Axilas

Tenho 2 caroços debaixo das axilas que doem muito. O que pode ser?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Caroços doloridos nas axilas podem ser abscessos (acúmulo de pus), cistos sebáceos infectados ou ainda gânglios linfáticos aumentados devido a uma inflamação ou infecção. Apesar da dor e do incômodo, esses caroços normalmente não representam nada de grave.

Se, além de doloridos, os caroços estiverem também avermelhados e com aumento da temperatura local, provavelmente trata-se de uma inflamação ou infecção localizada.

Os nódulos ou caroços nas axilas que levantam suspeitas de serem algo de grave são aqueles que não causam dor, pois podem ser sinal de câncer de mama ou linfoma (câncer no sistema linfático).

Nesses casos, o caroço é um gânglio linfático que aumenta de tamanho e fica endurecido, mas geralmente não é dolorido e não apresenta vermelhidão e aumento da temperatura local.

No seu caso especificamente, já foram feitos exames que indicaram a presença de uma glândula inflamada. Para saber se pode ou não remover esse nódulo, consulte novamente o/a ginecologista ou mastologista para uma avaliação detalhada.

Eu transpiro muito nas mãos, pés e axilas. O que devo fazer para eu parar de transpirar?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Geralmente essa é uma particularidade sua que pode estar relacionada com a ansiedade e o estresse. Tratamentos que reduzem estas duas situações podem te ajudar (se este for seu caso). Remédios homeopáticos também podem te ajudar. Existe um tratamento cirúrgico que é feito para resolver esse problema de sudorese em mãos e pés, geralmente é realizado por um neurocirurgião.

Minha axila esquerda está em carne viva e coçando...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Deve ser algum tipo de alergia ou infecção de pele, se for alergia pode ser por causa do desodorante. Diferentes condições podem desencadear vermelhidão e coceira nas axilas, entre elas tem-se a dermatite de contato, dermatite atópica, infecção por Candida ou mesmo dermatite seborreica. Consulte um médico para uma avaliação da lesão, diagnóstico e tratamento.

Dermatite de contato

A dermatite de contato é uma das principais causas de vermelhidão e coceira na região das axilas. É uma dermatite desencadeada por uma substância alérgena que ao entrar em contato com a pele provoca uma reação. Esse alérgeno pode estar presente em desodorantes, perfumes, sabonetes ou mesmo em tecidos que entrem em contato com a pele.

Geralmente, a pessoa nota uma associação entre o uso de um produto e o aparecimento das lesões que pode ser imediato ou demorar meses. Na presença de dermatite de contato é essencial suspender o uso do desencadeador dessa alergia, para que seja possível melhorar os sintomas.

Dermatite atópica ou eczema

O eczema é uma dermatite que geralmente se inicia ainda na infância, não é desencadeado por nenhuma substância alérgica em particular, mas sim por uma predisposição genética, que leva a uma reação alérgica na pele, provocando vermelhidão e intensa coceira.

A pele na dermatite atópica apresenta um aspecto ressecado. O eczema pode apresentar períodos de melhora ou de intensificação dos sintomas. As lesões são mais comuns nas regiões de dobras do corpo, como atras dos joelhos, no interior dos cotovelos ou nas axilas.

Candida

A candidíase é uma doença provocada pela presença da Candida na pele, um fungo, que se manifesta em regiões do corpo que são úmidas e quentes, por isso a região das axilas é um lugar comum de ser acometido pela Candida.

Esse tipo de infecção é mais frequente justamente durante o verão e períodos de maior calor, quando a sudorese intensa e o uso de roupas sintéticas e pouco ventiladas podem tornar a região das axilas propensas a adquirirem esse fungo.Os principais sintomas são erupção cutânea avermelhada, coceira intensa e inchaço da região.

Dermatite seborreica

É uma dermatite provocada pela produção excessiva de sebo e óleo na pele, acomete principalmente o couro cabeludo e o rosto, no entanto, outras áreas do corpo como axilas, nádegas e virilha também podem ser acometidas. Ocasiona vermelhidão, formação e descamação de placas amareladas ou esbranquiçadas de aspecto oleoso.

Caso apresente lesões nas axilas consulte um médico de família, clínico geral ou dermatologista para uma avaliação e tratamento mais adequado.

Desconforto nas axilas, que especialista procurar?
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Procure um médico clínico geral ou médico da família.

Desconforto e/ou dor nas axilas podem ser decorrentes de um esforço muscular exagerado, inflamação, infecção local ou até um caso de câncer, o linfoma ou câncer de mama.

