Perguntar
Fechar

Vitamina B

Complexo B engorda?
Dr. Ivan Ferreira
Dr. Ivan Ferreira
Médico

Complexo B ou as vitaminas que fazem parte do complexo B não engordam porque não possuem calorias. No entanto, as pessoas com deficiência das vitaminas do complexo B podem ter entre outros sintomas a perda do apetite, nesses casos, a utilização dessas vitaminas pode levar à melhora dos sintomas de maneira geral, inclusive melhorando o apetite e levando ao ganho de peso.

Outra situação que faz com que se pense que as vitaminas do complexo B levam ao aumento de peso é o fato de existirem muitas formulações para aumentar o apetite que associam vitaminas a anti-histamínicos, como a buclizina e ciproheptadina, esses sim, estimuladores do apetite. 

O complexo B é formado por um conjunto de vitaminas que participam de várias funções do organismo tais como a síntese de hormônios, produção de energia, funcionamento do sistema nervoso, medula óssea e sistema gastrointestinal. São hidrossolúveis, o que significa que não são acumuladas no corpo e o seu excesso é eliminado pela urina.

Pessoas saudáveis que se alimentam com uma dieta variada não necessitam de suplementação ou uso de vitaminas além das contidas nos alimentos e embora não haja comprovação científica completa é possível que atletas e praticantes de atividades físicas intensas necessitem de suplementação com algumas dessas vitaminas, o que deve ser orientado pelo médico.

O uso de vitaminas como suplementos deve ser sempre orientado pelo médico ou nutricionista, uma vez que o seu excesso pode causar danos ao organismo.

Leia também:

Posso tomar Buclina e complexo B para engordar?

Quais os remédios que engordam e emagrecem?

Posso tomar Buclina e complexo B para engordar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Buclina e complexo B muitas vezes são prescritos em conjunto para estimular o apetite, aumentando seu ganho calórico e consequentemente aumentando peso. O uso em simultâneo de Buclina com vitaminas do complexo B geralmente é indicado em casos de emagrecimento por perda de apetite ou algum problema de saúde.

É importante lembrar que o efeito desses medicamentos no ganho de peso está relacionado com o fato da pessoa comer mais. Tanto a Buclina como o complexo B não têm calorias para fazer alguém engordar, nem têm a capacidade de produzir gordura corporal. 

O efeito estimulante do apetite da Buclina ainda não está bem determinado, mas parece estar relacionado com uma ação hipoglicemiante do medicamento.

Isso significa que a Buclina estimula o pâncreas a secretar insulina, que é o hormônio responsável por transportar a glicose (açúcar) para dentro das células. Assim, com menos açúcar no sangue (hipoglicemia), o cérebro envia o sinal de "fome" para repor os níveis de glicose sanguínea.

Já as vitaminas do complexo B não aumentam propriamente o apetite, mas a falta delas pode causar perda de apetite, já que essas vitaminas atuam no metabolismo e na produção de energia pelo corpo.

O complexo B geralmente é prescrito para engordar quando há suspeita da falta dessas vitaminas na alimentação. O objetivo da suplementação é normalizar o mecanismo da fome.

Saiba mais em: Complexo B engorda?

A utilização da Buclina com complexo B deve ser feita apenas com prescrição médica. O medicamento pode interagir com outros remédios, além de causar efeitos colaterais indesejados. Já o excesso de vitaminas pode prejudicar o organismo, por isso a suplementação deve ser orientada por um médico ou nutricionista.

Também podem ser do seu interesse:

Buclina engorda?

Existe algum remédio para engordar?

Não consigo engordar. O que pode ser e o que fazer para engordar?

Quais os alimentos ricos em vitamina B12?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Os alimentos ricos em vitamina B12 incluem essencialmente produtos de origem animal como carne vermelha, fígado, peixes, frutos do mar.

A vitamina B12 pode ser encontrada também em carne de aves, ovos e produtos derivados do leite (queijo, iogurte, requeijão, manteiga), além de cereais para café da manhã e outros alimentos enriquecidos com vitamina B12.

Para que serve a vitamina B12? 

A vitamina B12 é importante na fabricação de novas células, como os glóbulos vermelhos do sangue, além de ser essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso.

Dentre as funções da vitamina B12 estão a participação no desenvolvimento do sistema nervoso e na comunicação entre os neurônios, bem como na melhoria da memória. 

Durante a gravidez, a vitamina B12 exerce um importante papel no desenvolvimento do sistema nervoso do feto, prevenindo malformações fetais.

Quais as consequências da falta de vitamina B12? 

A falta de vitamina B12 pode causar anemia perniciosa e afetar o sistema nervoso, causando problemas neurológicos. 

A deficiência de vitamina B12 pode ocorrer em pessoas que não possuem uma alimentação adequada ou em pessoas com incapacidade de absorver corretamente o nutriente. 

A carência da vitamina também pode ocorrer em casos de abuso de bebidas alcoólicas, como efeito colateral de algumas medicações ou como consequência da cirurgia de redução do estômago.

