Perguntar
Fechar
Sinto muita dor no ânus quando vou fazer coco, sangra muito?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Pela sua descrição, é possível que você tenha hemorroidas ou fissura anal.

Em decorrência do intestino preso, a pessoa fica dias sem evacuar e, quando evacua, as fezes saem endurecidas causando ferida na região do ânus e produzindo sangramento.

Nessa fase, é importante fazer uma consulta médica para avaliação pormenorizada, identificação do diagnóstico e indicação do tratamento adequado. Durante o exame físico, o/a médico/a poderá analisar se trata de fissura anal ou hemorroida. Em alguns casos, será necessária realização de um exame mais aprofundado como a retoscopia para identificação da extensão da hemorroida.

Quem tem ou está com o intestino preso, é fundamental reorganizar a dieta e a alimentação. Na maioria dos casos, a melhora do sangramento e da dor vem apenas com o tratamento conservativo. Esse pode ser feito com aumento da ingestão de líquidos e uma dieta rica em fibras.

Leia também:

Como tratar hemorroida?

Existe algo para tratar hemorroidas sem cirurgia?

Como é feita a cirurgia de hemorroida e qual o tempo de recuperação?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A cirurgia de hemorroida pode ser feita de diversas formas a depender do grau da hemorroida e da indicação clínica do/a paciente.

Em geral, as hemorroidas internas que não são exteriorizadas podem ser removidas com escleroterapia ou laqueadura com elástico.

Na escleroterapia, o/a proctologista injeta uma substância que provoca o fechamento desse vaso sanguíneo dilatado e, por consequência, acaba com a hemorroida.

Na laqueadura, é aplicado um elástico na base da hemorroida para cessar o fluxo de sangue e fechar a hemorroida.

As hemorroidas externas ou que possuem um grau avançado de exteriorização podem ser removidas por meio de cirurgia, com necessidade de anestesia geral ou raquidiana, em que é feito o corte da hemorroida e a posterior retirada do vaso sanguíneo afetado.

Outras técnicas também podem ser indicadas como por exemplo:

  • Desarterialização Hemorroidária Transanal (THD) em que o vaso sanguíneo que supre a hemorroida é suturado sem a necessidade de cortes;
  • Laser;
  • Crioterapia;
  • Coagulação por raios infravermelhos;
  • Grampeamento - técnica de hemorroidopexia (PPH).

O tempo de recuperação será diferente de acordo com a técnica cirúrgica empregada, podendo variar de 7 a 30 dias. Esse tempo também pode ser maior caso a pessoa apresente alguma complicação como infecção no sítio cirúrgico.

Leia também:

Como saber se tenho hemorroida interna ou externa?

Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

Quem tem hemorroida pode fazer exercício físico?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Quem tem hemorroida pode fazer exercício físico.

As hemorroidas são classificadas de acordo com o grau de protusão das veias no canal anal e da capacidade delas voltarem à posição habitual. No grau mais grave, pode haver iminência de trombose e necessidade de intervenção cirúrgica. Nesses casos, o exercício físico não está indicado pois pode agravar a pressão e fricção local, facilitando o sangramento.

Quando as medidas preventivas e o tratamento está sendo bem conduzido, a pessoa com hemorroida pode realizar livremente atividades físicas.

Leia em:

Como tratar hemorroida?

Em todo caso, é importante uma avaliação médica da situação e uma indicação apropriada para cada pessoa e para cada atividade física evitando exercícios demasiados e sobrecarga muscular.

Saiba mais em: Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

É possível ter um parto normal se a mulher tem hemorroida?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, é possível ter um parto normal se a mulher tiver hemorroida. As hemorroidas não impedem o parto normal e não é razão que justifique a realização de uma cesárea.

As hemorroidas podem surgir pela primeira vez durante a gravidez, sendo normalmente no 3º trimestre e no período pós-parto os momentos em que surgem complicações como as crises e as tromboses hemorroidárias.

O aumento da pressão abdominal, do volume sanguíneo circulante e a obstipação intestinal também tendem a agravar os sintomas da hemorroida. Além disso, a fraqueza dos tecidos de sustentação do canal anal também contribuem para que as hemorroidas extravasem para fora do ânus.

A hemorroida pode surgir durante o segundo estágio do trabalho de parto devido à força que a mulher efetua no momento da expulsão do feto.

