Perguntar
Fechar

Vulvovaginite: Quais os sintomas e como é o tratamento?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O principal sintoma da vulvovaginite é o corrimento vaginal anormal, que dependendo do agente causador por se apresentar branco com grumos, acinzentado ou esverdeado, geralmente acompanhado de coceira intensa.

Outros sinais e sintomas comuns da vulvovaginite incluem:

  • Dor ao urinar
  • Dor ou desconforto durante a relação sexual
  • Edema (inchaço), vermelhidão e ardência na região genital
  • Sangramento vaginal (embora mais raro)

Qual o tratamento para vulvovaginite?

O tratamento depende do agente causador da infecção.

Infecções causadas por fungos são tratadas com pomadas antifúngicas, e nas infecções bacterianas e protozoáricas o tratamento se baseia nos medicamentos antibióticos tópicos e orais.

A vulvovaginite é uma infecção da vagina e da vulva, causada principalmente por fungos (Candida), protozoários (tricomonas) ou bactérias (Gardnerella vaginalis).

Fatores que desequilibram a flora vaginal, como diabetes, uso de lubrificantes, medicamentos, absorventes interno e externo, entre outros, podem favorecer o desenvolvimento da infecção.

As vulvovaginites também podem ser causadas por alergias, desencadeadas pelo uso de roupa íntima de tecido sintético, amaciantes de roupa, sabonetes íntimos, papel higiênico colorido ou perfumado, preservativo, entre outros produtos irritantes.

Estresse emocional e menopausa são outras possíveis causas de vulvovaginites. No caso da menopausa, a infecção está relacionada com a baixa produção do hormônio estrógeno, que leva a alterações da flora bacteriana e lubrificação da vagina. O estresse emocional reduz a imunidade da mulher.

Na presença de sintomas semelhantes aos descritos, procure um/a médico/a ginecologista para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Saiba mais em: Quais as causas da vulvovaginite?