Nas pessoas com alimentação equilibrada e saudável, é muito rara a deficiência da vitamina B12.

Vale ressaltar ainda que a vitamina B12 fica armazenada no fígado, o que pode permitir à pessoa uma reserva de vitamina B12 de até 6 anos após a parada da ingestão de alimentos de origem animal.

Caso tenha alguma dúvida com relação à sua alimentação e as fontes de vitamina B12, procure o/a médico/a de família, clínico/a geral para uma avaliação pormenorizada.

A carência de vitamina B pode causar tudo isso...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Geralmente a ordem das coisas é um pouco diferente: a gastrite pode causar a deficiência de vitamina B12 que por sua vez causa a anemia megaloblástica e a fraqueza muscular nas pernas pode ser apenas um sintoma secundário.

Para que serve o complexo B?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

As vitaminas do complexo B são muito importantes para o metabolismo de um modo geral, participando na construção ou na quebra de macromoléculas como os carboidratos (açúcares), proteínas e gorduras.

Vitamina B1 (Tiamina)

Participa no metabolismo de aminoácidos e carboidratos e na iniciação do impulso nervoso. A vitamina B1 também estimula o apetite e favorece o funcionamento do sistema nervoso. Está presente na gema de ovo, nas carnes, nos cereais, no fígado, no feijão, nas nozes, nas verduras e na cerveja.

A falta dessa vitamina do complexo B pode causar falta de apetite, depressão, fadiga, problemas neurológicos e Beribéri, uma doença que provoca paralisia e atrofia muscular.

Vitamina B2 (Riboflavina)

Essencial para a metabolismo celular, produção de energia, respiração celular e processos oxidativos. A vitamina B2 também atua na coordenação motora e melhora a aparência da pele .

A deficiência dessa vitamina do complexo B raramente ocorre, uma vez que o nutriente está presente em vários alimentos, como ovos, cereais, leite, carne, couve, repolho, espinafre e fígado.

Quando ocorre, a falta de vitamina B2 pode provocar seborreia, fotofobia (sensibilidade à luz), glossite, estomatite e lesões no sistema nervoso.

Vitamina B3 (Niacina)

Atua no metabolismo e produção de ácidos graxos, proteínas e carboidratos. A vitamina B3 também é importante para o sistema digestivo e tônus muscular.

A falta de niacina pode provocar glossite, emagrecimento, diarreia, dermatite, depressão, fraqueza e demência. A vitamina B3 está presente no ovo, no fígado, no leite, na cerveja, nos peixes, nas carnes, no amendoim e nos cereais integrais.

Vitamina B5 (Ácido pantotênico)

A vitamina B5 é fundamental para o metabolismo de algumas moléculas como esteroides, colesterol, ácidos graxos, aminoácidos, proteínas, vitaminas A e D.

Quando está em falta no organismo, pode causar cansaço, anemia e outros sintomas semelhantes a outras vitaminas do complexo B. Os alimentos fontes de ácido pantotênico incluem leite, carnes, verduras, legumes, cereais e frutas.

Vitamina B6 (Piridoxina)

Participa no crescimento, metabolismo de aminoácidos, glicose, neurotransmissores, hormônios esteroides e no sistema imunológico. Pode ser encontrada no fígado, em carnes, no leite, em cereais e na cerveja.

Vitamina B8 (Biotina)

Essencial para a construção de moléculas de gordura (colesterol), glicose, aminoácidos (proteínas) e metabolismo energético das células. Além de estar presente em carnes, legumes e verduras, a vitamina B8 também é produzida pelas bactérias que habitam o intestino.

Por isso, a falta de vitamina B8 pode ocorrer após tratamentos prolongados com antibióticos, que matam as bactérias “más”, mas também destroem as bactérias “boas” que compõem a flora intestinal. A deficiência de vitamina B8 causa inflamações na pele e distúrbios neuromusculares.

Vitamina B9 (Ácido fólico)

Extremamente importante para a produção de DNA e RNA e na renovação celular. Costuma ser prescrito pelos médicos 3 meses antes da gestação e durante as primeiras 12 semanas de gestação para favorecer a formação de novas células no feto e prevenir malformações do tubo neural.

A falta de vitamina B9 pode causar anemia e, nos homens, esterilidade. Na gravidez, a deficiência de vitamina B9 pode causar malformação no tubo neural do feto. O ácido fólico está naturalmente presente em leveduras, frutas, verduras, cereais e no fígado.

Vitamina B12 (Cobalamina)

Essencial no catabolismo das gorduras, formação dos glóbulos vermelhos do sangue e manutenção dos neurônios.

Essa vitamina do complexo B está presente nas carnes, nos ovos, no leite, no iogurte, no queijo e nos frutos do mar. Após ser ingerida na alimentação, a vitamina permanece armazenada no fígado, podendo ser utilizada durante anos, por isso a sua deficiência é rara.

A carência de vitamina B12 provoca anemia perniciosa e problemas neurológicos. Pode ser encontrada em carnes, ovos, leite, iogurte, queijo e frutos do mar.