Perguntar
Fechar

Calafrios

Sentir calafrios constantes é normal ou posso estar doente?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Sentir calafrios constantes não é normal, já que o calafrio muitas vezes é sintoma de doenças infecciosas e pode estar associado à febre. Os arrepios e tremores que caracterizam os calafrios podem estar presentes nas infecções gastrointestinais e urinárias, gripes, infecção alimentar, malária, pneumonia, entre outras doenças de origem bacteriana e viral. 

Pessoas com síndrome do pânico ou ansiedade também podem sentir calafrios. Nesse caso, não se trata propriamente de uma doença física ou algum processo infeccioso, mas sim de um transtorno de origem psicológica que também necessita de tratamento.

O calafrio causado por quadros de ansiedade está relacionado com o aumento súbito da quantidade de adrenalina no organismo que ocorre nessas situações.  Os calafrios são contrações musculares vigorosas e involuntárias que servem para produzir calor e controlar a temperatura do corpo. 

Na gripe, o tremor e o arrepio podem ocorrer juntamente com febre, tosse seca, dores no corpo, dor de cabeça, dor de garganta, cansaço, entre outros sinais e sintomas.

Na intoxicação alimentar, além de calafrios, a pessoa também pode apresentar náuseas, vômitos, diarreia, febre e dores abdominais.

Veja também: O que é intoxicação alimentar e quais os sintomas?O que é gripe e quais os sintomas?

Se a origem do calafrio for uma infecção urinária, é provável que haja também dor ou ardência para urinar, vontade urgente de fazer xixi, dor nos rins, febre e mal-estar

Leia também: Quais são os sintomas e causas de uma infecção urinária?

Uma vez que os calafrios podem estar presentes em diversas doenças infecciosas, o mais indicado é procurar um médico clínico geral ou médico de família para fazer uma avaliação e receber o tratamento adequado.

Calafrios, dor muscular e na barriga e náuseas o que tenho?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seus sintomas são compatíveis com algum tipo de gastroenterite (infecção gástrica e intestinal), provavelmente de origem viral, popularmente conhecida como "virose".

Ontem me senti mal: tontura, ânsia e frio o que pode ser?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Os sintomas de tontura e náusea podem corresponder a diferentes condições, para se descobrir a causa da tontura é essencial avaliar o que a desencadeou, a sua duração e a presença ou não de outros sintomas.

Entre as principais causas destacam-se a vertigem posicional paroxística benigna, inflamações do ouvido interno, doença de Ménière, enxaqueca, tumores neurológicos hipotensão arterial ou doença cardíaca.

É possível ainda que outras condições desencadeiem sintomas semelhante a tontura como alterações no ouvido interno, otites, uso de medicamentos, transtornos de ansiedade, doenças como anemia e hipotireoidismo, estado de hipoglicemia, episódios de desidratação ou mesmo excesso de calor.

O que é a Vertigem Posicional Paroxística Benigna?

Uma das causas mais frequente de tontura é a Vertigem posicional paroxística benigna uma condição que leva a uma sensação transitória de vertigem, que é a sensação de que tudo ao seu redor está girando.

Essa sensação surge quando a pessoa muda a posição da cabeça, por exemplo, ao virar-se na cama, ao virar ao lado para ver algo ou ao abaixar-se bruscamente. O episódio de vertigem geralmente tem curta duração, em casos mais intensos pode vir também acompanhado de náuseas ou mesmo vômito.

A VPPB é ocasionado pelo deslocamento de pequenas partículas de cálcio que mudam de região dentro do ouvido interno.

O tratamento é realizado com manobras na cabeça, que permitem reposicionar essas pequenas partículas. Algumas manobras podem ser realizadas pela própria pessoa em casa.

Caso apresente episódios de tontura procure um médico de família ou clínico geral para diagnóstico e tratamento mais adequados.

Já tirei o apêndice e estou com dores agudas lado direito?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

É importante procurar um serviço médico para avaliar o seu caso clínico. Como você já tirou apêndice, provavelmente não é apendicite. De qualquer forma, precisa ser investigado.

Apendicite é um processo inflamatório e infeccioso do apêndice, um órgão intestinal localizado na região inferior direita do abdômen. Quando se realiza a cirurgia de apendicite, o apêndice é retirado e, por isso, não é possível haver outro episódio de apendicite.

Após a cirurgia, a região da cicatriz pode ficar sensível e devido ao processo de cicatrização, pode haver formação de bridas intestinais, que ocorrem entre as alças intestinais. Essas bridas pode causar desconforto e dores, o que pode justificar o retorno da dor do lado direito. Porém, essa dor é bem diferente da dor de apendicite e, geralmente, possui menor intensidade além de não vir acompanhada de outros sintomas como vômito, febre, etc.

Outras patologias e situações podem explicar a dor do lado direito inferior do abdômen como por exemplo: ovulação, cisto no ovário, gravidez ectópica, constipação ou infecção intestinal.

Caso essa dor seja persistente, procure um serviço de saúde para uma avaliação.