Na maioria dos casos de hemorroida na gravidez, o tratamento é conservador, com dieta rica em fibras, cuidados com a higienização do local e aplicação de pomadas, sendo poucos os casos em que a cirurgia é indicada.

Para maiores esclarecimentos, a grávida deve falar com o/a médico/a que a acompanha no pré natal ou com um/a médico/a proctologista, especialista responsável pelo tratamento das hemorroidas.

Leia também: Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

Existe algo para tratar hemorroidas sem cirurgia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Hemorroidas não complicadas podem ser tratadas sem cirurgia.

A maioria das hemorroidas podem ser tratadas com tratamento não conservador, ou seja, sem cirurgia. O tratamento conservador para aliviar a dor, reduzir o sangramento e a coceira também deve ser orientado pelo/a médico/a e seguido como indicado, com as medicações prescritas e recomendações indicadas.

Para o/a paciente que aguarda a cirurgia, a melhor opção é melhorar a dieta aumentando a ingesta de fibras presentes em frutas, legumes, castanhas e vegetais. Aumentar a ingestão de água além da realização de atividades físicas regulares são outras medidas importantes.

Saiba mais sobre hemorroidas em:

Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

O que pode causar hemorroida?

Como tratar hemorroida?

Fissura anal tem cura? Qual o tratamento?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim, a fissura anal tem cura. A fissura anal cura-se espontaneamente na maioria dos casos. Em outros, a fissura anal pode ser curada através da aplicação local de cremes, uso de laxantes e lavagem do local com água morna.

Quando os sintomas permanecem por vários dias e não há resposta ao tratamento, o quadro deve ser reavaliado. Nesses casos, a origem da fissura anal pode estar em doenças que afetam o intestino, como a Doença de Crohn. Quando o tratamento conservador não apresenta resultados satisfatórios, pode ser necessário realizar cirurgia.

Qual é o tratamento para fissura anal?

O tratamento da fissura anal irá depender se ela é aguda ou crônica. O objetivo do tratamento é aliviar a dor e o espasmo além de curar a ferida.

A maioria dos casos apresenta uma boa melhora apenas com o tratamento conservativo. Esse pode ser feito com aumento da ingestão de líquidos e uma dieta rica em fibras.

Também é indicado o uso de pomadas com anestésico local, além de banho de assento com água morna para aliviar a dor.

Em alguns casos, a cirurgia pode ser indicada para uma melhor resolução da fissura anal.

O que é fissura anal?

A fissura anal é uma ferida localizada no ânus, que causa dor, sangramento e coceira. As principais causas de fissura anal incluem a prisão de ventre devido ao endurecimento das fezes, diarreia e inflamação do canal anal.

Caso você apresente fissura anal, procure o/a médico/a de família, clínico/a geral ou proctologista para uma avaliação detalhada.

O que pode causar hemorroida?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

O desenvolvimento de hemorroidas está associado a diversas situações como:

  • Constipação crônica;
  • Esforço ao evacuar;
  • Ficar sentado por muito tempo;
  • Envelhecimento;
  • Diarreia;
  • Gravidez;
  • Tumor pélvico.

A região anal possui uma vasta musculatura responsável pelo esfíncter que controla a saída das fezes. Com o avançar da idade, esse tecido pode se afrouxar e permitir que as veias da região fiquem protusas para fora do ânus, originando a hemorroida.

Quando há excesso de esforço durante a evacuação,  essa musculatura torna-se hipertrofiada, fazendo-se uma pressão maior na região do esfíncter anal e também originando a hemorroida.   

Para evitar o aparecimento da hemorroida, é orientado a ingestão de uma dieta rica em fibras (frutas, vegetais, legumes, etc) e líquidos (água) além de atividade física regular.

Leia mais em:

Como saber se tenho hemorroida e quais são os sintomas?

Como tratar hemorroida?

Estou enfrentando um desconforto com hemorroida...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Os seus sintomas estão dentro da esfera neurológica, existe o envolvimento de raízes nervosas (nervos) da região sacral (osso logo acima do ânus) uma inflamação dessa região poderia até causar os sintomas que você está sentindo, mas com certeza são sintomas estranhos e incomuns no caso de hemorroidas, você precisa voltar ao médico.