Perguntar
Fechar

Há risco de gravidez ao transar sempre com camisinha?

Mesmo transando sempre de camisinha há alguma possibilidade da mulher engravidar?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Há um risco muito pequeno. A camisinha pode ser usada como método contraceptivo e é considerada um método seguro, sendo bastante eficaz quando é usada de maneira correta, do início ao fim da relação sexual e em todas as relações.

Em geral, sabe-se que o risco de gravidez quando o uso é adequado é de 2 a cada 100 mulheres que estiveram em uma relação na qual se usou o preservativo masculino. Quando o uso tem erros o risco aumenta, e 15 mulheres engravidam a cada 100.

É importante lembrar de algumas medidas que devem ser seguidas para que a camisinha masculina possa ser eficaz:

  • Use sempre um preservativo novo em cada relação sexual;
  • Rasgue a embalagem com cuidado, evite usar os dentes e unhas;
  • Não desenrole o preservativo antes para em seguida tentar colocá-lo no pênis;
  • Desenrole totalmente o preservativo, até a base do pênis. O preservativo deve deslizar facilmente;
  • Deixe um espaço livre na ponta e depois aperte para retirar o ar;
  • Não utilize lubrificantes à base de óleo, porque danificam o látex;
  • Não reaproveite os preservativos;
  • Não faça sexo a seco, ou seja, garanta que a lubrificação esteja suficiente, nem em falta, nem em excesso;
  • Troque de preservativo quando estiver mudando entre diferentes posições de penetração, como de sexo anal para vaginal;
  • Não use uma camisinha se sua cor estiver desigual ou alterada, e não utilize um preservativo que pareça quebradiço, ressecado ou muito grudento.

Vale ressaltar que os preservativos femininos, embora sejam ainda pouco utilizados, também são eficazes contra a gravidez se usados de maneira correta, sendo que a taxa de gravidez no uso correto é de 5 a cada 100 mulheres que fazem o uso.

Leia também: Relação com camisinha, qual a probabilidade de ocorrer gravidez?

A camisinha tanto a masculina quanto a feminina é uma boa opção para quem não deseja ou não pode usar hormônio, ou outros métodos contraceptivos invasivos. Além disso, é o único método anticoncepcional que também previne as doenças sexualmente transmissíveis.

Para mais informações, leia também:

Relação sexual sem proteção: quais os riscos?