Drogas podem cortar o efeito do anticoncepcional?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Não é possível afirmar com certeza se drogas ilícitas, como cocaína, LSD, maconha, ecstasy ou lança-perfume podem cortar o efeito do anticoncepcional ou diminuir a sua eficácia, pois faltam estudos científicos que comprovem o efeito dessas drogas sobre os anticoncepcionais.

Porém, como são drogas "químicas", apesar de faltar evidências científicas, acredita-se que possa acontecer, uma vez que essas drogas, assim como os medicamentos, incluindo os anticoncepcionais, são metabolizados no fígado. Logo, essas drogas podem competir com a metabolização do anticoncepcional no fígado, reduzindo o seu efeito.

As drogas que de fato podem diminuir a eficácia do anticoncepcional são alguns medicamentos usados para tratar:

  • Epilepsia (primidona, fenitoína, barbitúricos, carbamazepina, oxcarbazepina, topiramato);
  • Tuberculose (rifampicina);
  • AIDS e Hepatite C (antirretrovirais);
  • Infecções fúngicas (griseofulvina, antifúngicos azólicos, itraconazol, voriconazol, fluconazol, cetoconazol);
  • Infecções bacterianas (antibióticos como claritromicina e eritromicina);
  • Certas doenças cardíacas e pressão alta (verapamil, diltiazem);
  • Artrites e artroses (etoricoxibe).

Além desses, remédios com Erva-de-São-João, usada sobretudo para o tratamento de estados
depressivos, também podem interferir na eficácia dos anticoncepcionais.

Comunique o seu médico ginecologista se usar qualquer tipo de droga, seja medicamentos ou drogas ilícitas, para que ele avalie o risco de interação medicamentosa com o anticoncepcional.

Leia também:

A maconha corta o efeito do anticoncepcional?

5 Coisas que Podem Cortar o Efeito do Anticoncepcional