Vantagens e desvantagens do anticoncepcional adesivo

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Uma das principais vantagens do anticoncepcional adesivo é a comodidade de uso, uma vez que a eficácia, contraindicações e efeitos colaterais são praticamente os mesmos da pílula anticoncepcional. As suas desvantagens incluem o fato de ser visível, poder causar irritação na pele, além de ter efeitos colaterais e riscos muito semelhantes à pílula oral.

Conheça as principais vantagens e desvantagens do anticoncepcional adesivo quando comparado com outros métodos anticoncepcionais.

Anticoncepcional adesivo: vantagens, desvantagens, contraindicações e como usar

Quais as vantagens do anticoncepcional adesivo?

  • Comodidade de uso;
  • Menor risco de esquecimento;
  • É bastante eficaz se usado corretamente (99,9% de eficácia);
  • Não perde eficácia quando há problemas gastrointestinais como vômitos ou diarreia;
  • Facilidade de uso para mulheres que têm dificuldades de engolir a pílula;
  • Reduz os riscos de câncer de ovário e de endométrio, assim como outros métodos contraceptivos hormonais, como a pílula e o anticoncepcional injetável;
  • Não interfere de forma significativa na eficácia de outros remédios;
  • Sua eficácia é menos comprometida pelo uso simultâneo de outros medicamentos como os anticonvulsivantes.

Quais as desvantagens do anticoncepcional adesivo?:

  • Não previne DST;
  • Precisa da intervenção da usuária, o que pode aumentar as chances de uma gravidez indesejada;
  • Pode causar alergias e irritações na pele;
  • É visível, o que pode incomodar algumas usuárias;
  • Apresenta redução da eficácia em mulheres com mais de 90 kg;
  • Tem praticamente os mesmos efeitos adversos dos anticoncepcionais hormonais, como náuseas, dor de cabeça, desconforto mamário, cólicas abdominais, entre outros;
  • Tem os mesmos riscos de eventos trombóticos das pílulas orais.

Quais as contraindicações do anticoncepcional adesivo?

O anticoncepcional adesivo é contraindicado para mulheres com doença no fígado grave, elevado risco cardiovascular (hipertensas não controladas, diabéticas, tabagistas) ou com risco tromboembólico aumentado.

Como usar o anticoncepcional adesivo?

O anticoncepcional adesivo possui os hormônios estrogênio e progesterona, que são absorvidos pela pele e entram diretamente na circulação sanguínea.

Os adesivos devem ser aplicados na pele e substituídos uma vez por semana, durante 3 semanas seguidas, seguindo-se uma semana de pausa, sem o adesivo. Portanto, o adesivo anticoncepcional deve ser usado por 21 dias, seguido de 7 dias de pausa.

A mulher deve ficar atenta para observar se o adesivo está descolando ou não, visto que o descolamento pode afetar a eficácia desse método contraceptivo.

Para maiores esclarecimentos sobre as vantagens e desvantagens do anticoncepcional adesivo, fale com o médico ginecologista ou médico de família.