Pergunte ao Médico
Como Funciona

Risperidona

Tomei risperidona e rivotril e sofri efeitos colaterais...

Os efeitos que você citou não são efeitos "destrutivos", são apenas efeitos colaterais normais e já bem conhecidos da medicação que você tomou, mas fique tranquilo o importante é que já está melhor e pode continuar seu tratamento sem problemas. Sua idade não influencia muito nas reações.

Tomo risperidona e agora a médica acrescentou rivotril...

O rivotril associado com a risperidona é uma boa opção no controle da sua doença, porém os dois vão fazer aquilo que eles se propõe a fazer que parece estar um pouco distante do seu desejo, precisa contar seu desejo a sua médica (o simples fato de estar pensando em trabalhar e estudar é um ótimo sinal), quem sabe ela lhe propõe outras formas de tratamento além dos medicamentos.

Risperidona qual dosagem ideal começar e em que horários?

Independente de eu escrever aqui a dosagem que você deve tomar o remédio chamado Risperidona ou o horário que você vai tomar o remédio (0,5 a 2mg dependendo da doença e geralmente tomado à noite), você precisa procurar um médico, Neurologista ou Psiquiatra que vai dar a receita deste ou quem sabe até outro remédio que possa te ajudar a resolver seu problema. Jamais se auto-medique. Nunca tome remédios sem Receita Médica. A auto-medicação é desnecessária e pode ser perigosa.

Risperidona fluoxetina podem alterar meus exames?

Provavelmente não, podem alterar um pouco o eletroencefalograma, mas não alterações significativas, se estiver muito preocupado pode suspender os remédios por uns dias antes de fazer os exames e depois retorna o tratamento normalmente. Boa Sorte no seu novo emprego e parabéns.

Risperidona: para que serve?

A risperidona é um antipsicótico indicado no tratamento da esquizofrenia, psicoses agudas e crônicas, transtorno bipolar, irritações decorrentes do autismo, estresse pós traumático e outros distúrbios psiquiátricos.

Essa medicação é um antipsicótico atípico ou de segunda geração que comparado aos de primeira geração tem menos efeitos adversos. Por outro lado, a nova classe de medicação tem outros efeitos também indesejados e um valor comercial mais elevado.

A risperidona é uma medicação que precisa ser acompanhada de perto, com possíveis ajustes de dose e suspensão temporária em alguns casos. Não tome medicação sem indicação médica. Converse com o/a médico/a psiquiatra para tirar suas dúvidas.

Risperidona e Cafeína: Posso tomar juntos?

A risperidona não deve ser ingerida juntamente com líquidos contendo cafeína.

A cafeína é um estimulante cerebral podendo causar agitação, ansiedade e nervosismo principalmente quando tomada em excesso. Ela está presente no café, nos chás, cacau, refrigerantes e bebidas estimulantes.

A risperidona pode apresentar alguns efeitos colaterais como ansiedade, agitação, tontura, dificuldade de concentração.

Quando tomadas juntas, o efeito das duas substâncias pode ser exagerado, resultando em efeitos adversos desagradáveis.

Fora do horário da ingestão da medicação, a pessoa pode tomar, em pequena quantidade, alguns líquidos que contenham cafeína.

Na presença de qualquer efeito não desejável com o uso da medicação, é indicado procurar o/a médico/a que prescreveu a medicação e que está acompanhando a pessoa para tirar as dúvidas e evitar sobredosagens.

Leia também:

Risperidona para que serve?

Quais os efeitos secundários da risperidona?

Zyprexa é um anti-psicótico mais eficaz que Risperidona?

Em primeiro lugar precisa seguir a risca a orientação da sua médica, caso contrário não faz sentido consultar com ela, se tem vontade de mudar a medicação precisa conversar com ela e somente mudar com a aprovação da sua médica. Em se tratando de doenças tão complexas e de avaliação subjetivas como a sua doença é difícil dizer se um remédio é melhor ou pior que o outro,tudo depende da sua adaptação ao medicamento e também do efeito que ele te sobre você.

Quais os efeitos secundários da risperidona?

Os efeitos secundários da risperidona são:

  • Ganho de peso;
  • Sedação;
  • Hipotensão;
  • Aumento da prolactina e
  • Inquietação motora.

Outros efeitos comuns são: aumento do apetite; sonolência, insônia, dor de cabeça, ansiedade, tonturas; náusea, dor abdominal, constipação; incontinência urinária; tremores; febre, tosse.

É possível ter outros efeitos secundários que são bem menos comuns: letargia, agitação, vermelhidão, secura e coceira na pele, acne, aumento da sede, diminuição da libido, distúrbios menstruais, aumento das mamas, disfunção erétil, infecção urinária, sangramento nasal, entre outros.

Se você está usando risperidona, observe possíveis efeitos secundários e converse com o/a médico/a que prescreveu a medicação.

Minha mãe tomou risperidona e hoje amanheceu com tontura?

Não faça nada se a tontura for leve e decorrente do remédio deve passar dentro de alguns dias. Se a tontura for muito intensa deve voltar ao médico.