Coração

Qual o tratamento para sopro no coração?
Dra. Ângela Cassol

O tratamento do sopro cardíaco pode ser variado. O sopro cardíaco é um sinal de uma doença e não uma doença em si. É preciso avaliar a doença que está provocando o sopro e realizar um tratamento específico, de acordo com essa doença causadora.

Os sopros benignos não necessitam de nenhum tratamento, enquanto que os sopros provocados por febre ou anemia desaparecem após o tratamento destes. Já uma lesão das válvulas exige um tratamento mais complexo.

Se a lesão da válvula não acarreta maior esforço ao coração e não há possibilidade de levar à insuficiência cardíaca, o tratamento é feito clinicamente, com medicamentos para diminuir o trabalho cardíaco, ou impedir que outras doenças prejudiquem o funcionamento do coração, como a hipertensão arterial.

Nas situações mais graves, com importante lesão valvar, pode ser indicada a cirurgia cardíaca para:

  • Plastia da valva;
  • Troca da válvula nativa defeituosa por uma válvula artificial, que pode ser biológica ou metálica;
  • Transplante cardíaco.

O médico cardiologista deverá avaliar a doença que está levando ao sopro e orientá-lo quanto ao tratamento adequado.

Estou sentindo tontura e aceleração no coração...
Dr. Charles Schwambach

Preocupado você já está. e com o cigarro deve se preocupar sim. Vários outros fatores precisam ser avaliados para saber se é preocupante ou não (idade, peso, antecedentes pessoais e familiares e os outros fatores de risco).

O que é desvio do coração? Isto é perigoso?
Dr. Charles Schwambach

Depende em qual exame esse desvio foi verificado, o tipo e o grau do desvio, mas na maioria das vezes não tem nenhum significado médico numa criança de 6 anos.

Faz uns 2 dias que venho sentindo palpitações no coração...
Dr. Charles Schwambach

Não sei qual sua idade e nenhuma informação sobre as coisas que são importantes na análise da possibilidade de risco para o coração (idade, cigarro, obesidade, sedentarismo, drogas, história familiar de eventos cardíacos...), então fica difícil dizer qualquer coisa. O importante é você saber que uma pessoa jovem (menos de 40 anos) sem fatores de risco, normalmente esses sintomas são decorrentes de problemas emocionais sendo o principal a ansiedade.

Meu marido fez eletrocardiograma e o resultado... é grave?
Dr. Charles Schwambach

Fibrose cardíaca significa lesão já cicatrizada do coração (infarto antigo); baixa voltagem pode ser decorrente de obesidade ou doença pulmonar.

Sobre o resultado do exame do Holter, foi observada...
Dr. Charles Schwambach

Essas alterações não são consideradas perigosas, claro que o resultado desse exame deve ser analisado em conjunto com outras informações a respeito de você.

Queria saber o que significa arritmias supraventriculares?
Dr. Charles Schwambach

Arritmias supraventriculares são estimulações "não normais" arrítmicas (fora do ritmo normal) provenientes dos átrios (supraventriculares). Provavelmente não deve ser nada de sério ou preocupante, mas só a avaliação do cardiologista pode realmente confirmar o que eu disse.

Porque o coração acelera quado fico nervosa ou levo susto?
Dr. Charles Schwambach

Porque você está viva e isso faz parte do seu sistema de proteção defesa\ataque, a descarga de adrenalina em situações de risco faz seu coração acelerar para melhorar sua capacidade de resposta aos estímulos que lhe parecem ofensivos.

Quando a pressão está alta os meus batimentos ficam...
Dr. Charles Schwambach

Normal é não ter nada. Normal é uma palavra muito difícil para se usar quando se está falando do ser humano. O que existe são situações aceitáveis dentro de certos critérios considerados "normais". A sua resposta depende da causa desses aumentos de pressão.

Já tive Síndrome de Pânico e voltei a sentir os sintomas...
Dr. Charles Schwambach

As duas coisas. Cardiologista para afastar doença cardíaca e psicólogo para tratar a síndrome de pânico.

O que é sopro no coração?
Dr. Gabriel Soledade

Sopro é um som anormal que o médico ouve ao examinar o coração. Ele é causado por alguma alteração que modifica o fluxo normal do sangue, o qual acaba vibrando e provocando o ruído.

Existem muitas condições que causam essa alteração de fluxo, desde problemas nas valvas e câmaras cardíacas até alterações dos vasos (veias e artérias).

Por exemplo, uma valva do coração que demore demais para se fechar ou que se feche antes da hora correta pode impedir a passagem normal do sangue, provocando o sopro.

Uma artéria que saia do coração e que tenha alguma tortuosidade no seu caminho também vai fazer o sangue passar com dificuldade, e provocará o ruído.

Sendo assim, a gravidade, os riscos e a necessidade de tratamento vão depender da causa do sopro.

Em muitos casos, a pessoa tem o chamado sopro funcional, que é aquele causado por alguma condição que não está prejudicando o funcionamento normal do coração, e não precisará ser tratado. A pessoa viverá normalmente com o sopro, e não terá problemas com ele. Esse tipo de sopro é muito comum em crianças.

Em outros, pode ser sinal de doenças graves, que podem exigir tratamentos medicamentosos ou cirúrgicos imediatos.

Em todos os casos, para se ter o diagnóstico exato e o tratamento mais adequado, é preciso consultar-se com um cardiologista, que provavelmente indicará a realização de um ecocardiograma, que é um exame de ultrassom do coração, capaz de enxergar as várias estruturas que compõem esse órgão, a fim de procurar defeitos que sejam perigosos.

Minha mãe, 84 anos, está com pernas e tornozelos inchados
Dr. Charles Schwambach

Bom eu diria que o problema dela é o número de anos (84), só isso já bastaria para ter inchaço nas pernas, mas ela tem outras coisas que podem causar esse inchaço como a pressão alta, falta de movimentação e os problemas de coração. Aliás eu me surpreenderia se ela não tivesse esse inchaço (isso seria estranho).