Perguntar
Fechar

T4 Livre

O que é T4 livre?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

O T4 livre (tiroxina livre circulante no sangue) é um hormônio produzido pela glândula tireoide. Mais de 99% dos hormônios tireoidianos (T4 e T3) circulantes na corrente sanguínea estão ligados a uma proteína chamada TBG (globulina ligadora de tiroxina, sigla em inglês). Estes hormônios ligados à TBG são inócuos, não podendo ser utilizados pelos órgãos e tecidos. Portanto, apenas uma ínfima fração, chamada T4 livre (e também o T3 livre) são quimicamente ativas e podem modular o metabolismo do corpo. No entanto, nos órgãos e tecidos, só o T4 livre pode ser transformado em T3, sendo que este é o hormônio que efetivamente age nos tecidos do corpo modulando seu metabolismo).

Portanto, o exame que determina a quantidade do T4 livre no sangue permite saber quanto hormônio tireoidiano existe na circulação. Quando há muito T4 livre na circulação, há uma elevada produção de T3 nos órgãos, provocando o hipertireoidismo. No caso contrário, quando há pouco T4 livre, o T3 para os tecidos é insuficiente, causando o hipotireoidismo. Na maior parte dos casos, a nível clínico, a determinação do T4 livre é mais útil que a do T3 ou T3 livre.

Valores de referência ('normais' - da maioria da população):

Recém-nascidos: 2,6 a 6,3 ng/dL Adultos: 0,8 a 2,7 ng/dL

Obs: Os valores de referência podem variar em função do método e reagente utilizado, portanto, esses valores devem estar claramente citados nos laudos de resultados de exames laboratoriais.

Indicação clínica: É um exame útil na avaliação da função tireoidiana, particularmente em pacientes com suspeita de alteração na concentração de globulina ligadora de tiroxina (TBG).

Preparo do paciente: Jejum mínimo de 8 horas – recomendável. Em caso de uso de hormônio tiroidiano, colher o material antes da próxima dose ou, no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento.

Métodos mais utilizados: radioimunoensaio, ensaio imunoenzimático e quimioluminescência.

Exames relacionados:

  • Dosagem de Tiroxina – T4
  • Dosagem de Triodotironina total – T3
  • Dosagem de Triodotironina livre – T3L
  • Dosagem de Hormônio Estimulante da Tireoide – TSH
  • Dosagem de Anticorpo Anti-peroxidase Tireoidiana – anti-TPO

Em caso de exame T4L alterado, a interpretação do resultado deve ser realizada pelo médico que o solicitou, em conjunto com a história e o exame clínico. Para maiores informações, procure um médico clínico geral ou endocrinologista.

O que pode ser T4 livre alto ou baixo?
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues
Médico

O T4 livre pode estar alto no hipertireoidismo e na tireoidite sub-aguda, principalmente. Também pode estar elevado em algumas doenças não tireoidianas. Está baixo no hipotireoidismo primário (tireoidite de Hashimoto, mixedema idiopático, bócio endêmico), no hipotireoidismo secundário e na tireoidite sub-aguda avançada, principalmente.

Valores de referência ('normais' - da maioria da população):

Recém-nascidos: 2,6 a 6,3 ng/dL Adultos: 0,8 a 2,7 ng/dL

Obs: Os valores de referência podem variar em função do método e reagente utilizado, portanto, esses valores devem estar claramente citados nos laudos de resultados de exames laboratoriais.

Em caso de exame T4L alterado, a interpretação do resultado deve ser realizada pelo médico que o solicitou, em conjunto com a história e o exame clínico. Para maiores informações, procure um médico clínico geral ou endocrinologista.

Meu exame de sangue TSH ultra sensível deu 0,07 uUI/ml...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Seu exame está alterado e pode significar que sua tireoide está com a produção de hormônio alterada (o diagnóstico só com seu médico...), provavelmente não deve ser por causa da sibutramina.

