Perguntar
Fechar
Fiz uma ultrassonografia transvaginal e gostaria de saber...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu útero está com o volume um pouco maior que o esperado.

"...que o útero está com o volume um pouco maior que o esperado eu sei. Queria saber o motivo de ele estar assim. Pode ser uma gravidez? Minha menstruação era para vir até dia 29/08 e até agora nada. Tive um pouco de sangramento marrom e aguado..."

Uma gravidez só começa a aparecer alguma coisa a partir da 5 semana de gravidez, antes disso o exame é negativo (sem nenhuma alteração que indique gravidez). Normalmente esses aumentos de volume uterino estão relacionados com disfunções hormonais.

Resultado de ultrassonografia transvaginal...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O exame de ultrassonografia transvaginal descreve as características dos órgãos visualizados (vagina, colo do útero, útero, trompas e ovários) e a presença de saco embrionário, no caso de uma gravidez.

No resultado são descritos a posição e forma do útero, as suas medidas, visualização e medidas dos ovários, além de achados anormais quando evidenciados, por exemplo, cistos no ovário, pólipos ou mioma uterino. Na gestação, é descrito ainda o tamanho do embrião e os batimentos cardíacos fetais.

Com o resultado do exame, cabe ao médico interpretar esse resultado junto com o exame clínico e sintomas da paciente.

Posição do útero:
  • Anteversão ou anteroversoflexão (AVF), quando está voltado para a frente, em direção à vagina;
  • Medioversão (MVF), quando o útero está localizado em posição central, dentro da cavidade abdominal, nem inclinado para a frente e nem para as costas e
  • Retroversão, ou útero retrovertido (RVF), quando o útero está voltado para trás, em direção ao cóccix.

A anteroversão é a apresentação mais comum na população feminina e considerada normal, porém essa posição pode variar naturalmente sem interferir na fertilidade ou na evolução da gravidez. A não ser, nos casos de malformação, com retroversão fixa. Neste caso, a mulher pode ter dificuldade em engravidar.

Espessura e ecotextura uterina:
  • Homogênea,
  • Heterogênea.

O miométrio é a camada do meio do útero, considerada a mais grossa e mais elástica, localizada entre o endométrio (camada interna) e perimétrio (camada externa). O seu aspecto normal é uma forma regular e uniforme, descrita como homogênea.

Nos casos de presença de nódulos, cistos ou tumores, ela apresentará uma irregularidade, formando uma imagem heterogênea. Neste caso é preciso solicitar novos exames para definir a imagem e planejar o tratamento, quando necessário.

Volume uterino

No exame de ultrassom do útero existem medidas padrão, consideradas normais para a idade e peso, que variam entre 50 e 90 cm², podendo até chegar a 160 cm² para mulheres multíparas (que tiveram mais de 2 filhos), sem que configure um problema de saúde.

Um voluma acima desse valor pode indicar um problema, como a presença de um mioma ou tumor maligno. Por isso ginecologista deverá pedir novos exames para ampliar essa investigação e definir o melhor tratamento.

Anexos ou Ovários

Os ovários são avaliados na sua forma, tamanho, volume e se existem cistos no seu interior, o que não é incomum. Os volumes ovarianos considerados normais, são em média de 3 a 12 cm³ e as medidas de tamanhos bastante variadas.

A avaliação dos ovários auxilia na identificação de doença policística, presença de tumores e no tratamento para dificuldade em engravidar, pois a presença do corpo lúteo ou formação ovular, permite indicar a fase do ciclo menstrual e com isso fornece a provável data da ovulação.

Como é feito o exame de ultrassonografia transvaginal?

Para realização do exame, a paciente deve ficar deitada de costas em uma maca, na posição ginecológica, ou seja, com as pernas afastadas e joelhos dobrados com um apoio, para a penetração do aparelho de ultrassom através da vagina, devidamente revestido com um preservativo e gel lubrificante.

O aparelho emite ondas sonoras que transmitem as informações para um computador, onde é possível visualizar as imagens dos órgãos e estruturas pélvicas como o útero, trompas e ovários. Os aparelhos permitem também fazer marcações e medidas das estruturas encontradas.

Quando fazer o exame de ultrassom transvaginal?

As principais indicações para esse exame são:

  • Irregularidade menstrual
  • Investigação de infertilidade
  • Acompanhamento gestacional (pré-natal)
  • Suspeita de gravidez ectópica (gravidez fora do útero)
  • Casos de dor pélvica ou dor durante a relação sexual
  • Investigação e acompanhamento de mioma ou pólipos uterinos
  • Avaliação do posicionamento de DIU (dispositivo intrauterino)
Qual é o preparo para o exame de ultrassom transvaginal?

Não tem necessidade de preparo para o exame. No entanto, é recomendado uso de roupas largas ou de fácil abertura, para ajudar no exame.

Não é preciso uma depilação específica ou evitar relação sexual no dia anterior.

Pode fazer ultrassom transvaginal menstruada?

Sim, o exame de ultrassonografia transvaginal pode ser feito durante a menstruação. Será preciso retirar o absorvente interno, caso faça uso, e comunicar a equipe, para o preparo da cadeira ginecológica. O sangramento não interfere nem prejudica a avaliação dos órgãos analisados, através do ultrassom.

O exame de transvaginal dói? Quanto tempo dura o exame?

Não. Trata-se de um exame indolor e rápido, embora possa causar certo incômodo durante a penetração e manuseio do aparelho de ultrassonografia, durante a identificação das estruturas.

Tem uma duração média de 20 a 30 minutos, podendo ser mais prolongado dependendo da indicação do exame e dos achados durante o procedimento.

Pode lhe interessar ainda:

Referência:

FEBRASGO - Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia

Recebi um resultado de ultrassom... o que significa?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Provavelmente deve se tratar de uma pedra na vesícula.