O que é adenite e o que pode causá-las?

Dra. Janyele Sales
Dra. Janyele Sales
Medicina de Família e Comunidade

Adenite é a inflamação aguda de um gânglio linfático, popularmente conhecida como "íngua". As adenites podem ser causadas por bactérias, vírus, fungos ou protozoários que chegam ao gânglio linfático e geram a infecção. Esses micro-organismos podem alcançar o linfonodo em casos de doenças virais ou bacterianas, como sífilis e tuberculose, ou ainda através de uma infecção na pele, ouvido, nariz ou olhos.

Os gânglios linfáticos ou linfonodos fazem parte do sistema imunológico e atuam como filtros da linfa, um fluido que circula pelo corpo através dos vasos linfáticos. Esses gânglios podem reter, retardar ou até mesmo destruir bactérias, vírus, protozoários e células cancerosas que circulam pelo corpo.

As adenites podem ser classificadas de acordo com a localização dos linfonodos afetados ou com o agente causador:

- Adenite mesentérica: é a inflamação dos linfonodos presentes no mesentério (tecido que liga o intestino à parede abdominal), causada principalmente por infecções intestinais bacterianas. A adenite mesentérica causa febre e dor abdominal muito semelhante a apendicite aguda.

- Adenite inguinal: é a inflamação dos gânglios linfáticos da virilha, causada por uma infecção bacteriana. Os sintomas da adenite inguinal incluem dor, inchaço e vermelhidão local. Leia também: O que pode causar íngua na virilha?

- Adenite cervical: Inflamação dos gânglios linfáticos da região da coluna cervical, ou seja, do pescoço. Saiba mais em: Íngua no pescoço: o que pode ser?

- Adenite bacteriana: Infecção do linfonodo causada por bactérias.

Em geral, a causa da adenite é uma infecção próxima ao local. Quando a origem da infecção não é facilmente identificada, retira-se uma amostra de tecido (biópsia) para identificar o agente responsável pelo processo infeccioso.

A adenite pode afetar vários gânglios linfáticos ou acometer somente os que estão localizados numa determinada área do corpo. Em geral, o gânglio linfático fica inchado, sensível e dolorido, e a pele que o recobre pode ficar quente e avermelhada, podendo haver formação de abcessos com pus.

Veja aqui a diferença entre adenite e linfoma.

O tratamento da adenite depende do agente que está causando a infecção. No caso das adenites bacterianas, o tratamento é feito com antibióticos, enquanto que os abscessos são drenados através de cirurgia. Em geral, os gânglios linfáticos voltam ao tamanho normal depois de tratada a infecção.

Leia também:

Íngua no pescoço: qual o tratamento?

Qual o tratamento para íngua na virilha?

O que são linfonodos?