicação, pode haver um pequeno sangramento, conhecido por sangramento de nidação, quando o óvulo se infiltra na parede do útero.

O sangramento de menstruação e de nidação, são em geral sangramentos de características distintas, mas podem inicialmente ser confundidos.

Saiba mais no link: Dá para confundir sangramento de nidação com menstruação escura?

Como saber se estou grávida após tomar a pílula do dia seguinte (PDS)?

A única maneira de ter certeza se está ou não grávida, será através do teste de gravidez. Pode ser feito o teste de farmácia, teste de sangue, o beta HCG ou ultrassonografia.

O primeiro, o teste de farmácia, pode ser comprado facilmente sem pedido médico, e é considerado um teste de alta confiabilidade, desde que haja tempo suficiente para detectar o hormônio na urina, em média a partir da segunda semana de gestação.

Veja aqui: Teste de farmácia de gravidez é confiável?

E o exame de beta HCG, dosagem do mesmo hormônio no sangue, é mais específico, porém necessita de pedido médico para sua realização. Assim como a ultrassonografia, exame de imagem que identifica a presença do bebê além de outras características, como a localização da implantação do óvulo fecundado e condições do útero, a partir da quinta semana de gravidez.

O mais recomendado é que procure um médico ginecologista, para avaliar o seu caso, sugerindo o melhor exame complementar para descartar definitivamente a gestação.

Pode lhe interessar também: Tomei a pílula do dia seguinte. Posso engravidar?

Estou com sangramento após cirurgia de amidalas?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode acontecer de sangrar, use bebidas e comidas geladas. Se for pouco e parar logo não precisa se preocupar. Se continuar sangrando ou for muito intenso precisa voltar ao médico.

Comecei a tomar o Diane 35 e estou sangrando direto?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não temos como estimar ao certo quanto tempo leva para parar o sangramento, entretanto mais de um mês com sangramento contínuo não pode ser considerado normal. Precisa procurar o quanto antes seu médico ginecologista.

Sabemos que o sangramento intermitente e as mudanças no ciclo menstrual são efeitos colaterais inerentes ao uso de anticoncepcional hormonal, porém, dependendo do volume de sangramento e características físicas de cada mulher, esse efeito passa a ser uma contraindicação ao seu uso.

Inclusive, de acordo com o fabricante de Diane 35®, um dos motivos indicados para retornar o quanto antes ao seu médico assistente, é justamente a presença de sangramento contínuo. Outras indicações são:

  • Sentir um inchaço (caroço) no peito;
  • Se esqueceu de tomar comprimidos durante a primeira semana da embalagem e teve relações sexuais nos sete dias anteriores;
  • Episódios de diarreia grave;
  • Ausência de menstruação duas vezes seguidas ou suspeitar que pode estar grávida.
Interromper imediatamente a medicação e procurar uma emergência

Alguns efeitos colaterais são ainda mais graves e deve-se estar atento, porque na sua presença a indicação é de interrupção imediata da medicação e busca por atendimento médico de emergência. São eles:

  • Dor na panturrilha aguda e intensa, além de endurecimento e edema na região - Trombose venosa profunda;
  • Dor no peito em aperto, que irradia para braço esquerdo ou mandíbula, sudorese fria e mal-estar - Infarto agudo do miocárdio;
  • Dificuldade de movimentar um membro, dificuldade de fala ou dormência em algum membro - Acidente vascular cerebral;
  • Perda parcial ou completa da visão, visão dupla;
  • Tosse pouco usual;
  • Qualquer dor de cabeça ou enxaqueca incomum, forte ou prolongada;
  • Tonturas ou desmaio.

Muitas vezes os sintomas não representam nenhuma das situações citadas acima, mesmo assim o mais seguro é que procure uma emergência para avaliação, porque são doenças graves e com alto risco de óbito se houver demora no tratamento.

Outras causas de sangramento contínuo

Um sangramento contínuo pode ter ainda outras causas, que não tem relação com o uso dos anticoncepcionais, como por exemplo, caso de miomas, pólipos, síndrome do ovário policístico, distúrbios de coagulação, entre outros.

Doenças e situações que devem ser diagnosticadas o quanto antes para dar início ao seu tratamento e obter melhores resultados.

Por isso recomendamos que procure o seu médico ginecologista o quanto antes, para avaliar seu caso. Possivelmente deverá reavaliar a medicação além de dar início a investigação para outras causas de sangramento.

Pode lhe interessar também: Sangramento que não é menstruação: o que pode ser?

Tomo Cerazette há mais de 1 ano e agora tive sangramento?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Sangramentos eventuais podem ocorrer, deve continuar com o anticoncepcional se não quiser engravidar. Os sangramentos irregulares que ocorrem com o uso de contraceptivos como o Cerazette não são prejudiciais e tendem a resolver-se espontaneamente com o decorrer do tempo.

Caso o sangramento irregular persista converse com o seu médico de família ou ginecologista para uma avaliação. Em algumas situações pode ser prescrito anti-inflamatórios não esteroides em curto prazo para um certo alivio dos sangramento irregulares.

Em algumas situações o sangramento persistente pode exigir a mudança do método. Além disso, também devem ser avaliadas outras possíveis causas de sangramento.

Anticoncepcional Cerazette

O Cerazette é um anticoncepcional, composto por um hormônio feminino, o progestágeno desogestrel. Portanto, é uma pílula só de progestágeno. Apresenta uma dose elevado de progestágeno comparativamente a outras pílulas só de progestágenos, por isso, é capaz de inibir a ovulação e ser muito eficaz na prevenção do risco de gravidez.

O anticoncepcional Cerazette é uma pílula que não contém estrógeno, sendo assim pode ser utilizado por mulheres que não podem fazer uso desse hormônio e que estão a amamentar.