Para cada caso descrito, existem outros sinais e sintomas que ajudam a direcionar na investigação médica. Como a presença de dor, vermelhidão, caroço, febre, entre outros.

Cabe ao médico durante a consulta e exame médico, avaliar as possíveis causas, solicitar exames complementares e iniciar o tratamento mais adequado para cada caso.

Dor nas axilas

Nos casos de dor nas axilas associada a sinais de inflamação local, como vermelhidão, calor local e dificuldade de movimentar os braços, deve ser investigado um processo inflamatório ou infeccioso, como:

  • Foliculite: Inflamação de um folículo piloso da axila;
  • Abscesso: quando a inflamação já evoluiu para infecção, com conteúdo de pus organizado e encapsulado abaixo da pele.

Nesses casos é necessário o tratamento com compressa morna, anti-inflamatórios e analgésicos. Para os abscessos pode ser necessário ainda, a drenagem do conteúdo líquido e antibioticoterapia.

Caroço na axila

Quando o desconforto na axila vem associado a presença de um caroço na palpação, além da foliculite e abscesso, deve ser investigado o cisto sebáceo inflamado e tumores.

O câncer de gânglios linfáticos (linfoma) ou de mama, como acometimento ganglionar, pode inicialmente apresentar apenas "caroço" na axila.

No caso de cisto sebáceo, serão evidenciados sinais de dor e inflamação local. O tratamento deve ser de drenagem, analgésicos e por vezes, antibióticos.

Na suspeita de câncer, além do nódulo, pode haver história de febre, sudorese noturna e ou emagrecimento repentino. Nesses casos de ser realizada a biópsia do gânglio para definição diagnóstica e tratamento o mais breve possível.

O mais importante é suspeitar, para possibilitar o diagnóstico precoce!

Íngua nas axilas

A íngua, ou aumento dos gânglios linfáticos é um sintoma inespecífico. Pode indicar tanto um processo inflamatório simples, como a foliculite e cisto sebáceo, como pode ser também o sinal inicial de um câncer. Portanto nesses casos é fundamental que a íngua seja sempre avaliada por um médico clínico geral ou médico de família.

Leia também: Íngua na axila: o que pode ser?

Dor no seio

A causa mais comum de dor no seio é a contratura muscular, ou tumores benignos, como o fibroadenoma. Entretanto, existem outras causas, como distúrbios hormonais, traumas, câncer, entre outros.

Saiba mais em: O que é um fibroadenoma mamário e quais os sintomas?

Sendo assim, na presença de desconforto na axila, recomendamos procurar um médico clínico geral, ou médico da família, para dar início a investigação e solicitação de exames, se achar necessário.

Íngua na axila: o que pode ser?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Íngua na axila pode ter muitas causas. A presença de um nódulo ou caroço na axila pode ser sinal de inchaço dos gânglios linfáticos (linfonodos), infecções ou cistos.

Os gânglios linfáticos são pequenos órgãos de defesa localizados em várias partes do corpo, como axilas, virilha e pescoço. Os linfonodos atuam como filtros que podem reter micro-organismos invasores (vírus, fungos, bactérias) ou células cancerígenas. Quando isso acontece, os gânglios aumentam de tamanho, dando origem à íngua, que pode ser sentida sob a forma de um caroço ou nódulo na axila.

Existem diversas doenças e condições que podem deixar os linfonodos aumentados e causar íngua na axila. Dentre elas estão:

  • Infecção no braço ou na mama;
  • Infecções sistêmicas, como mononucleose, AIDS ou herpes;
  • Câncer, como linfoma e câncer de mama.

A presença de cistos ou abscessos subcutâneos também podem produzir ínguas grandes e dolorosas na axila. Podem ser causados por depilação com lâmina e uso de antitranspirantes (não desodorantes). Esses nódulos ocorrem com mais frequência em adolescentes, quando começam a se depilar.

A presença de íngua na axila pode ser causada ainda por:

  • Doença da arranhadura do gato;
  • Lipomas (tumores gordurosos benignos);
  • Uso de certos medicamentos ou vacinas.

O tratamento da íngua na axila depende da causa. No caso das mulheres, o caroço pode ser sinal de câncer de mama, o que requer atenção especial e uma avaliação imediata por um médico.

Uma vez que a presença de caroços ou nódulos na axila pode indicar a presença de doenças graves, é altamente recomendável que na presença de ínguas nesse local, seja consultado um médico clínico geral ou médico de família para que a causa seja devidamente diagnosticada e tratada.