Meu exame de T4 livre deu... O que significa?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Exame dentro dos limites da normalidade. Qualquer valor entre 0,5 e 5 é considerado normal, porém somente seu médico pode fazer a correta interpretação desse resultado, baseado nos motivos que o fizeram solicitar esse exame.

Fiz exames de sangue de TSH e T4 Livre...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Quer dizer que os exames estão normais. Ainda assim, é fundamental que leve o resultado para o médico que o solicitou, porque provavelmente está conduzindo uma investigação e esses resultados darão seguimento ao seu acompanhamento.

O que quer dizer TSH e T4?

O TSH (hormônio estimulante da tireoide), produzido na hipófise (glândula localizada abaixo do cérebro), age estimulando a glândula tireoide a produzir seus hormônios específicos (T3 e T4). Os valores considerados normais para esse hormônio estão entre 0,5 e 5,0 µUI/mL, porém podem variar em função do método utilizado e do laboratório.

O T4 (tiroxina) é o hormônio produzido na glândula tireoide, que está na sua maior parte na forma inativa, ligada a uma proteína; e o T4 livre (tiroxina livre circulante no sangue), é a fração desse hormônio, que não está ligada a nenhuma proteína, por isso pode ser convertido em T3 (tri-iodotironina), o hormônio que age efetivamente no metabolismo do corpo.

Seus valores considerados normais, variam também de acordo com a faixa etária, método de estudo e laboratório, com valores entre: Recém-nascidos: 2,6 a 6,3 ng/dL e Adultos: 0,8 a 2,7 ng/dL.

Para que servem os exames de TSH e T4?

São os exames utilizados na prática médica, para acompanhar ou investigar possíveis alterações na função da tireoide. Muito utilizado por exemplo na suspeita de hipotireoidismo ou hipertireoidismo. Trata-se de um exame simples, realizado através de uma amostra de sangue, aonde são dosados os níveis desses dois hormônios, além de outros, e comparados aos valores considerados normais, ou adequados para aquela faixa etária.

O/A médico/a responsável por essa avaliação e maiores esclarecimentos é o/a endocrinologista.

Leia também: Quais são os sintomas de tireoide alterada?

Tenho hipotireoidismo, fiz exames TSH e T4 livre...
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O valor do TSH está satisfatório, porém o valor do T4 livre está um pouco baixo.

Entretanto o exame deverá ser avaliado em conjunto com o exame clínico e demais exames. Na concordância dos exames pode haver a necessidade de ajustar a dose do medicamento.

Tratamento do hipotireoidismo

No hipotireoidismo, acontece uma deficiência na produção dos hormônios T3 e T4 pela tireoide, devido a causas diversas, sendo a mais comum a doença autoimune - Tireoidite de Hashimoto. A hipofunção da tireoide leva a uma redução do metabolismo, dando origem a todos os sinais e sintomas encontrados na doença.

Feito o diagnóstico, o paciente deverá manter um acompanhamento regular com médico endocrinologista ou clínico geral, para toda a vida, porque sempre que houver alguma alteração no seu organismo, seja estilo de vida, alimentação ou mesmo situações emocionais, pode haver necessidade do ajuste das doses da medicação, sem que haja prejuízo para a pessoa.

Da mesma forma que acontece em outras doenças crônicas, como a hipertensão, diabetes mellitus, entre outras.

Leia também: Hipotireoidismo tem cura? Qual o tratamento?

O que é o exame de TSH?

O exame de TSH (hormônio tireoestimulante), consiste na dosagem sérica desse hormônio, que é produzido pela glândula hipófise e tem a função de estimular a tireoide. A tireoide por sua vez, tem a função de produzir e secretar os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), os quais regulam o metabolismo do organismo.

