Perguntar
Fechar

O que acontece se alguém tomar vários remédios para dormir?

Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson
Clínica médica e Neurologia

Quando alguém toma vários remédios para dormir, as consequências podem ir da sonolência à morte, dependendo da quantidade e tipos de medicamentos ingeridos.

A superdosagem de remédios para dormir (sedativos) pode ocasionar sintomas como:

  • Sonolência;
  • Apatia;
  • Falta de coordenação motora;
  • Movimentos respiratórios mais curtos e menos frequentes;
  • Perda da consciência;
  • Coma e morte.

As manifestações mais comuns, como a sonolência e por vezes dificuldade respiratória, costumam melhorar com a suspensão da medicação, depois de 1 ou 2 dias. Porém, nos casos mais graves, a debilidade do sistema nervoso central pode permanecer, com sequelas como lentidão, déficit de memória, até levar ao coma ou à morte.

Remédio para dormir

Felizmente, a maioria dos casos de intoxicação por medicamentos para dormir, geralmente por uso de sedativos e relaxantes musculares, não provoca a morte da vítima. De qualquer maneira, a pessoa deve ser levada para um hospital o mais rapidamente possível, para que receba o tratamento adequado.

O que fazer se tomar vários remédios para dormir?

Em caso de superdosagem de medicamentos para dormir, siga os seguintes procedimentos:

  1. Peça ajuda! Você não deve ficar sozinho/a, mesmo que esteja se sentindo bem;
  2. Não provoque vômitos, não resolve o problema pois a medicação já pode ter sido absorvida pelo sangue, e corre o risco de broncoaspiração;
  3. Não beba nenhum líquido, mesmo que seja água ou leite;
  4. Não tente permanecer acordado, caminhando, por exemplo. O esforço físico pode aumentar a ação do medicamento no organismo;
  5. Tenha em mãos os remédios que tomou e ligue para o Disque Intoxicação da ANVISA através do 0800 722 6001 ou para o CEATOX-SP (Centro de Assistência Toxicológica) do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas através do 0800 014 8110;
  6. Siga as instruções dadas pelo centro de atendimento e vá para um hospital imediatamente, levando a embalagem ou a bula do remédio;
  7. Não dirija! Peça um transporte ou a ajuda que chamou no início.

Muitas vezes a vítima precisa ser internada devido à gravidade da intoxicação e realizado procedimentos invasivos, como por exemplo a lavagem gástrica.

O mais adequado é sempre seguir as orientações médicas recebidas e prescrição, não tomar medicamentos ou aumentar as doses por conta própria!

Em caso de dúvidas entre em contato com seu/sua médico/a de família.