Perguntar
Fechar

Mamografia

Mamografia: em qual idade começar a fazer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Entre os vários tipos de câncer de mama o carcinoma de mama é o tipo mais comum de neoplasia da mama, seu diagnóstico assim como o diagnóstico precoce dos outros tipos de cânceres de mama pode ser alcançado pela realização do exame chamado mamografia. A orientação geral é começar a fazer o exame preventivamente a partir dos 40 anos de idade com intervalo de 1 a 2 anos para mulheres sem história familiar de câncer de mama; caso haja algum caso na família (avó, mãe, tia ou irmã) a mamografia deve ser realizada a partir dos 35 anos anualmente.

Alguns ginecologistas (ou mastologistas - subespecialidade da ginecologia) costumam orientar suas pacientes a iniciar 5 anos antes ao descrito acima. A critério médico a mamografia pode ser solicitada a qualquer momento, principalmente quando existe alguma suspeita (presença de nódulos ou outras queixas que possam levar o médico a suspeitar de um tumor na mama). 

O Ministério da Saúde garante a gratuidade do exame de mamografia a todas as mulheres com mais de 40 anos. Existem muitas clínicas credenciadas pelo SUS, a paciente, geralmente, precisa ter uma requisição de exame médico da rede de saúde pública. O exame também pode ser feito particular ou por intermédio de convênio médico (plano de saúde)

Fiz exame de mama: linfonodo intramamário, isso é perigoso?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A presença de linfonodo intramamário pode não significar nada de grave, isso dependerá do restante do resultado do exame de mama. 

O que precisa ser feito é mostrar o resultado do exame para o/a médico/a que solicitou para que ele/ela lhe explique o resultado global do exame e dê sequência ao procedimento necessário, podendo ser: aguardar um novo exame, solicitar outro método diagnóstico (ultrassonografia, mamografia) ou indicar uma biópsia.

Um linfonodo é um gânglio linfático, um pequeno órgão de defesa que faz parte do sistema linfático do corpo. Esses gânglios estão dispostos em diversos pontos da rede linfática, inclusive na mama (intramamário), e atuam na defesa do organismo

A função do linfonodo é drenar os líquidos presentes ao redor dele. Quando um linfonodo está aumentado, significa que o sistema imunológico está produzindo mais células de defesa naquele gânglio e que a drenagem está sendo maior.

Veja também: Quais os sintomas do câncer de mama? ; O que são linfonodos?

O/a médico/a ginecologista ou mastologista poderá esclarecer as dúvidas, de acordo com o seu caso, e solicitar outros exames se achar necessário.

Estou entrando na menopausa e sinto muitas dores nas mamas...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

O que você tem é a chamada mastalgia (dor na mama) que no seu caso pode ser decorrente das alterações hormonais típicas desse período. É importante manter em dias os exames de rotina (mamografia, por exemplo) e deve sim voltar ao mastologista.

Fiz um exame das mamas e deu... Estou com câncer?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Segundo este exame você não tem câncer de mama.

Recebi meu exame de mamografia hoje...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Isso é só uma parte do exame e não serve para tirar conclusão nenhuma, mas provavelmente não é preocupante (pelo menos essa parte do exame).

Resultado de mamografia... Posso estar com cancêr?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Pelo presente exame é pouco provável que esteja com câncer de mama.

Fazer a mamografia dói?
Dra. Ângela Cassol
Dra. Ângela Cassol
Médico

A mamografia causa certo desconforto e dor, que é individual e sofre influência da faixa etária e do período menstrual. Esse desconforto acontece porque, para a realização do exame, é necessária a compressão do tecido mamário.

Quanto mais jovem for a mulher, maior será o seu tecido glandular, o que poderá tornar a dor mais intensa; quanto mais perto estiver do ciclo menstrual, devido à retenção de líquido ou questões hormonais, a mulher pode se sentir menos confortável.

A dor pode ser maior se houver cistos na mama, porém, existem algumas alternativas para diminuir essa dor:

  • Fazer o exame após a menstruação;
  • Realizar ultrassonografia mamária antes, para avaliar a presença de cistos mamários. Se houver cistos maiores de 2 cm, é indicado o esvaziamento antes da mamografia. Outra alternativa é fazer uso de um medicamento anti-inflamatório ou analgésico duas horas antes de realizar o exame;
  • Se a mulher for jovem e houver disponibilidade, realizar a mamografia digital, que exige menor compressão das mamas.

É importante frisar que a dor é passageira e a mamografia é indispensável para mulheres com mais de 40 anos, ou antes, se houver antecedente familiar de câncer de mama. O exame deverá ser solicitado pelo médico ginecologista.

Qual a diferença entre ecografia mamária e mamografia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

A mamografia é um exame de Raio-X realizado nas mamas. Ela é recomendada para todas as mulheres entre 50 e 69 anos de idade. Fora dessa faixa etária, ela pode ser indicada na presença de alguns fatores individuais e familiares que serão avaliados pelo/a médico/a solicitante. A mamografia é disponibilizada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

A ecografia mamária é um exame de Ultrassom realizado nas mamas. Ela pode ser indicada em qualquer idade para avaliação do desenvolvimento mamário, identificação de cistos, dentre outros.

O/a profissional de saúde saberá indicar a melhor opção em cada caso. Em momentos de dúvida, pergunte sobre os procedimentos durante a consulta e antes da realização do exame. 

Mulher com silicone pode fazer mamografia?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Sim. Mulher com silicone ou outro tipo de reconstrução das mamas pode fazer mamografia normalmente.

A mulher que possui silicone pode fazer mamografia seguindo as recomendações e idades indicadas para as mulheres sem silicone.

A prótese de silicone não impede o procedimento. A única diferença é que, nessas situações, a mulher fará a mamografia em quatro incidências e não em duas como habitualmente. Essas duas incidências adicionais servem para avaliar o posicionamento da prótese e os tecidos mamários que podem ficar escondidos pelo silicone nas incidências habituais.

A mamografia é recomendada às mulheres entre os 50 e 69 anos. Em casos de presença de história de câncer de mama na família, essa idade pode ser reduzida.

A mamografia é fornecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Se você encontra-se nessa faixa etária, procure uma unidade de saúde para uma avaliação e para solicitar o exame.