Um dos principais efeitos adversos e desvantagens do Cerazette é a presença de sangramento vaginais irregulares, que podem ocorrer durante o seu uso.

Cerazzete e menstruação

O Cerazette pode apresentar diferentes efeitos sobre a menstruação, como:

  • Ausência de menstruação
  • Irregularidade menstrual
  • Sangramento ocasional
  • Sangramento frequente
  • Sangramento prolongado

Todos esses efeitos podem ocorrer quando se faz uso de pílulas só de progestágenos e varia individualmente, por exemplo, algumas mulheres podem deixar de apresentar qualquer tipo de sangramento, já outras podem notar que passou a apresentar mais dias de sangramento. Geralmente, com o decorrer do uso a irregularidade no padrão de sangramento tende a cessar.

Para mais informações sobre o Cerazette consulte o seu ginecologista ou médico de família.

Estou 5 meses de gestação e está saindo uns raios de sangue?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não isso não é normal, porém nem sempre significa algo que seja importante ou grave, converse com o médico que está fazendo seu pré-natal sobre isso.

Operação de próstata há 12 dias e há 5 dias sangramento?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Normal não sei dizer, mas pode sim ocorrer pequenos sangramentos no período pós-operatório sem que necessariamente indique algo de grave ou perigoso, principalmente se for em pequena quantidade. Caso continue deve voltar ao médico que fez a cirurgia.

Tomei a PDS e tive sangramento e agora não desceu mais?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Provavelmente é efeito da pílula do dia seguinte, que causa irregularidade menstrual, entretanto, se houve relação sem proteção após o uso da pílula, mesmo havendo o sangramento pode ter ocorrido uma gravidez.

A única maneira de ter certeza é realizando um teste de gravidez, após 8 dias de atraso, podendo ser o teste de farmácia ou teste Beta HCG no sangue.

Saiba mais no artigo: Teste de farmácia de gravidez é confiável?

O que é PDS?

A PDS é a pílula do dia seguinte, forma de contracepção de emergência, que deve ser usada apenas em casos de urgência. Nos casos em que houve esquecimento da pílula regular, quando a camisinha sofre algum dano, ou quando existe alguma dúvida e a gravidez não é uma hipótese naquele momento.

Como tomar a pilula do dia seguinte?

A pílula deve ser tomada o mais cedo possível, de preferência até 24h após a relação "desprotegida". Quanto antes fizer uso, maior a eficácia da medicação. De qualquer forma, até 5 dias (dependendo da medicação), a pílula pode ser tomada, com uma eficácia que varia de 98 a 30%.

Posso tomar quantas vezes por ano?

Não existe uma regra exata para número máximo de PDS ao ano, contudo sabe-se que o uso rotineiro não é adequado, devido a alta concentração de hormônios nessa medicação. Sendo assim, deve-se tomar apenas nos casos de emergência, procurando fazer uso regular de algum outro método, eficaz e mais seguro, como o anticoncepcional oral, o dispositivo intrauterino (DIU) ou camisinha.

A camisinha protege ambos contra a gravidez, e também contra as doenças sexualmente transmissíveis, por isso deve ser sempre utilizada.

Para maiores esclarecimentos, procure seu médico ginecologista.

Leia também: Tomei a pílula do dia seguinte. Posso engravidar?

Tive um falso sangramento e fui logo tomar injeção anticoncepcional. Quando minha menstruação de fato vir, poderei tomar de novo a injeção?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Jamais deve repetir a dose neste caso, correndo risco com a grande quantidade de hormônios, deve aguardar a data da segunda dose e tomar conforme a receita de sua médica. Basta seguir a receita que vai dar certo. Não precisa validar nada se tomou a injeção tomou e pronto ela já faz o efeito, porém pode ter alguma irregularidade menstrual por não ter tomado no dia certo.

Quando defeco sai um catarro, sinto dor e até sangramento?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Estes são sintomas que indicam a presença de uma inflamação no seu intestino, precisa realmente ir ao médico para o correto diagnóstico e tratamento.

Tomei injeção, menstruei e comecei a pílula, e não parou a menstruação?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Esse sangramento pode durar muitos dias e pode sangrar forte sim, no entanto, dificilmente pode levar a um quadro hemorrágico grave. É importante procurar um médico para uma avaliação. Provavelmente, esse sangramento é decorrente dos hormônios presentes no anticoncepcional injetável que foi tomado.

A medida que continuar o uso da pílula a tendência é o reduzir o fluxo de sangramento e ocorrer uma normalização do sangramento menstrual.

Injetáveis mensais e sangramento Sangramento intenso ou prolongado

Um dos principais efeitos adversos dos anticoncepcionais injetáveis mensais é a presença de sangramento ou mudança do padrão menstrual. É possível que algumas mulheres que utilizam injetáveis mensais apresentem sangramento intenso ou mesmo prolongado, o fluxo menstrual pode dobrar ou durar mais que 8 dias.

Esse aumento do sangramento não é algo prejudicial e geralmente perde intensidade aos poucos, cessando após alguns meses com a continuidade do uso da injeção anticoncepcional.

Redução do sangramento

O oposto também pode ocorrer, ou seja, a mulher pode parar de menstruar ou passar a apresentar um fluxo menstrual bem menos intenso, também é um dos possíveis efeitos dos anticoncepcionais injetáveis.

Irregularidade menstrual

Também é possível que a menstruação torne-se irregular, ou seja, a mulher pode apresentar sangramento quando não estava a espera, essa mudança também não é prejudicial e tende a normalizar com o decorrer do tempo.

No entanto, caso o sangramento intenso ou a irregularidade menstrual persistam no decorrer do tempo ou iniciem após muito tempo de uso do anticoncepcional é válido consultar um médico ginecologista ou médico de família para uma avaliação.