Perguntar
Fechar

Olhos vermelhos, o que pode ser?

Os olhos vermelhos podem ter várias causas. A vermelhidão pode ser sinal de conjuntivite, infecção, alergia, hemorragia, entre outros problemas e doenças oculares.

As conjuntivites virais e bacterianas são as principais causadoras dos olhos avermelhados. Nesses casos, a vermelhidão afeta sobretudo as pálpebras. Além dos olhos vermelhos, a conjuntivite também provoca aumento da produção de secreção, lacrimejamento, ardor, sensibilidade à luz (fotofobia) e coceira.

Os sintomas da conjuntivite normalmente desaparecem em até duas semanas. O tratamento pode incluir o uso de colírios e pomadas com antibióticos e anti-inflamatórios. Vale lembrar que a doença é contagiosa e geralmente afeta os dois olhos.

As alergias também estão entre as principais causas de olhos vermelhos, sobretudo em crianças e pessoas que já apresentaram quadros de rinite, sinusite e bronquite. Os sinais e sintomas incluem vermelhidão e coceira intensa nos olhos, além de inchaço nas pálpebras.

Veja também: Tenho muita coceira nos olhos. O que pode ser e o que fazer para aliviar?

As alergias oculares e as conjuntivites alérgicas afetam ambos os olhos e não são contagiosas. O tratamento é realizado com colírios anti-histamínicos (antialérgicos).

Nas hemorragias oculares, embora o olho fique bastante vermelho no local do sangramento, o risco de perder é visão é muito baixo. Normalmente não há dor e a vermelhidão tende a desaparecer espontaneamente em até 3 semanas.

Outra doença responsável pelos olhos avermelhados é a uveíte. Nesses casos, a vermelhidão se manifesta na parte colorida do olho (íris) e tende a afetar apenas um lado. A pessoa apresenta ainda "aversão à luz" (fotofobia), dor e vista embaçada, normalmente associados à presença de pequenos pontos pretos que se movimentam no campo de visão.

Leia também: Dor nos olhos, o que pode ser?

O tratamento para a uveíte também é feito com colírios e medicamentos antibióticos, antifúngicos ou antivirais. Nas uveítes autoimunes, o oftalmologista pode prescrever ainda corticoides ou imunomodeladores.

A blefarite, também conhecida como "olho seco", deixa os olhos secos, vermelhos, ardendo e a pessoa tem a sensação de ter areia nos olhos. A vermelhidão não costuma ser muito intensa, mas os sintomas se agravam com o vento, ambientes secos e ar condicionado. O tratamento é simples, sendo muitas vezes feito com lágrimas artificiais para aliviar o desconforto até que os sintomas desapareçam

Por fim, há ainda o pterígio. Os olhos não costumam ficar constantemente vermelhos nessas situações, mas o problema causa ardência, lacrimejamento e fotofobia. Os sintomas são tratados com colírios lubrificantes ou constritores dos vasos sanguíneos.

Uma vez que os olhos vermelhos podem ser sinal de doenças que podem afetar a visão, o mais indicado é consultar um oftalmologista para avaliar a causa da vermelhidão e indicar o tratamento adequado. Pingar colírios para aliviar os sintomas sem indicação médica apenas esconde a origem do problema e pode piorar o quadro.

Saiba mais em:

Olhos inchados: quais as causas e tratamento?

Derrame no olho, quais as causas?