Perguntar
Fechar

É possível engravidar com inflamação no útero?

É possível, embora seja mais difícil. A inflamação do útero, chamada de doença inflamatória pélvica, acontece devido à infecções causada por alguns tipos de micro-organismos, frequentemente adquiridos por transmissão sexual.

A infecção causa alteração nas secreções e nas paredes internas do útero, podendo favorecer na formação de aderências (quando as paredes do órgão se "grudam"), causa bastante comum de infertilidade.

A inflamação do útero pode impedir a implantação do embrião na parede do órgão. Caso a infecção chegue às trompas, podem surgir cicatrizes (aderências), que bloqueiam parcialmente ou totalmente as trompas, mesmo após o tratamento. Essas áreas de cicatriz podem então bloquear a passagem do óvulo para o útero, dificultando a gravidez.

Essa obstrução inclusive pode fazer com que a fecundação ocorra na trompa, gerando uma gravidez ectópica (gestação fora do útero), uma situação grave que necessita de cirurgia de urgência na maioria dos casos.

Portanto, todas essas modificações podem deixar sequelas no útero interferindo diretamente na fertilidade, mesmo depois de um tratamento adequado.

É importante lembrar que a infecção pode acontecer durante a gestação, o que oferece sérios riscos para o bebê.

Por isso, todos os casos de inflamação no útero devem ser devidamente tratados, pelo/a ginecologista, a fim de se evitar riscos de fertilidade para a mulher, ou riscos na saúde e desenvolvimento do bebê.

Pode lhe interessar também:

Quais os sintomas de inflamação no útero?

Quais são as causas da inflamação no útero?