Perguntar
Fechar
O que é alteração inespecífica da repolarização ventricular?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Uma alteração inespecífica da repolarização ventricular significa uma alteração na onda T do eletrocardiograma, muito observada em hipertensos e indivíduos acima de 40 anos. Na maioria dos casos não é sinal de doença, daí a designação "inespecífica", é possível que pessoas completamente saudáveis possam apresentar alterações inespecíficas da repolarização.

A onda t do eletrocardiograma representa a repolarização ventricular, que é a fase em que o coração está se preparando para uma nova contração.

As alterações da repolarização ventricular podem ser localizadas, nesses casos é especificado no resultado do eletrocardiograma o local do coração em que ocorrem, por exemplo, alteração da repolarização ventricular em parede anterior, inferior, ântero-septal, lateral, etc.

Embora, de modo geral, uma alteração na repolarização ventricular não signifique que exista alguma doença cardíaca, muitas doenças do coração podem provocar essa alteração no eletrocardiograma. Algumas condições e doenças em que essa alteração é comum:

  • Hipertensão arterial;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Valvulopatia;
  • Hipertrofia ventricular esquerda (aumento do volume do músculo cardíaco);
  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Pacientes que já sofreram infarto;
  • Gravidez.

O médico poderá esclarecer se há algum motivo para alteração da repolarização ventricular ou se trata-se apenas de um achado de exame sem repercussões, de acordo com o caso específico do paciente. 

Distúrbio no ramo direito do coração, é grave?
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Geralmente distúrbios no ramo direito do coração isoladamente não representam gravidade, podem inclusive aparecer em pessoas assintomáticas e aparentemente saudáveis, contudo esse tipo de distúrbio também podem ser sinal de alguma doença cardíaca preexistente que exige maior atenção e cuidado.

O distúrbio da condução do ramo direito se refere a interrupção parcial do impulso elétrico que percorre o ramo direito do feixe de His, que é um conjunto de fibras que transmitem os impulsos elétricos do nó atrioventricular até os ventrículos. Quando ocorre interrupção total da transmissão desse impulso elétrico tem-se o bloqueio completo do ramo direito. 

Algumas doenças que podem estar relacionadas ao bloqueio de ramo direito são:

  • Cardiopatia hipertensiva
  • Infarto agudo do miocárdio
  • Doença de Chagas
  • Cardiomiopatia dilatada idiopática

Consulte o seu médico de família, clínico geral ou cardiologista, para que ele possa fazer uma melhor análise dos sintomas, sinais e resultados de exames e assim fazer o diagnóstico mais adequado.

Pode também lhe interessar:

O que é Doença de Chagas

Quais são os sintomas da Insuficiência Cardíaca? 

Alteração da repolarização ventricular no ECG?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Este tipo de alteração é muito comum em hipertensos e pessoas acima de 40 anos, na maioria das vezes não tem nenhum significado (na maioria das vezes não é sinal de alguma doença).

O que significa desvio do eixo para a esquerda?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pode significar várias coisas entre doenças e alterações normais: variação anatômica normal, atleta que tem o coração hipertrofiado, hipertrofia do ventrículo esquerdo, aumento do tamanho do coração, entre muitas outras coisas, na maioria das vezes não é preocupante.

Acabei de receber o resultado de um eletrocardiograma...
Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Exame dentro dos limites da normalidade, no entanto, é essencial que todo resultado de exame seja avaliado pelo médico que o solicitou, que irá contextualizar o resultado com o quadro clínico individual de cada pessoa.

O que é o eletrocardiograma (ECG)?

O eletrocardiograma é um exame que avalia a atividade elétrica do coração. Ele detecta os impulsos elétricos que existem no coração e permitem a contração das câmaras cardíacas e o bombeamento do sangue.

Comumente é um dos primeiros exames solicitados para pessoas que apresentam sintomas sugestivos de doença cardíaca, como dor no peito, tontura, falta de ar ou palpitações.

Como é feito o eletrocardiograma?

O eletrocardiograma de repouso é realizado através da colocação de 6 eletrodos que são colocados na superfícies do tórax ,e de pás, que são colocadas nos punhos e tornozelos.

A pessoa fica deitada em repouso, enquanto os sinais elétricos são detectados e registrados pelo aparelho de eletrocardiograma, e não sente absolutamente nada. O exame é rápido e demora alguns segundos ou poucos minutos no máximo.

Para que serve o eletrocardiograma?

É um exame muito útil para detectar diferentes alterações cardíacas. É o principal exame não invasivo para o diagnóstico e avaliação de arritmias cardíacas e distúrbios de condução, além de ser essencial para o diagnóstico de quadros de isquemia cardíaca, como o infarto agudo do miocárdio.

Algumas alterações estruturais do coração e distúrbios metabólicos também podem ser suspeitados pela realização do eletrocardiograma. Também serve para o acompanhamento de doenças pré-existentes ou rastreio de alguns grupos populacionais.

Para mais informações sobre esse exame converse com o seu médico de família, clínico geral ou cardiologista.

Meu marido fez eletrocardiograma e o resultado foi "fibrose cardíaca parede inferior e baixa voltagem no plano frct", é grave?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Fibrose cardíaca significa lesão já cicatrizada do coração (infarto antigo); baixa voltagem pode ser decorrente de obesidade ou doença pulmonar.