Tomar anticoncepcional durante muito tempo faz mal?

Não, tomar anticoncepcional durante muito tempo não faz mal à saúde. Se a mulher estiver bem adaptada à pílula, não sofrer efeitos colaterais e tomar o anticoncepcional com acompanhamento do ginecologista, ela pode usar o medicamento continuamente, pelo tempo que quiser e sem necessidade de trocar de pílula.

Porém, apesar do anticoncepcional ser seguro, o seu uso por tempo prolongado produz um pequeno aumento da pressão arterial, que volta ao normal com a suspensão do medicamento.

Por essa razão, recomenda-se que mulheres hipertensas utilizem um método contraceptivo não-hormonal, pois mesmo um pequeno aumento da pressão arterial pode ser prejudicial para quem tem hipertensão.

Publicidade

Também já se sabe que o risco de trombose em usuárias de anticoncepcionais orais é quatro vezes maior quando comparadas com mulheres que não tomam a pílula.

Leia também: Todas as mulheres podem tomar anticoncepcional?

Apesar de alguns riscos, que são avaliados pelo médico ginecologista de acordo com a história clínica de cada paciente, o anticoncepcional traz diversos benefícios para a saúde da mulher, tais como:

  • Prevenção de câncer de ovário e de útero;
  • Prevenção da anemia;
  • Diminuição do fluxo menstrual, das cólicas e da TPM.

Tomar anticoncepcional por muito tempo dificulta a gravidez?

Não, o uso contínuo de anticoncepcional não dificulta a gravidez. O anticoncepcional na verdade protege a fertilidade da mulher, pois reduz o risco de cistos e endometriose, além de diminuir a ocorrência de infecções, pólipos e miomas.

A ideia de que tomar anticoncepcional por muito tempo seguido pode causar infertilidade está associada à chamada síndrome pós-pílula, que ocorre quando a mulher deixa de tomar e a menstruação não desce.

Como ela não menstrua, acha que deixou de ovular e ficou infértil por causa do anticoncepcional. Contudo, na grande maioria dos casos, esse problema se resolve espontaneamente em até 6 meses.

A síndrome pós-pílula também não está relacionada com o tempo que a mulher tomou a pílula, mas sim com o comportamento do seu organismo em relação ao medicamento.

Veja também: A menstruação vai continuar regulada se eu parar de tomar anticoncepcional?

Para maiores esclarecimentos sobre os benefícios e os eventuais riscos quanto ao uso de anticoncepcional oral, consulte um médico ginecologista.