A produção do TSH é diminuída quando a tireoide está funcionando de forma adequada. Ou seja, os hormônios estão com níveis normais ou acima do normal. Ao contrário, quando existe uma produção insuficiente de T3 e T4, o organismo sinaliza por estimulação retrógrada, para a hipófise, que então aumenta sua produção de TSH para tentar compensar estimulando ainda mais a glândula tireoide.

Portanto, quando a dosagem de TSH está aumentada fala a favor de hipotireoidismo, hipofunção da tireoide. O TSH reduzido, pode ser sinal de hipertireoidismo.

Os valores de referência variam pouco, de acordo com os critérios de cada laboratório, por isso é obrigatório a descrição dos valores de referência ao lado dos resultados: Prematuros (28 a 36 semanas): 0,7 a 27 mUI/L Até 4 dias: 1,0 a 39,0 mUI/L 2 a 20 semanas: 1,7 a 9,1 mUI/L 21 semanas a 20 anos: 0,7 a 6,4 mUI/L 21 a 54 anos: 0,4 a 4,2 mUI/L 55 a 87 anos: 0,5 a 8,9 mUI/L

E o T4 livre...

O T4 livre (tiroxina livre circulante no sangue) é um dos hormônios produzidos pela tireoide.

Sua dosagem no sangue, junto aos demais exames, TSH e por vezes o T3, auxiliam no diagnóstico de hipo e ou hipertireoidismo. No hipotireoidismo, os níveis costumam estar reduzidos, provocando os sintomas de lentidão, pele seca, sonolência e constipação, devido a redução do metabolismo.

Leia também: O que é hipotireoidismo e quais os sintomas?

Já no hipertireoidismo, os níveis estão elevados, o que resulta nos sintomas de hiperfunção, como agitação, ansiedade, irritabilidade, pele quente e úmida, perda de peso, taquicardia e olhos saltados.

Leia também: O que é hipertireoidismo e quais os sintomas?

O exame de T4 livre é mais útil e por isso mais solicitado na prática clínica, do que o teste de T3 ou T3 livre.

Valores de referência para a maioria da população é: Recém-nascidos e crianças: 2,6 a 6,3 ng/dL Adultos: 0,8 a 2,7 ng/dL.

Existe um cuidado que deve ser lembrado para uma maior confiabilidade nos exames, que é o preparo do paciente. É preciso estar em jejum por pelo menos 8 horas e colher o sangue antes de tomar a medicação da manhã, ou no mínimo, quatro horas após a ingestão do medicamento.

Para maiores informações, procure um médico clínico geral ou endocrinologista.

O exame T4 livre detecta gravidez?
Dra. Nicole Geovana
Dra. Nicole Geovana
Medicina de Família e Comunidade

Não. O exame T4 livre não detecta gravidez

A tiroxina livre (T4) é um hormônio produzido pela glândula tireoide com função de controlar o metabolismo do organismo. Esse hormônio é importante para avaliar o funcionamento da glândula tireoide e o seu valor possibilita detectar doenças como o hipotireoidismo ou hipertireoidismo. 

Na gravidez, esse hormônio pode apresentar uma leve flutuação sanguínea ao longo de cada trimestre da gestação. Porém, ele não é útil para diagnosticar a gravidez. A gravidez é detectada pelo exame beta-hCG ou pela ultrassonografia.  

Leia também: 

O que é T4 livre?

O que é o exame T4?

Qual a diferença entre o beta hCG qualitativo e quantitativo?

Fiz um ultrassom, o diagnóstico foi Tireoidite de Hashimoto?
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Não há muito o que dizer, você está com uma doença auto-imune chamada Tireoidite de Hashimoto, é um tipo de inflamação da tireoide causada por anticorpos produzidos pelo seu próprio corpo.

Fui ao ginecologista e ela disse que estou ótima...
Dr. Charles Schwambach
Dr. Charles Schwambach
Médico

Os exames estão bons e não foram feitos para você entender, confie em seu médico ele foi treinado e recebe para entender os exames por você.