Mesigyna

Mesigyna engorda?

O Mesigyna é um anticoncepcional hormonal injetável que pode contribuir para a retenção de líquidos em algumas pessoas e, com isso, levar à um aumento do peso. Embora outras causas para o ganho de peso com o uso do Mesigyna estejam sendo investigadas sem comprovação científica ainda, na prática, isso é observado com frequência.

Mesigyna deve ser aplicado mensalmente, por injeção intramuscular profunda, de preferência nas nádegas. Sua ação hormonal impede a ovulação da mulher e a gravidez.  A primeira aplicação deve ser realizada no 1º dia da menstruação e depois, a cada mês, do 27º dia do ciclo até o 33º dia, no máximo.

O ginecologista deve ser consultado sempre que houver problemas em relação ao uso dos anticoncepcionais, como no caso do ganho de peso.

Dr. Ivan Ferreira
Tomo anticoncepcional injetável (Mesigyna) e meu rosto...

Pode ser efeito do anticoncepcional, se for realmente do anticoncepcional precisa parar de usar. O diagnóstico definitivo da causa das suas lesões de pele deve ser feito pelo seu médico, a suspensão ou troca do anticoncepcional (se for necessário) deve ser feita pelo seu médico.

Dr. Charles Schwambach
Estou muito ansiosa, troquei a pílula para injeção...

Não sei o que você quer saber e muito menos qual sua preocupação ou motivo para estar ansiosa, fique tranquila, se tomou a injeção não está grávida e seus sintomas são decorrentes do seu novo anticoncepcional; há grande chances de você não se adaptar a ele.

Dr. Charles Schwambach
Tomo Mesygina e este mês veio muito fluxo, o que fazer?

Uma única menstruação aumentada não tem nenhum significado médico, talvez a próxima volte ao normal.

Dr. Charles Schwambach
Tomo Mesigyna e não estou conseguindo ter orgasmos?

Qualquer remédio ou medicamento que usar pode alterar seu libido, porém no seu caso essa associação parece não ser verdadeira devido ao lapso de tempo entre o início da medicação e o início do problema, alterações desse tipo geralmente estão relacionadas com fatores emocionais, consulte seu ginecologista.

Dr. Charles Schwambach