Estou tomando vários remédios juntos para tratamento de uma infecção e estou com dormência "leve" na boca, existe algum risco?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

O uso de mais de um medicamento ao mesmo tempo pode sim aumentar a chance de desenvolver efeitos colaterais, pelo que chamamos de "interação medicamentosa", que nada mais é do que uma substância aumentar, ou reduzir o efeito da outra. Por isso sempre recomendamos que aguarde entre 30 minutos a 1 hora para tomar diferentes tipos de remédios.

Entretanto, a "dormência na boca" não é um efeito colateral comum de uso de vários medicamentos, geralmente os efeitos colaterais estão mais relacionados a alterações no trânsito intestinal, como diarreia e constipação, ou sensação de queimação no estômago (azia); como também é comum a queixa de insônia ou sonolência diurna.

Nesse caso é importante pensar em outras situações que causam dormência na boca, como quadro de ansiedade, aumento de pressão arterial, distúrbios hormonais, enxaqueca, até herpes labial nos dias que antedem as lesões na boca.

Portanto vários fatores devem ser levados em consideração, como doses dos remédios, se está fazendo uso ao mesmo tempo, ou consegue dar uma distância entre eles; se é portador de outras comorbidades, como hipertensão arterial ou doenças da tireoide, patologias que podem causar a dormência na face; entre outras.

Para isso é importante que retorne ao seu médico, que lhe prescreveu o tratamento, e informe a ele o surgimento da dormência na boca, o quanto antes. Pode ser necessário avaliação complementar além da avaliação clínica, para dar seguimento a investigação desse sintoma e devido tratamento.

Pode lhe interessar também:

Dormência na boca: o que pode ser?

Dormência no rosto, o que pode ser?