Perguntar
Fechar

Usando pomada vaginal posso ter relação?

Estou usando uma pomada vaginal receitada pelo ginecologista durante 7 dias, pois estou com uma inflamação. Depois de ter usado a pomada, como sei que a inflamação melhorou? Posso ter relação com meu namorado nesse período que estou usando a pomada?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não é recomendável ter relações sexuais durante o uso da pomada vaginal.

A pomada vaginal serve para tratar determinada inflamação e/ou infecção e precisa estar disponível na região da vagina para fazer efeito. A atividade sexual pode atrapalhar a absorção da pomada, pois desequilibra a flora vaginal normal e altera o pH da vagina. Assim, a ação e a eficácia do medicamento ficam prejudicadas.

Além disso, a relação acaba por gerar atrito e fricção na parede da vagina, o que pode levar a dor, desconforto e piora da inflamação.

Se mantiver relações junto com o uso do medicamento, o tratamento pode não funcionar e a inflamação não será curada, mantendo os sintomas e na maioria das vezes, será preciso reiniciar o tratamento, com novo medicamento.

Como saber se a pomada vaginal teve efeito?

A melhora completa dos sintomas, é a forma mais simples de conferir a eficácia do tratamento.

Mesmo antes de terminar o tratamento, nos primeiros dias de uso da pomada, os sintomas começam a desaparecer, no entanto, isso não é sinal de cura. É fundamental que o tratamento seja mantido por todo o período orientado pelo médico, pelo menos 7 dias consecutivos.

Esse é o período mínimo para combater uma infecção de maneira adequada. A interrupção do creme antes de eliminar completamente o germe, causa retorno dos sintomas e resistência ao medicamento.

Quando posso voltar a ter relação, após tratamento com pomada vaginal?

Você poderá voltar a ter relações sexuais assim que deixar de usar a pomada vaginal.

Use a pomada durante o tempo determinado pelo/a médico/a e evite relações sexuais durante esse período. Se não observar melhora dos sintomas, faça uma nova consulta com o/a médico/a que prescreveu a medicação.

Leia também: