Tenho ovário policístico o ginecologista passou Diane...

Boa tarde!
A alguns meses fui ao ginecologista, como tenho pressão alta o médico suspendeu minha pílula, com medo de AVC. Através do USG descobri que tenho ovário policístico, ele me passou a pílula Diane por três meses. A minha menstruação veio normal, agora depois de 2 meses que terminei as cartelas a minha menstruação está atrasada mais de um mês, e tive relação sexual sem nenhum método, agora estou com uma secreção rosada e tive cólica por uns dias. Meu médico disse que é muito difícil eu ficar grávida, mais estou preocupada. Fiz até aquele teste de farmácia, deu negativo.....Será que posso estar grávida?
Grata
Aguardo resposta
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mulher que tem a Síndrome dos Ovários Policístico pode ter alguma dificuldade de engravidar, porém ela pode engravidar e essa possibilidade deve ser sempre levada em consideração.

Por isso, se há um atraso menstrual, é importante procurar o/a médico/a ginecologista, clínico/a geral ou médico/a de família para uma avaliação pormenorizada.

O teste da farmácia, apesar de ser confiável, pode nem sempre revelar o positivo.

Saiba mais em:

Teste de farmácia pode dar resultado errado?

Quem apresenta o diagnóstico de síndrome dos ovários policísticos, em geral, possui uma irregularidade menstrual.

O uso da pílula anticoncepcional, como o Diane 35, pode regularizar o ciclo menstrual da mulher, fazendo com que ela menstrue a cada 21 dias. Quando a mulher está em uso deste anticoncepcional, é comum que a menstruação aconteça nos 7 dias de intervalo entre uma cartela e outra. Porém, quando a mulher para de tomar a pílula, o organismo dela volta a se adaptar com um novo ciclo menstrual.

De qualquer maneira, a mulher com síndrome dos ovários policísticos deve fazer um acompanhamento médico regular, indo às consultas de rotina, tirando suas dúvidas e realizando o tratamento aconselhado.

Leia também:

Ovários policísticos tem cura? Qual o tratamento?