Perguntar
Fechar

Zumbido no ouvido: o que pode ser?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Zumbido no ouvido pode ser decorrente de diversas causas. Pode ser sintoma de perda de audição, problemas no ouvido, doenças cardiovasculares ou endócrinas, como o diabetes, doenças odontológicas ou ainda ter como causa o uso de medicamentos e doenças neurológicas.

As causas do zumbido no ouvido são muitas, mas já se sabe que a maioria dos casos é provocada por algum grau de perda auditiva.

Existem vários fatores que contribuem para o aparecimento de zumbido, tais como:

  • Envelhecimento;
  • Estresse, ansiedade, depressão;
  • Tabagismo, consumo de bebida alcoólica;
  • Consumo excessivo de cafeína;
  • Uso de medicamentos, como alguns diuréticos e anti-inflamatórios;
  • Exposição constante a ruídos altos, uso constante de fones de ouvido;
  • Disfunções na mandíbula.

O que é o zumbido?

O zumbido é a sensação de um ruído na cabeça ou nos ouvidos cuja origem não é uma fonte de som externa. O zumbido é um sintoma e não uma doença em si.

Há casos em que o zumbido é ouvido pelo próprio médico durante o exame físico (zumbido objetivo). Contudo, esses casos são mais raros e têm origem em vasos sanguíneos ou músculos.

Já os zumbidos que são ouvidos apenas pela pessoa, normalmente são sintomas de problemas auditivos. A origem pode estar no ouvido, no nervo coclear ou na parte do cérebro responsável pelo processamento dos sons.

Apesar do zumbido ter diferentes origens, é a maneira como o cérebro o interpreta que torna a sensação incômoda. Toda vez que há alguma desordem na atividade neurológica do sistema auditivo, o que geralmente está associado à lesões no ouvido interno, o próprio sistema detecta um outro estímulo.

O novo estímulo é transmitido através do cérebro, até à região cerebral que interpreta os sons, sendo interpretado como um zumbido. Na maioria das pessoas, há uma habituação à sensação de zumbido.

Recomenda-se procurar um médico quando o zumbido for motivo de preocupação, vier acompanhado de outros sintomas ou ser pulsátil.

Qual é o tratamento para zumbido?

O tratamento do zumbido no ouvido deve incidir sobre a sua causa. Se após a exclusão da origem do zumbido ele persistir, o objetivo do tratamento é reduzir a percepção do zumbido pelo sistema nervoso central.

O tratamento nesses casos geralmente é combinado, podendo envolver o médico clínico, otorrinolaringologista, neurologista ou psicólogo em algumas situações. O objetivo é promover uma adaptação neurofisiológica do organismo, de maneira que a pessoa “esqueça” o zumbido.

O zumbido no ouvido deve sempre ser avaliado por um médico de família ou clínico geral inicialmente, para que sejam descartadas doenças ou outros fatores que estejam associados a esse sintoma.

Em algumas situações, pode ser necessário fazer uma investigação mais aprofundada, com exames específicos para identificar a origem do zumbido, nesse caso o médico otorrinolaringologista deve ser consultado.

O zumbido no ouvido tem tratamento e ele incide sobre a causa do problema, sempre que for possível detectá-la.

O diagnóstico precoce é muito importante para o sucesso do tratamento, por isso o paciente deve consultar um médico clínico geral, médico de família ou ir diretamente a um otorrinolaringologista se o zumbido persistir.