Perguntar
Fechar

Artrite reumatoide tem cura? Qual o tratamento?

A artrite reumatoide não tem cura definitiva. Contudo, o seu tratamento geralmente é efetivo, pois preserva a capacidade funcional, evita a progressão das deformidades e pode cessar os sintomas.

A artrite reumatoide, também conhecida como artrite degenerativa, artrite anquilosante, poliartrite crônica evolutiva (PACE) ou artrite infecciosa crônica é uma doença inflamatória autoimune e crônica.

A artrite reumatoide afeta as membranas sinoviais (camada fina de tecido conjuntivo) de várias articulações (mãos, ombros, coluna cervical, cotovelos, punhos, joelhos, tornozelos, pés) e órgãos como o coração, os pulmões e os rins dos indivíduos que têm uma predisposição genética. Com a progressão, podem ocorrer deformidades, com comprometimento da função dos membros (movimentos).

Artrite reumatoide tem cura: causas e tratamento
Artrite reumatoide

Quais são as causas da artrite reumatoide?

Ainda não se conhecem as causas exatas da artrite reumatoide, mas sabe-se que afeta as mulheres duas vezes mais do que os homens e ocorre principalmente entre os 50 e os 70 anos.

Entretanto, pode manifestar-se em qualquer idade e em ambos os sexos. A forma juvenil tem início antes dos 16 anos. Acomete um número de articulações menor e há menos alterações em exames de sangue

Qual é o tratamento para artrite reumatoide?

O tratamento da artrite reumatoide inclui o uso de medicamentos específicos, fisioterapia, exercícios e cirurgia. O tratamento deve ser mantido durante toda a vida. Os medicamentos são prescritos conforme o quadro clínico de cada doente.

Os medicamentos mais usados para tratar a artrite reumatoide são os anti-inflamatórios não esteroides, os corticoides, medicamentos imunossupressores e fármacos antirreumáticos modificadores da doença (FARMD). Há alguns medicamentos mais recentes, baseados em biologia molecular, que trazem novas possibilidades terapêuticas.

Os principais objetivos dos medicamentos e do tratamento da artrite reumatoide são aliviar os sintomas (principalmente a dor), o processo inflamatório, evitar ou retardar deformidades e melhorar a qualidade de vida da pessoa.

Em estágios mais avançados da doença, pode-se realizar cirurgia e/ou colocação de próteses articulares.

O repouso só deve ser indicado por pouco tempo e quando os pacientes apresentam dor intensa. As atividades físicas e a fisioterapia são fundamentais no controle do comprometimento das articulações e perda da mobilidade.

Quanto mais cedo o tratamento da artrite reumatoide começar, melhor será a resposta em retardar a destruição dos componentes articulares.

O prognóstico será melhor se a doença for diagnosticada precocemente e o tratamento iniciado o quanto antes. Com o tratamento adequado, é possível obter a remissão dos sintomas, preservar a capacidade funcional e evitar a progressão das deformidades.

O médico reumatologista é o especialista responsável pelo diagnóstico e tratamento da artrite reumatoide.